iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

19/10 - 23:46

América-RN vence duelo de desesperados contra o Santo André

As duas equipes têm os mesmos 29 pontos, mas os paulistas seguem à frente pelos critérios de desempate na Série B

Gazeta Esportiva

No duelo entre os dois últimos colocados na Série B do Campeonato Brasileiro, levou a melhor quem atuou ao lado de seus (poucos) torcedores. No Machadão, o América-RN bateu o Santo André por 2 a 0, com gols de Berg e Roni Dias. As duas equipes têm os mesmos 29 pontos, mas os paulistas seguem à frente pelos critérios de desempate.

A situação dos clubes é mesmo alarmante. A má fase dentro do gramado pareceu contagiar todo o estádio, tanto que até o carrinho da maca teve problemas, parou de funcionar e deixou o gramado empurrado por funcionários do estádio.

Na próxima rodada, o Mecão jogará no Canindé, contra a Portuguesa. Já o Santo André buscará a recuperação jogando em casa, diante da Ponte Preta.

O jogo
O desespero dos times refletiu-se dentro do gramado. No início, os jogadores não quiseram saber de estudar o rival e partiram para o ataque, tanto que Vavá levantou a torcida da casa ao levar perigo em chute de fora da área, enquanto Aloísio perdeu ótima oportunidade de abrir o placar para os visitantes, sozinho dentro da área.

Aos poucos, o América-RN foi encaixando contra-ataques e conseguiu abrir o placar aos 32 minutos, com Berg, que invadiu a área pela esquerda, bateu rasteiro e contou com a colaboração do goleiro Júlio César, que deixou a bola passa por baixo de seus braços.

No fim da primeira etapa, o Ramalhão teve grande oportunidade para empatar, mas não conseguiu. Na cobrança de pênalti sofrido por Aloísio em dividida com Carlos Alberto, João Henrique parou nas mãos do goleiro Tuti.

Insatisfeito com a atuação de seu time no fim do primeiro tempo, Dado Cavalcanti mudou o América-RN e colocou Richardson no lugar de Gilberto. O Santo André cresceu e passou a dominar a posse de bola, mas tinha dificuldades para invadir a área. Aos 11, Pio entrou na vaga de João Henrique para auxiliar na troca de passes. Na sequência, os potiguares responderam com Saulo no lugar de Carlos Alberto.

O panorama da partida seguiu inalterado, mas o ritmo ficava cada vez mais lento. Precisando do empate, Jair Picerni fez mais duas mudanças que não surtiram tanto efeito: entraram Altair e Luís nos lugares de Walker e Marques. Já no lado vermelho, Cavalcanti acertou em cheio em sua última mudança, quando trocou Washington por Roni Dias.

Logo depois de entrar, em sua primeira participação, Roni aproveitou ótima jogada de Vélber, recebeu pela direita da área, cortou a marcação e fuzilou o Júlio César, ampliando e definindo o marcador aos 30 minutos: 2 a 0.

No final do jogo, Luís ainda acertou o travessão e deu pequenas esperanças ao Santo André, mas o ânimo da equipe foi sepultado de uma vez por todas quando Gil recebeu cartão vermelho por reclamação e deixou a equipe com um jogador a menos.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias