iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

17/09 - 19:18

Como Ronaldo ajudou o Corinthians na construção do CT

Maior parte do dinheiro usado pelo clube até agora na obra foi gerado pela receita dos patrocínios conseguidos em parceria com o atacante

Marcel Rizzo, iG São Paulo

Ronaldo ajudou o Corinthians a construir o Centro de Treinamento inaugurado nesta sexta-feira, no Parque Ecológico, zona Leste de São Paulo. O atacante não colocou diretamente dinheiro, mas o clube utilizou na obra boa parte da verba de patrocínios casados que fez com o craque desde 2009. Pelo menos 80% dos R$ 15 milhões investidos até o momento no CT foram pagos com parte dos R$ 32 milhões que o clube embolsou em 2010 com os patrocinadores de camisa.

“Usamos apenas dinheiro do Corinthians na obra. Não teve financiamento, empréstimo, nada”, disse o diretor administrativo do clube, André Luiz de Oliveira, que gerenciou o projeto junto com o chefe do departamento médico, Joaquim Grava. Este, inclusive, deu nome ao CT porque o clube não conseguiu arrumar uma empresa para bancar o “naming rigts” (o parceiro pagaria para dar nome ao local).

Gazeta Press
Ronaldo treina no CT corintiano inaugurado na zona Leste da capital

Somente com os patrocínios da Hypermarcas (das marcas Bozzano, Assim e Avanço), do Banco Panamericano (do Grupo Silvio Santos) e com a telefônica TIM o Corinthians faturou cerca de R$ 50 milhões em 2010. Só que R$ 18 milhões foram para a empresa R9, de Ronaldo, como consta no contrato entre o clube e o jogador. Do restante, R$ 32 milhões, o Corinthians colocou ao menos R$ 12 mi desta quantia na obra.

“Não interessa com o dinheiro de quem Corinthians construiu seu CT”, disse o presidente Andrés Sanchez.

O valor gasto até o momento causou até uma saia-justa entre os dirigentes do clube. Sanchez disse que foram gastos R$ 19 milhões até o momento, Joaquim Grava entre R$ 10 milhões e R$ 12 milhões. Oliveira, que cuidou da parte financeira, garantiu que foram R$ 15 milhões e que essa diferença é porque alguns pagamentos importantes foram atualizados nas últimas semanas. Sanches, segundo Oliveira, já antecipou gastos.

O CT vai custar ao todo R$ 27 milhões. Ainda precisa ser construído o hotel que será usado como concentração dos jogadores e para a pré-temporada, um heliponto, a capela e toda a estrutura do departamento de futebol amador (como alojamentos e vestiários), já que os garotos migrarão do CT de Itaquera. O terreno será usado para a construção do estádio.

Doações
O Corinthians teve ajuda de algumas empresas, que doaram material para a construção do CT. Os nomes não foram divulgados. A terra que o clube usou na terraplanagem, por exemplo, era obtido de uma maneira curiosa: Luiz de Oliveira visitava construções de prédios no bairro do Tatuapé, na zona Leste e próximo à sede do Parque São Jorge, e pedia a doação de terra que sobrava nas obras. Parte do material de construção também foi doado.


Leia mais sobre: Corinthians Ronaldo Joaquim Grava

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

CT do Corinthians

CT
Imagem de Ronaldo no Centro de Treinamento corintiano

Topo
Contador de notícias