iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

06/11 - 23:26

Santistas criticam 'apagão duplo' no empate com Atlético-MG

Primeira pane ocorreu logo aos quatro minutos da etapa inicial. Aos 51 minutos, uma nova queda de energia aconteceu e deixou os atletas do Santos revoltados

Gazeta Esportiva

Além do reencontro do atacante Neymar com o técnico Dorival Júnior, o empate entre Atlético-MG e Santos, neste sábado, na Arena do Jacaré, foi marcado por dois "apagões" no sistema de energia elétrica do estádio em que o Galo manda os seus jogos, em Sete Lagoas (MG). O fato irritou muito os jogadores e a comissão técnica santistas, que criticaram abertamente o problema causado por um defeito em um dos ramais da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), que abastece a região.

A primeira pane na energia elétrica do estádio ocorreu logo aos quatro minutos da etapa inicial. Aos 13, o problema foi resolvido e a partida retomada. Aos 51 minutos, uma nova queda de energia aconteceu, durou sete minutos e deixou os atletas do Santos revoltados.

O goleiro Rafael não titubeou e disparou críticas pesadas ao sistema elétrico da Arena do Jacaré. "É uma vergonha, assim não dá. Isso é primeira divisão?", indagou o camisa 1 do Alvinegro Praiano, visivelmente irritado com o problema.

O técnico interino do Santos, Marcelo Martelotte, também reclamou dos problemas de energia sofridos no duelo com o Galo. "Foram duas paralisações que atrapalharam o decorrer primeiro tempo. Uma delas foi mais ao final da etapa inicial, que talvez não tenha tido um grande problema para o jogo, apenas para depois reaquecer os jogadores. Nós começamos bem a partida, tivemos o domínio do jogo, tanto que abrimos o placar", comentou.

Apesar disso, o treinador santista preferiu minimizar a importância dos apagões no andamento do confronto. "O jogo foi melhor que as interrupções. Os dois times se empenharam bastante. Nós procuramos honrar a camisa do Santos e o Atlético-MG buscou vencer, pela sua necessidade (de lutar contra o rebaixamento) no campeonato", encerrou.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias