iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

19/09 - 16:52

Prefeito do Rio não descarta fechamento temporário do Engenhão, diz jornal
"O Dia" publicou que o principal estádio da capital fluminense no momento, com o fechamento do Maracanã, terá que passar por correções em sua cobertura

iG São Paulo

Atual palco de partidas de Botafogo, Fluminense e Flamengo no Campeonato Brasileiro, além do clássico Flamengo e Fluminense, neste domingo, o Estádio Olímpico João Havelange (Engenhão) poderá ser fechado para obras de correção em sua estrutura. A informação é da edição deste domingo do jornal carioca "O Dia".

Segundo o periódico, falhas no projeto da cobertura do estádio arrendado pelo Botafogo poderiam levar ao fechamento temporário para reformas, não descartado pelo prefeito Eduardo Paes. Ele, porém, acha que a medida não deverá ser necessária, pois um cabo de aço, por cima das arquibancadas, poderia reforçar a sustentação da cobertura do estádio, ligando as estruturas que ficam atrás dos gols, nas extremidades norte e sul.

Segundo o prefeito, a construtora do João Havelange já instalou macacos-hidráulicos para reforçar a estrutura do teto e evitar maiores problemas. Paes diz que não há, no momento, qualquer risco para os torcedores. Com o Maracanã em reformas para a Copa do Mundo de 2014, o Engenhão é atualmente a principal praça futebolística do Estado.

Problema no "modelo matemático"
No fim da semana passada, o prefeito do Rio recebeu um relatório preparado pela construtora do estádio e dois consultores, informou "O Dia". De acordo com o laudo, vigas da cobertura estão se flexionando mais do que o previsto. O erro estaria no modelo matemático utilizado para calcular a estrutura do teto, um projeto inédito no mundo. No jargão utilizado no documento, “o modelo matemático não se cumpre”.

A falha fez com que houvesse uma diminuição na capacidade de a cobertura resistir a rajadas de vento. Pelo projeto, seriam suportadas as que atingissem a velocidade de 150 km/h. Esta previsão baixou para de 115 km/h. De acordo com a construtora do estádio, ventos com esta velocidade podem atingir o estádio até duas vezes por ano. Paes determinou a instalação, no Engenhão, de anemômetros — aparelhos que medem a velocidade do vento.


Leia mais sobre: Engenhão Eduardo Paes Botafogo Fluminense Flamengo Maracanã

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

engenhao

Engenhão
Estádio é atual palco de partidas de Botafogo, Fluminense e Flamengo

Topo
Contador de notícias