iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

09/09 - 01:20

Questões sobre 'sacanagens' no Vitória irritam Toninho Cecílio

Treinador participa de bate-boca na sala de imprensa após o empate por 1 a 1 contra o Palmeiras

Gazeta Esportiva

O empate diante do Palmeiras está longe de tranquilizar a situação de Toninho Cecílio no Vitória. Após o jogo desta quarta-feira no Barradão, o técnico chegou, inclusive, a bater boca com jornalistas no momento em que foi questionado sobre o comprometimento do elenco no seu trabalho.

"Os atletas jogaram como gente grande, como há um problema? É uma pergunta amadora, que mexe com o caráter dos jogadores. Você está dizendo apenas que existe chance de sacanagem da parte dos atletas", disparou Toninho Cecílio a uma jornalista.

O empate em casa deixa o Vitória com apenas 23 pontos em 20 rodadas, na modesta 15ª colocação. O perigo da zona de rebaixamento é uma incômoda realidade em Salvador. Ainda assim, Toninho Cecílio dá um voto de confiança ao elenco.

"Quando cheguei, a situação era pior, estávamos somente um ponto acima da zona de rebaixamento (hoje são cinco de vantagem). Estou com dedicação total de fazer o Vitória voltar a vencer. Tenho certeza que voltaremos a vencer", prometeu o treinador.

Toninho Cecílio também acabou criticado por suas alterações contra o Palmeiras, sobretudo pela entrada do zagueiro Reniê no lugar do meio-campista Bida aos 19 minutos do segundo tempo. O comandante do Vitória rechaça, contudo, uma postura defensiva.

"Sou formado, desde os juvenis, em times grandes, fui capitão do Palmeiras. Faz parte do meu cotidiano vencer adversários como Corinthians ou Internacinal. Estamos tentando. Às vezes, você coloca um zagueiro para empurrar os dois alas", justificou o ex-zagueiro dos anos 80 e 90.


Leia mais sobre: toninho cecílio vitória campeonato brasileiro

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias