iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

28/10 - 09:15

Coritiba rompe barreira dos 100 gols e busca recorde da década na Série B

Clube persegue marca de 2007, quando balançou as redes 112 vezes, e pode terminar a temporada entre os dez melhores ataques do futebol brasileiro

Altair Santos, especial para o iG

O Coritiba pode terminar 2010 não apenas com o acesso à Série A assegurado, além do título da Série B, mas com um novo recorde em sua história centenária. O clube já rompeu a barreira dos 100 gols e agora persegue a marca de 2007, quando terminou o ano com 112. Se ultrapassar esse número, fecha a temporada com seu melhor ataque nesta década.

Há algumas coincidências entre 2010 e 2007. Naquele ano, o Coritiba também foi campeão da Série B e, como nesta temporada, não fez o artilheiro da competição. Seu goleador foi Keirrison, com 12 gols. Atualmente, o artilheiro do clube é Rafinha, com 9 gols, seguido de Leonardo, com 7 - esse, aliás, é o goleador do segundo turno da competição.

Se depender do elenco do Coritiba, o recorde de 2007 será superado. Principalmente por que na reta final da Série B o clube passou a fazer algo que não vinha conseguindo: aplicar goleadas. “Nosso time encaixou e passou valorizar o ataque, por ter uma característica ofensiva. É legal saber que podemos escrever nosso nome na história do clube. Isso motiva mais a gente”, afirma Leonardo.

Para o técnico Ney Franco, esses números só comprovam que ele fez certo em apostar em um sistema tático ofensivo, mesmo disputando a Série B. “Sempre ouvi que a Série B era um campeonato pegado, que vencia quem valorizasse a defesa. Na minha análise, a gente reverteu isso. O Coritiba joga sempre buscando o gol, sem levar em consideração a competição. Fizemos isso no Campeonato Paranaense também, quando fomos campeões”, disse.

No Paranaense, o Coritiba marcou 42 gols. Foi o nono melhor ataque entre equipes que disputaram a primeira divisão dos estaduais, atrás de Santos (72), Atlético-GO (57), Sport (54), Rio Branco-ES (53), Avaí (52), ABC (50), Flamengo (46) e Grêmio (45). Agora, é um dos poucos que fechou outubro rompendo a barreira dos 100 gols, somando todas as competições que envolvem o calendário do futebol brasileiro. Acima dele, só Santos (164), Grêmio (119), Atlético-GO (110), Sport (108), Avaí (107), Atlético-MG (105), Cruzeiro (104) e São Paulo (101).  

Nesta década, além de 2007 e 2010, apenas em outros três anos o Coritiba encerrou a temporada rompendo a barreira dos 100 gols. Foi em 2000, quando fez exatos 100 gols; em 2001, com 105 gols, e em 2008, com 104 gols. Bom diferente de 1985, ano em que obteve sua maior conquista: o titulo brasileiro da Série A. Naquele ano, o clube marcou apenas 25 gols no campeonato e sofreu 27.


Leia mais sobre: Rafinha Coritiba Leonardo

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


AE

Rafinha, do Coritiba

Rafinha
Atacante é o atual artilheiro da equipe na Série B do Brasileirão, com nove gols marcados

Topo
Contador de notícias