iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

07/10 - 07:30, atualizada às 17:18 07/10

Com Felipão no banco, Palmeiras tenta superar os traumas contra o ameaçado Avaí
Time precisa afastar o fantasma de sempre jogar mal dentro de casa. Scolari ganha efeito suspensivo e ficará no banco de reservas

Danilo Lavieri, iG São Paulo

O Palmeiras entra em campo nesta quinta-feira, às 21h, contra o desesperado Avaí para acabar com uma série de fantasmas que rondam a equipe. O primeiro é o de vencer dentro de casa. Com Felipão, o time paulista conseguiu apenas 37,5% dos pontos que disputou como mandante, com apenas duas vitórias (uma delas na Arena Barueri), contra 55% de aproveitamento quando esteve longe de São Paulo.

O segundo fantasma que deve ser afastado, aliás, diz respeito ao local. No Pacaembu, estádio do jogo desta quinta-feira, o Palmeiras venceu apenas uma, perdeu três e empatou outras três sob o comando de Felipão. O outro problema para lutar contra é o Avaí: este ano, a equipe catarinense venceu justo na estreia do novo técnico por 4 a 2, com um jogador a menos em campo. Aquela foi a única derrota palmeirense com Scolari no banco jogando fora de casa. 

Além dos “traumas” para serem superados, o Palmeiras também não poderá contar com Danilo, que foi suspenso pelo terceiro cartão amarelo. No seu lugar, Fabrício volta a ganhar uma chance no time. Tinga segue afastado por causa da torça no tornozelo, e Rivaldo deve ser o escolhido de Felipão para compor o meio-campo.

Já Felipão ganhou uma boa notícia nesta quinta-feira. O departamento jurídico do Palmeiras conseguiu um efeito suspensivo e o treinador poderá ficar no banco de reservas comandando a equipe. Ele tinha sido suspenso em razão da expulsão no clássico contra o São Paulo.

"Eu e o Murtosa temos uma grande sintonia e traçamos junto os planos para o jogo durante a semana, já pensamos até nas substituições", avaliou o treinador do Palmeiras na quarta-feira, quando ainda estava suspenso pelo STJD.

Uma vitória deixaria a equipe paulista a sete pontos do arquirrival, o Corinthians. O Palmeiras também pode ficar a seis pontos do G-3 caso o Cruzeiro saia derrotado do jogo contra o Goiás no Serra Dourada. 

Desespero catarinense

Em contrapartida, do outro lado o Avaí precisa desesperadamente da vitória para escapar da incômoda posição que se encontra na tabela, logo acima da zona de rebaixamento. Nos últimos 13 jogos, o time venceu apenas uma, contra o Ceará, por 5 a 0.

Para o jogo, o time de Santa Catarina conta com a volta de Caio e Emerson, mas também sofre com uma série de baixas. Marcinho Guerreiro, Diogo Orlando, Leandro Bonfim, Rafael, Eltinho, Rudnei, Valber e Vandinho não têm condições de jogo por problemas de lesão. Jéferson foi liberado para viajar ao Rio de Janeiro, onde acompanhará o velório de seu avô.

“Está todo mundo focado em sair dessa situação. Sabemos que ter dez jogadores no departamento médico é complicado para um grupo de 35. Quem está fora tem qualidade, mas vamos mostrar que somos um time forte. Daqui a pouco o pessoal volta e ajuda a gente", disse Pará.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS X AVAÍ

Data: 07/10/2010
Local: Pacaembu, São Paulo (SP)
Horário: 21h (de Brasília)
Árbitros: Claudio Francisco Lima e Silva (SE)
Assistentes: Ivaney Alves de Lima e Edmo Oliveira Santos (ambos do SE)

PALMEIRAS
Deola; Vitor, Maurício Ramos, Fabrício e Gabriel Silva; Edinho, Márcio Araújo, Rivaldo, Marcos Assunção e Valdivia; Kleber
Técnico: Luiz Felipe Scolari

AVAÍ
Zé Carlos; Patric, Emerson, Gabriel e Pará; Bruno, Diogo Orlando, Caio e Davi; Robinho e Roberto
Técnico: Edson dos Santos


Leia mais sobre: palmeiras avaí brasileirão felipão

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Agência Estado

Luiz Felipe Scolari

Felipão
Técnico estará no banco de reservas graças a um efeito suspensivo obtido pelo clube

Topo
Contador de notícias