iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

29/08 - 20:33

Vaiado, Atlético-PR empata com Grêmio na Arena

Com o resultado, time gaúcho fica na zona de rebaixamento, em 17º lugar, com 16 pontos. Já a equipe curitibana fica, com este placar, em 12º, com 21

Gazeta Esportiva

O Atlético-PR não conseguiu manter sua sequência de vitórias. O time empatou por 1 a 1 com o Grêmio na Arena da Baixada, em partida equilibrada no primeiro tempo e dominada pelos gaúchos no segundo. Maikon Leite abriu o placar para o time da casa, mas o zagueiro Vilson empatou.

Assista aos gols da partida


O Atlético-PR, na próxima rodada, seguirá jogando na Arena da Baixada. A equipe receberá o Ceará, quarta-feira, às 22h. Já o Grêmio enfrenta o Guarani, no mesmo dia, às 19h30, no Olímpico.

O jogo (veja o lance a lance)

O Grêmio estreou dois reforços na Arena da Baixada. Gabriel, lateral direito, e Gílson, que é lateral esquerdo de origem, mas atuou improvisado como segundo volante. O esquema 4-4-2 foi mantido pelo técnico Renato Gaúcho. No Atlético-PR, a novidade foi a confirmação de Branquinho como titular da equipe, bem como do zagueiro Manoel.

Após um começo de jogo estudado, o Grêmio teve a primeira chance de gol. As combinações entre Souza e Jonas eram a principal força ofensiva gaúcha na primeira etapa. Aos 11 minutos, o meia escapou da marcação e serviu Jonas. O atacante cortou duas vezes a marcação, mas chutou por cima do gol de Neto, com perigo. A chegada assustou o Atlético-PR e animou o Tricolor, que passou a dominar a partida, aproveitando o excesso de passes errados do time paranaense.

Sete minutos depois, Jonas recebeu novamente de Souza, mas Manoel evitou o gol desviando para escanteio. No lance seguinte, em contra-ataque, Maikon Leite aproveitou falha da zaga e soltou uma bomba, espalmada por Victor, na primeira chegada do Atlético-PR. A segunda foi aos 25, quando Bruno Mineiro subiu mais que a zaga e tocou de cabeça por cima do travessão.

Aos 28 minutos, mais uma vez Souza lançou Jonas, que chutou de fora da área para boa defesa de Neto. Um minuto depois, o meia deixou o atacante novamente livre para arrancar rumo ao gol, mas Wagner Diniz se recuperou na velocidade e desarmou o camisa 7 gremista.

Mesmo melhor em campo, o Grêmio sofreu um gol aos 35 minutos. Em furada de Fábio Rochemback, a zaga gaúcha parou e Maikon Leite entrou livre na área para abrir o placar. Completamente perdido em campo, o time de Renato Gaúcho quase tomou o segundo aos 37, mas Branquinho parou em Victor. Um minuto depois, novamente o arqueiro gremista salvou, espalmando chute forte de Bruno Mineiro. Para completar o terrível momento, o Grêmio ainda via Avaí e Fluminense levarem viradas, naquele instante, de Atlético-GO e São Paulo, rivais na ponta de baixo da tabela.

Para o segundo tempo, Renato Gaúcho buscou corrigir a marcação colocando Adilson, que estava há três semanas fora do time por lesão, no lugar de Gílson, que não teve boa atuação em sua estreia. Mais consistente no meio-campo, o Grêmio foi outro na etapa final, mais agressivo e equilibrado.

O jogo começou quente no segundo tempo. Logo aos dois minutos, Paulo Baier arriscou com perigo de fora da área. Um minuto depois, o time gaúcho teve um gol anulado. Em escanteio batido por Douglas, Jonas desviou e Borges, impedido, marcou. A assistente Katiuscia Mendonça assinalou corretamente a irregularidade. Aos seis minutos, nova polêmica: Vilson acertou Maikon Leite dentro da área, mas Djalma Beltrami não marcou o pênalti.

Aos oito minutos, Borges fez corta-luz e deixou Jonas livre. O atacante fintou a marcação, mas chutou por cima. Depois de tanto insistir, o Grêmio chegou ao empate aos 14 minutos. Após cruzamento preciso de Leandro, que recém entrara no lugar de Souza, Vilson subiu mais que a zaga e venceu o goleiro Neto: 1 a 1.

Após o empate, o Atlético-PR veio para cima na busca da vitória, enquanto o Grêmio passou a se fechar e explorar contra-ataques. Aos 22, o time gaúcho quase virou o jogo: Borges limpou a jogada e arriscou de fora da área. A bola roçou o poste esquerdo. O time gaúcho passou a pressionar. Quatro minutos depois, Fábio Rochemback levantou para a área, a bola passou por todo mundo e quase entrou.

Na pressão, o Grêmio tomou conta do campo adversário. Aos 30 minutos, Gabriel fez grande jogada, mas Rhodolfo salvou na pequena área, aos pés de Jonas, que estava pronto para ir às redes. O Atlético-PR só levou perigo aos 38, quando Paulo Baier chutou de fora da área para defesa em dois tempos de Victor. Dois minutos depois, Baier bateu falta rapidamente e Branquinho entrou livre, mas não dominou corretamente e foi neutralizado pela marcação.

Aos 42 minutos, Leandro arriscou de fora da área, Neto fez grande defesa e mandou a escanteio. Foi o último lance de perigo do jogo. Nos minutos finais, Renato Gaúcho colocou o zagueiro Neuton em campo e segurou a tentativa de pressão do Atlético-PR, segurando o empate fora de casa. Ao final, os torcedores atleticanos mostraram sua insatisfação com o resultado e a atuação da equipe através de vaias.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-PR 1 x 1 GRÊMIO

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 29 de agosto de 2010, domingo
Horário: 18h30 (de Brasília)
Renda: R$ 305.380,00
Público: 20.009 espectadores
Árbitro: Djalma José Beltrami Teixeira (RJ)
Assistentes: Katiuscia Mayer Berger Mendonça (Fifa-ES) e Lilian da Silva Fernandes Bruno (RJ)
Cartão amarelo: Olberdam, Paulinho e Manoel (Atlético-PR); Gílson, Gabriel e Fábio Santos (Grêmio)
Gols:
ATLÉTICO-PR: Maikon Leite, aos 35 minutos do primeiro tempo
GRÊMIO: Vilson, aos 14 minutos do segundo tempo

ATLÉTICO-PR: Neto; Wagner Diniz, Manoel, Rhodolfo e Paulinho; Deivid, Olberdam (Guerrón), Branquinho e Paulo Baier; Maikon Leite (Vítor) e Bruno Mineiro (Nieto)
Técnico: Paulo César Carpeggiani

GRÊMIO: Victor; Gabriel, Vilson, Rafael Marques e Fábio Santos; Fábio Rochemback, Gílson (Adilson), Souza (Leandro) e Douglas (Neuton); Jonas e Borges
Técnico: Renato Gaúcho.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


AE

vilson

Vilson
De cabeça, zagueiro gremista garantiu o empate na Arena Baixada contra o Atlético-PR

Topo
Contador de notícias