iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

19/10 - 09:33

Guaratinguetá encarece ingresso e corta regalias para evitar torcida por queda

"Queremos que o time seja rebaixado", diz torcedor do clube do interior paulista, que vai trocar de cidade na próxima temporada

Gazeta Esportiva

O Guaratinguetá Futebol Ltda. já não pertence mais à cidade de mesmo nome no Vale do Paraíba. Com mudança confirmada para Americana para a próxima temporada, o clube prepara a despedida do estádio Professor Dario Rodrigues Leite, na disputa da Série B do Campeonato Brasileiro. Mas quer fazê-la com tranquilidade, sem protestos da revoltada torcida. Para isso, a diretoria aumentou o preço dos ingressos e cortou as regalias antes concedidas.

O clube ainda tem cinco jogos como mandante na Série B, nos quais o torcedor que quiser comparecer terá de desembolsar R$ 50 para sentar na arquibancada e R$ 100 nas numeradas. "Entendemos que era necessário fazer isso para trabalhar com mais tranquilidade", explicou o presidente do clube, José Eduardo Ferreira. A intenção é evitar que o público torça contra a equipe, como aconteceu na última partida.

O clube-empresa sequer havia confirmado a transferência de sede quando o Guaratinguetá perdeu por 2 a 0 para o Paraná Clube. Os sulistas contaram com o apoio dos presentes nas arquibancadas, que comemoraram os gols como se fossem do time paulista. "Queremos que o time seja rebaixado", confirmou Régis Braga, presidente da organizada Torcida Jovem Guará. "Americana comprou um time na Série B, mas vai levar um na Série C", continuou, revoltado com a mudança.

Régis não entrará no estádio para acompanhar o duelo contra o Icasa, às 21h (horário de Brasília), já que a diretoria também cortou as regalias das organizadas. Cada uma delas - Torcida Jovem, Fúria Tricolor, Nação Especialista e Máfia Tricolor - recebia 25 ingressos de cortesia para acompanhar os jogos. "Vamos fazer protesto na porta do estádio com caixão, vela, todo mundo de preto. Não tem mais condição. Já era", afirmou Régis.

"Quem quiser, pode entrar e protestar, mas vai ter que pagar", afirmou José Eduardo, ressaltando que o clube tem cerca de 500 sócio-torcedores que já pagaram pelas entradas e que terão seus direitos respeitados normalmente até o final da Série B. O presidente ainda confirmou que o time seguirá atuando no estádio Dario Rodrigues Leite até o final da competição, "salvo se o poder público municipal não deixar mais utilizar o estádio".

O time inicia a 30ª rodada da competição na 12ª colocação, com 38 pontos, oito acima da zona da degola, tão desejada pelos torcedores locais. "Ninguém está 100% garantido, mas vamos tentar evitar esse rebaixamento. Nosso primeiro objetivo sempre foi esse: evitar a queda. O acesso está difícil, então vamos nos manter na Série B", complementou o presidente, que vê seu time sem vencer há quatro jogos consecutivos.

Novo nome
José Eduardo Ferreira ainda aproveitou para confirmar o nome que o Guaratinguetá assumirá a partir de 2010, em sua nova sede no interior paulista: Americana Futebol Ltda.


Leia mais sobre: Guaratinguetá Americana estádio Professor Dario Rodrigues Leite Série B

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

Guaratinguetá

Guaratinguetá
Mudança de sede do time vai deixar a cidade paulista orfã de times de futebol

Topo
Contador de notícias