iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

17/09 - 18:13

Dorival Júnior exige afastamento de Neymar e ameaça pedir demissão
Treinador achou branda a punição no salário do jogador e pediu 15 dias de afastamento ao atacante

Samir Carvalho, iG São Paulo

O técnico Dorival Júnior ameaçou pedir demissão do Santos em uma reunião com a diretoria do clube nesta sexta-feira, no CT Rei Pelé. O treinador considerou branda a punição no ordenado do atacante Neymar e exigiu dos dirigentes o afastamento do jogador por 15 dias. Segundo informações apuradas pelo iG, o treinador ameaçou deixar o cargo, caso a diretoria santista não aceite o pedido.

Dorival, inclusive, pretende que Neymar fique treinando no CT Meninos da Vila, onde trabalham apenas os jogadores das categorias de base do clube. O treinador está recebendo o apoio do dirigente do clube, Fernando Silva, e do auxiliar-técnico Ivan Izzo, que estavam no vestiário após o término do jogo contra os goianos. Como antecipou com exclusividade o IG na ocasião, os dois ficaram indignados com a atitude do jogador no vestiário.

Apesar do time enfrentar o Guarani, neste domingo, no Estádio Brinco de Ouro da Princesa, o treinador não comandou o treino da equipe nesta sexta-feira, no CT Rei Pelé. Dorival Júnior apenas apareceu no gramado para conversar com os jogadores e depois voltou ao Hotel Recanto dos Alvinegros, onde esteve reunido com a diretoria santista.

O técnico santista, inclusive, pediu para cancelar a entrevista coletiva que estava programada para o final da tarde desta sexta-feira, no CT Rei Pelé. O treinador falaria após o zagueiro Edu Dracena, mas não apareceu. A assessoria de imprensa do Santos alegou que Dorival está com indisposição estomacal.

O iG tentou entrar em contato com o técnico, que não está atendendo ligações. O assessor de imprensa do clube, Fabio Maradei, tentou amenizar a situação em sua página do Twitter. "Acabei de falar com o técnico Dorival Júnior em sua sala. Ele está tranquilo apesar dos boatos. Domingo estará no jogo contra o Guarani", disse a assessoria de imprensa do clube no Twitter.

Dorival Júnior foi xingado por Neymar no final do jogo contra o Atlético-GO, na última quarta-feira, na Vila Belmiro, por tê-lo proibido de cobrar um pênalti nos minutos finais da partida. O treinador dará esclarecimentos em entrevista coletiva na manhã deste sábado no CT Rei Pelé. 


Leia mais sobre: santos campeonato brasileiro

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Reprodução

Dorival Júnior, técnico do Santos

A crise continua
Dorival Júnior não comandou o treino no CT Rei Pelé. Ele achou a punição a Neymar muito leve

Topo
Contador de notícias