iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

15/09 - 21:29

Palmeiras vence Grêmio e estraga festa de aniversário no Olímpico
Ewerthon e Marcos Assunção marcam os gols da vitória palmeirense fora de casa; Jonas diminuiu para os gaúchos

Danilo Lavieri, iG São Paulo

O Palmeiras surpreendeu o Grêmio e venceu por 2 a 1 em pleno Olímpico lotado. No dia em que a festa era para ser dos gremistas por causa do aniversário de 107 anos, Ewerthon e Marcos Assunção foram os donos do jogo. O atacante sofreu a falta que originou o primeiro gol na cobrança de falta do meia. No segundo gol, foi a vez do volante colocar a bola na cabeça de Ewerthon, que não deu chances para Victor.

A etapa inicial foi surpreendentemente controlada pelo Palmeiras, que conseguiu mostrar um bom posicionamento dentro de campo e trocava passes de uma maneira que seu torcedor não estava acostumado a ver nos últimos jogos. No segundo tempo, o Grêmio sofreu com a falta de inspiração de Douglas, insistia nas jogadas aéreas e consagrou a defesa paulista. Ainda conseguiu diminuir depois de um bate-cabeça da zaga palmeirense com Jonas.

Assista aos gols da partida

O resultado marca a segunda vitória do Palmeiras fora de seus domínios, e a quarta derrota gremista dentro de casa. Além disso, Felipão segue invicto contra o Grêmio comandando o time do Palestra Itália. Essa foi a primeira vitória palmeirense no Olímpico desde 2000, quando bateu os gaúchos com um gol de Thiago Matias e ainda via Ronaldinho Gaúcho dentro de casa.

A vitória foi a chamada de seis pontos para o Palmeiras, que estava empatado com o Grêmio na tabela. Agora, o time paulista fica com 29 pontos a oito pontos do Botafogo, o primeiro time do G-4, contra os 26 do Grêmio, que segue rondando a zona de rebaixamento. A notícia ruim para os vencedores fica por conta das suspensões de Kleber e Edinho, que tomaram o terceiro cartão amarelo e não encaram o São Paulo no clássico de domingo. O Grêmio joga contra o Avaí na Ressacada também no domingo.


O jogo
A posse de bola começou equilibrada, mas o Palmeiras era melhor na armação de jogadas. A primeira, aos 5 minutos, foi uma tentativa de Tinga fazer um gol de bicicleta após cruzamento de Vitor. A bola saiu fraca e Victor dominou sem problemas. Em seguida, um minuto depois, Márcio Araújo chutou de dentro da área por cima da meta gremista. Os lances acordaram o Grêmio, que respondeu com Jonas chutando a bola na rede pelo lado de fora de Deola quase aos 8 
minutos da etapa inicial.

Mesmo assim o Palmeiras era melhor. Aos 13 minutos, Ewerthon sofreu falta na intermediária e já saiu comemorando, parecendo saber o que viria na cobrança. Marcos Assunção cobrou a infração de maneira perfeita, no ângulo de Victor, e abriu o placar para os gritos da pequena torcida palmeirense presente no Olímpico tomado pelos gremistas um minuto depois.

O gol deu mais confiança ao Palmeiras. Aos 25 minutos, Ewerthon recebeu bolta pela esquerda e buscou o gol com um chute cruzado. Victor praticou bela defesa, impedindo que o placar aumentasse. Um minuto depois, o Grêmio chegou perto de empatar. André Lima subiu mais alto que todo mundo e acertou cabeçada para  ótima espalmada de Deola. O Grêmio continuava em busca do empate. Gabriel aproveitou falha na saída de bola do Rivaldo, chutou cruzado e levantou a torcida gaúcha aos 36 minutos. E foi só, o 1º tempo terminava com a vitória parcial dos visitantes e com vaias dos gremistas.

O segundo tempo mal começou e a torcida do palmeirense voltou a comemorar. Aos 3 minutos, Marcos Assunção cruzou na cabeça de Ewerthon, que colocou a bola no fundo das redes de Victor sem nenhuma chance para o goleiro. Foi o sétimo gol do camisa 88 no Campeonato Brasileiro, o artilheiro palmeirense no Nacional. A resposta gremista veio aos 9 minutos, com mais uma cabeçada de Jonas que passou à direita de Deola.

Buscando velocidade pela esquerda para aproveitar também os espaços deixados por Vitor, que subia muito, Renato Gaúcho colocou Lúcio no lugar de Fábio Santos. Quatro minutos depois, resolveu abrir o time e tirou o volante Adilson para colocar Roberson. Pelo menos na armação de jogadas, as substituições deram certo. O Grêmio passou a apresentar mais atitude ofensiva, mas sofria com a pouca inspiração de Douglas. Percebendo que seu time estava acuado dentro de campo, Felipão resolveu trocar armas ofensivas. Tirou Ewerthon e colocou Valdivia.

O Grêmio continuava melhor em campo, mas parecia não encontrar seu melhor futebol. Por isso, exagerava nas jogadas aéreas e não via a zaga adversária falhar. 

Na primeira tentativa por baixo, Jonas fez bela jogada chutando a bola de fora da área. O juiz marcou escanteio para o Grêmio. Na cobrança, o ataque gremista desviou e acertou a trave.

Os donos da casa buscavam de todos os jeitos o gol, mas não conseguiam balançar as redes adversárias. Para tentar segurar a vitória, Felipão tirou Tinga, que estava totalmente sumido em campo, e colocou Pierre. A partir daí o time paulista controlava a situação e só esperava o apito final de Gutemberg de Paula. Em uma jogada de escanteio, a zaga ainda bateu cabeça, e Jonas deu pequenas esperanças para sua torcida, que acreditou por mais dois minutos em vão.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 1 X 2 PALMEIRAS

Data
: 15/09/2010, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Local: Estádio Olímpico, Porto Alegre (RS)
Árbitro: Gutemberg de Paula Fonseca (RJ/Aspirante Fifa)
Assistentes: Ricardo de Almeida (RJ) e Guilherme Dias Camilo (MG)

GOLS
Grêmio: Jonas, aos 47 min do 2º T
Palmeiras: Marcos Assunção, aos 14 min do 1º T, Ewerthon, aos 3 min do 2º T

CARTÕES AMARELOS:
Grêmio: Souza, Lúcio e André Lima
Palmeiras: Márcio Araújo, Kleber, Valdivia e Edinho

GRÊMIO: Victor, Gabriel, Neuton, Paulão, Fábio Santos (Lúcio), Fábio Rochemback, Adilson (Roberson), Souza (Maylson), Douglas, Jonas e André Lima
Técnico: Renato Gaúcho

PALMEIRAS: Deola, Vitor, Danilo, Maurício Ramos e Rivaldo; Tinga, Edinho, Márcio Araújo e Marcos Assunção; Kleber e Ewerthon (Valdivia)
Técnico: Luiz Felipe Scolari


Leia mais sobre: palmeiras grêmio olímpico

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


AE

Marcos Assunção

Marcos Assunção
Meio-campista comemora com o banco de reservas palmeirense o primeiro gol da equipe

Topo
Contador de notícias