iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

31/08 - 07:30

Com a abertura, São Paulo ganha convenção e Centro de Imprensa
Prefeitura e governo do Estado esperam entregar centro de convenções no distrito de Pirituba a tempo para receber os dois eventos considerados importantes pela quantidade de turistas que geram

Marcel Rizzo, iG São Paulo

Na reunião em que foi decidido que o estádio que o Corinthians pretende construir no distrito de Itaquera, zona lesta da capital, será o representante paulista na Copa do Mundo de 2014 (e possivelmente receberá a abertura), o prefeito Gilberto Kassab e o governador Alberto Goldman receberam confirmação de Ricardo Teixeira, presidente da CBF e do COL (Comitê Organizador Local), de que São Paulo receberá a convenção da Fifa, antes do Mundial, e o Centro de Mídia.

Segundo relatou ao iG assessor diretor de Kassab, o distrito de Pirituba, na zona norte da capital, que esteve cotado para receber o estádio, será o local escolhido para receber os dois eventos que são considerados pontos altos da Copa do Mundo para o turismo. A convenção recebe delegação das 32 seleções classificadas meses antes do evento e o Media Center (Centro de Imprensa) dezenas de jornalistas de todo o mundo que ficam apenas em uma cidade durante toda a Copa.

“O centro de convenções de Pirituba será o maior da América Latina. Por questões de licitação, de alvarás, não haveria tempo hábil para se construir um estádio no local até 2013 (para a Copa das Confederações) e 2014. Mas a Odebrecht, que fez todo o levantamento, diz que a obra é viável financeiramente”, disse o prefeito Gilberto Kassab, Coincidentemente, a Odebrecht é também a parceira do Corinthians na obra do estádio que será erguido em Itaquera.

A prefeitura e o governo do Estado de São Paulo, que formarão uma parceria para a criação do centro de convenções, correrão contra o tempo para entregar parte da obra até 2013 para pode receber a convenção e o Centro de Imprensa.

A Fifa vai exigir que além do espaço físico, o acesso ao local seja fácil, ou haja acomodações suficientes próximo, principalmente por causa dos jornalistas que terão que usar o local diariamente. A linha 6 do metrô, a laranja, que ligará a zona norte com o centro da cidade não tem previsão de passar por Pirituba, que teria como opção o metrô de superfície.

O Centro de Imprensa recebe jornalistas de todo o mundo e equipes das áreas técnicas de TVs e rádios que transmitem o evento. É de lá, por exemplo, que narradores acompanham jogos, o chamado “tubo”, de partidas as quais sua empresa não tem cabine no estádio (direito que custa caro).

Além de São Paulo, o Rio de Janeiro, que será sede da final, e Belo Horizonte, que sonhava com a abertura, queriam receber tanto a convenção quanto o Centro de Mídia. Caso o projeto do estádio do Corinthians não consiga ser ampliado para 60 mil pessoas (atualmente é para 48 mil), como deseja a Fifa, São Paulo abriria mão da abertura e perderia os dois eventos.


Leia mais sobre: Corinthians Copa do Mundo 2014 estádio Corinthians

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

corinthians estadio

Estádio
Marco Polo Del Nero, Andrés Sanchez, Gilberto Kassab e Alberto Goldman em evento em Itaquera

Topo
Contador de notícias