iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

06/10 - 11:31

Belluzzo chora ao receber alvará para obras no Palestra Itália
Presidente foi vistado pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, e se emocionou ao ver o documento

Danilo Lavieri, iG São Paulo

Nesta quarta-feira, o Palmeiras recebeu o alvará para que as obras do Palestra Itália finalmente comecem. O documento foi entregue pelo prefeito da cidade de São Paulo, Gilberto Kassab, que foi visitar o presidente licenciado do clube paulista, Luiz Gonzaga Belluzzo. Internado no Hospital Sírio Libanês após sofrer um cirurgia no coração, o mandatário chorou ao receber o documento.

Após a reunião com a presença de dirigentes do Palmeiras, Kassab comentou sobre o estádio: "viemos aqui no hospital trazer esse presente merecido pro Belluzzo. Trouxemos o documento e já está publicado no Diário Oficial. A partir de hoje o Palmeiras tem permissão pra começar sua nova obra", declarou o prefeito.

O projeto da reforma no Palestra Itália pretende transformar o estádio em um local que atende completamente as normas da Fifa. Com isso, é especulado que o local pode ser utilizado também na Copa do Mundo de 2014, apesar do novo estádio do Corinthians, a ser contruído, ter sido confirmado como sede de São Paulo para a competição.

Questionado sobre o assunto, Kassab foi claro: "Esse estádio é um exemplo e um grande ganho para a cidade de São Paulo. Ele estará habilitado para receber a Copa, mas não para a abertura", disse o prefeito, explicando que o diferencial do projeto corintiano é ter a possibilidade de aumentar sua capacidade de público para 65 mil pessoas, podendo assim receber o jogo que vai abrir o Mundial. A Arena Palestra Itália conseguirá receber 45 mil palmeirenses.

O diretor administrativo do clube paulista, José Cyrillo Júnior, também se manifestou sobre esse assunto: "Nossa expectativa é que tudo fique pronto em meados de 2013, então o estádio já vai estar disponível pra ser sede da Copa das Confederações", disse ele, citando a competição que acontece no Brasil um ano antes da Copa do Mundo.

Cyrillo reforçou ainda que as obras já começam nesta quinta-feira, com a continuação da retirada de cadeiras do local. O próximo grande passo para agilizar o processo será a implosão das arquibancadas numeradas. Todos os setores que hoje ficam ao lado da Rua Turiassú passarão por uma implosão em, no máximo, 30 dias.

Problemas com atraso
Cyrillo também afirmou que o atraso para as obras acabou prejudicando financeiramente o Palmeiras.

A demora acabou tirando praticamente um ano de faturamento que o Palmeiras teria já a partir de 2012. Além disso, a obra ficou 10% mais cara e vai custar cerca de R$ 330 milhões por causa de alguns procedimentos não esclarecidos pelo dirigente.

Outro problema foi a falta de casa para jogar. O Palmeiras teve de alugar o Pacaembu diversas vezes e gasta, pelo menos, R$ 100 mil a cada partida. Uma alternativa encontrada foi jogar na Arena Barueri, onde o gasto fica em apenas 2% da renda.

Fim de longa briga
A entrega do alvará nesta quarta-feira põe fim a uma longa briga. Desde 2009, quando Luiz Gonzaga Belluzzo aprovou o projeto internamente no Palmeiras, o time vem enfrentando problemas com a prefeitura e com a associação de moradores, que era usada de "testa de ferro" pela oposição palmeirense.

Para conseguir o alvará, o clube apelou para a ajuda de dois vereadores (Antônio Carlos Rodrigues e Domingos Dissei) palmeirenses que ajudaram todo o processo junto ao prefeito da cidade e outras secretarias. Um termo de responsabilidade foi desenhado nos bastidores, mas foi rejeitado por falta de poder jurídico.

No dia 24 de setembro, o Cades aprovou os relatórios extra-oficialmente. Depois, a liberação passou a ser válida em termos jurídicos quando foi divulgada no Diário Oficial no dia 29 do mesmo mês. Com todos os documentos aprovados, o otimismo é grande. O Palmeiras promete a Arena de pé antes que o estádio do Corinthians.


Leia mais sobre: Palmeiras Arena Palestra Itália Luiz Gonzaga Belluzzo

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Divulgação

Kassab e Belluzzo no hospital Sírio Libanês. Prefeito foi levar a aprovação da Arena Paletra, em ...

Belluzzo e Kassab
Aprovação da prefeitura para a reforma do estádio demorou, mas finalmente ficou pronta

Topo
Contador de notícias