iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

24/10 - 17:54

Corinthians vence o Palmeiras e volta a encostar no topo da tabela
Com gol de Bruno César, Tite estreia bem e coloca time do Parque São Jorge mais perto dos líderes da competição

Danilo Lavieri, iG São Paulo

O Corinthians venceu o Palmeiras por 1 a 0 e se beneficiou com o Cruzeiro perdendo do Atlético-MG e o Fluminense empatando com o Atlético-MG para encostar de vez na liderança. Com um gol de Bruno César e um domínio completo do primeiro tempo, os comandados de Tite afastam a má fase que rondava o Parque São Jorge. Já a equipe do Palestra Itália deve concentrar, de vez, todas as forças na Copa Sul-Americana.

A vitória corintiana encerra a sequência de sete jogos sem vencer no Brasileiro e também quebra a invencibilidade do Palmeiras de nove jogos entre o Nacional e a Sul-Americana.

AE
Luiz Felipe Scolari e Ronaldo conversam no Pacaembu. Corinthians do atacante venceu por 1 a 0


A partida pode ser dividida em dois tempos completamente diferentes. O primeiro foi completamente dominado pelo Corinthians. Apesar de Ronaldo pouco aparecer, Bruno César, Elias e Jucilei dominavam o meio-campo e armavam todas as jogadas em conjunto. Kleber ficava isolado no ataque, Lincoln e Luan pouco criavam, e o Palmeiras não podia fazer nada além de olhar seu rival jogar.

O segundo tempo começou melhor para o Palmeiras. Em 15 mintuos, o time já tinha feito Júlio César trabalhar mais do que na etapa inicial inteira. Graças a entrada de Valdivia, o elenco de Felipão chegou a animar a sua torcida. O chileno era o termômetro da equipe palmeirense. Assim que ele começou a diminuir o ritmo por causa de sua lesão na coxa, o seu time também parava de jogar. Marcos Assunção chegou a assustar com a bola parada, mas Júlio César era melhor. As chances foram embora de vez assim que Dinei teve de entrar no lugar do camisa 10, que não se aguentava com as dores na coxa esquerda. 

O Corinthians vai a 53 pontos e fica a um ponto do líder Fluminense, que com o empate contra o Atlético-PR, tomou a ponta pelos critérios de desempate, e Cruzeiro, perdeu do Atlético-MG. Já o Palmeiras segue com 44 pontos e fica a quatro do Botafogo, o pior time da zona que classifica para a Libertadores em 2011. Na próxima rodada, os comandados de Tite encaram o Flamengo, na quarta-feira, às 22h. No mesmo dia e mesmo horário, o time do Palestra Itália joga pelas quartas-de-final da Copa Sul-Americana contra o Atlético-MG.

Assista ao gol do Corinthians marcado no Pacaembu:


 


O jogo

A primeira boa chance do jogo veio com o Corinthians, que começou bem melhor no clássico. Jucilei pedalou pela esquerda do campo e buscou o ângulo direito de Deola, que só ficou olhando e torcendo para a bola ir fora. No lance seguinte, Marcos Assunção fez falta em Iarley bem perto da linha da grande área. Na batida de Bruno César, Danilo colocou para escanteio.

E só dava Corinthians. Aos 13 minutos, Bruno César recebeu bola pela esquerda e chutou forte e cruzado. Deola se esticou e conseguiu colocar para escanteio. Na batida, a defesa afastou de forma parcia. O camisa 10 corintiano recomeçou a jogada e a bola parou no pé esquerdo de Ronaldo, que chutou forte, mas por cima do gol.

O Palmeiras praticamente deixava de lado o direito de atacar. Kleber ficava isolado entre William e Chicão, Luan e Lincoln voltavam até a intermediária para marcar e, raramente, era possível ver Luis Felipe e Rivaldo tentando jogadas de ataques pelas laterais. Já o Corinthians era melhor no meio-campo, com Elias e Jucilei comandando as ações, e com Bruno César sendo o cobrador de todas as faltas paradas, sempre com perigo.

Até que em jogada pela esquerda, com bom toque de Roberto Carlos, Bruno César resolveu fazer a diferença também com a bola rolando. O camisa 10 recebeu passe do lateral-esquerdo e chutou forte. Ele ainda contou com um desvio de Marcos Assunção que tirou as chances de Deola e partiu para comemoração com a torcida corintiana.

Aos 27, a primeira vez que Júlio César precisou realmente fazer algum esforço para defender uma bola. Marcos Assunção bateu falta de bem longe, mas com força e direção. O goleiro corintiano conseguiu defender sem dar rebote. O Palmeiras resolveu atacar. No lance seguido, Rivaldo fez boa jogada pela esquerda, mas errou na hora do cruzamento, ganhando o escanteio. Na batida, a bola cruzou a área inteira, assustando a zaga corintiana.

O Corinthians voltou a atacar aos 34 mintuos. Iarley tocou boa bola para Ronaldo, que encarou a zaga e cruzou na área. Bruno César chutou sozinho, e Deola fez excelente defesa. Sete minutos depois, Tinga recebeu passe pela direita, entrou na grande área e chutou cruzado. Júlio César acompanhou a bola saindo naquele que seria o último grande lance do primeiro tempo.

Palmeiras melhora, mas volta a cair de produção

O Palmeiras voltou dos vestiários com duas mudanças. Luis Felipe, que pouco apareceu, deu lugar a Patrik. Valdivia assumiu o posto de Lincoln. O início de jogo, no entanto, foi o mesmo. Iarley, logo aos 2 minutos, fez boa jogada pela esquerda, driblou Marcos Assunção e chutou cruzado, assustando Deola. Valdivia fez sua primeira boa joga aos 9 minutos. O chileno carregou a bola, fez bom drible na entrada da área e sofreu falta de William. Marcos Assunção bateu bem, mas Júlio César foi melhor na defesa.

No lance seguinte, após nova boa jogada do chileno, Luan dominou a bola pela esquerda e chutou errado, nas mãos do goleiro santista. O Palmeiras começava a mostrar que poderia atacar o Corinthians. Kleber brigou com William, roubou a bola, que sobrou para Tinga. O volante deu chute fraco fácil para o camisa 1 corintiano. Em 12 minutos, o time do Palestra Itália já havia feito mais do que em todo primeiro tempo.

Milton Trajano


Aos 23 minutos, Luan recebeu cruzamento pela esquerda e cabeceou em cima do goleiro rival. Aos 28 minutos, Kleber sofreu falta de Roberto Carlos perto da meia-lua, lugar favorito de Marcos Assunção. O volante cobrou muito bem, no ângulo de Júlio César, mas o goleiro fez uma excelente defesa e evitou o empate.  E foi só. Essa seria a última grande chance de alguma das equipes no Pacaembu. Fabrício chegou tentar em cruzamento de Marcos Assunção, mas errou a mira.

FICHA TÉCNICA – CORINTHIANS 1 x 0 PALMEIRAS

Local:
Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 24 de outubro de 2010, no domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-PR)
Assistentes: Carlos Berkenbrock (Fifa-SC) e Gilson Bento Coutinho(PR)
Público: 35.035 público total
Renda: R$ 1.085.683,50
Cartões amarelos: William e Elias (COR); Marcos Assunção (PAL)

Gols
CORINTHIANS: Bruno César, aos 24 minutos do primeiro tempo

CORINTHIANS: Júlio César; Alessandro, Chicão, William e Roberto Carlos; Ralf, Jucilei, Elias e Bruno César (Danilo); Iarley (William Morais) e Ronaldo
Técnico: Tite

PALMEIRAS: Deola; Luis Felipe (Patrik), Danilo, Fabrício e Rivaldo; Edinho, Tinga, Marcos Assunção e Lincoln (Valdivia) (Dinei); Luan e Kleber
Técnico: Luiz Felipe Scolari


Leia mais sobre: corinthians palmeiras brasileirão bruno césar

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

Bruno César comemora gol da vitória com Jucilei e Roberto Carlos

De fora da área
Bruno César comemora gol da vitória com Jucilei e Roberto Carlos

Topo
Contador de notícias