iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

29/08 - 20:53

Rogério Ceni chega a 90 gols na carreira e quebra jejum

Goleiro empatou para o São Paulo, em cobrança de falta, quando a equipe perdia por 1 a 0 na partida disputada no Maracanã

Gazeta Esportiva

O estádio do Maracanã, palco tão histórico do futebol pentacampeão mundial, ganhou mais um capítulo especial neste domingo, especialmente para o torcedor do São Paulo. No confronto diante do Fluminense, o goleiro Rogério Ceni anotou o 90º gol da sua carreira e, de quebra, quebrou um jejum de seis meses sem assinalar um tento de falta.

Aos 33 minutos do primeiro tempo, o camisa 1 tricolor cobrou a infração com categoria, no canto esquerdo de Fernando Henrique. O goleiro do Fluminense, surpreendido pela batida do rival, apenas observou a bola balançar as redes do estádio Mário Filho.

A comemoração do goleiro ficou marcada como a primeira em um período de mais de 180 dias. O último gol de Rogério Ceni havia sido no dia 25 de fevereiro, quando o São Paulo perdeu para o Once Caldas, em confronto válido pela Copa Libertadores da América.

O tento aproximou o goleiro dos 100 gols na carreira, disparando ainda mais na artilharia entre os arqueiros de todo o mundo. Já com 37 anos, Rogério Ceni apontou a marca como o principal objetivo para o final da carreira. Depois do confronto, o camisa 1 não escondeu a felicidade pela grande atuação.

"Fico muito feliz de ter marcado gol hoje (domingo) e deixado minha marca na última partida que provavelmente farei aqui no Maracanã. Fico contente de encerrar minha participação aqui desse jeito, já que na Copa provavelmente não estarei mais jogando", decretou o goleiro são-paulino, ainda no gramado do Maracanã.

Apesar de se aproximar da marca de 100 gols e ter uma atuação brilhante, inclusive ao defender um pênalti cobrado por Washington e evitar a vitória do Flu, Rogério Ceni procurou focar a recuperação do São Paulo no Campeonato Brasileiro como prioridade - o Tricolor do Morumbi ocupa a 15ª colocação, com 19 pontos.

"Defendi pênalti e fiz dois gols. Mas, as marcas pessoais só contam quando você está bem, aí você se pode dar ao luxo de valorizar essas marcas. Na situação que estamos, temos que esquecer, pois estamos em um lugar na tabela que o São Paulo não costuma estar", completou o goleiro.


Leia mais sobre: Rogério Ceni São paulo

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias