iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

29/08 - 20:38

Fluminense e São Paulo empatam em noite de Rogério Ceni

Goleiro marcou um gol de falta e ainda defendeu um pênalti quando a partida estava empatada em 2 a 2

Gazeta Esportiva

O líder Fluminense recebeu um São Paulo em situação difícil neste domingo à noite no Maracanã, e enfrentou muitas dificuldades para empatar em 2 a 2 depois de tomar uma virada no primeiro tempo. Rogério Ceni, autor do primeiro gol dos paulistas, e defendendo um pênalti no segundo tempo, foi o grande nome do jogo.

O Fluminense, que foi inteiramente dominado na etapa inicial, abriu o placar com Deco no início do jogo. Ceni empatou e Fernandão virou um minuto depois. Na segunda etapa, os cariocas reagiram e empataram com Leandro Euzébio, de cabeça.

Assista aos gols da partida


O resultado mantém o Fluminense na liderança isolada do brasileirão com 37 pontos, enquanto o São Paulo aparece na 15ª posição com 17 pontos.

O Fluminense volta a atuar na próxima quarta-feira, no Maracanã, diante do Palmeiras. Já o São Paulo entra em campo na quinta contra o Atlético Goianiense, no Morumbi.


O jogo - veja como foi, lance a lance, a partida no Maracanã
O São Paulo iniciou a partida tentando encurralar o Flu em seu campo, mas o Fluminense não se intimidou. Antes que a pressão são-paulina surtisse qualquer efeito, os comandados de Muricy Ramalho abriram o placar. Aos nove minutos, o argentino Conca enfiou em profundidade para o lateral Júlio César, que cruzou para trás para Deco arrematar e marcar pela primeira vez com a camisa do Flu.

Mesmo sofrendo o gol, o São Paulo continuou melhor em campo, e chegava com freqüência ao gol adversário. Logo depois da saída de bola, quase chegou ao gol de empate num chute de Fernandinho, que Leandro Euzébio salvou em cima da linha.

Desprotegida, a defesa do Flu sofria com os constantes avanços paulistas. Aos 15, Jean arrisca da entrada da área e a bola vai no canto direito e Fernando Henrique espalma. Aos 22, outra chegada perigosa do São Paulo. Júnior César limpa o marcador e bate perto do ângulo direito de Fernando Henrique. No minuto seguinte, foi a vez de Júnior César se livrar da marcação e buscar o ângulo direito de Fernando Henrique, mas a bola saiu pela linha de fundo.

O Fluminense errava muitos passes e o São Paulo mantinha o domínio do confronto, mas o jogo ficou mais truncado e caiu de produção depois da metade do primeiro tempo. Mas aos 34, em dois lances seguidos, o placar passou a refletir o que acontecia em campo.

Primeiramente, Rogério Ceni cobrou falta da entrada da área, no canto esquerdo de Fernando Henrique, e empatou a partida. Após a saída, o Tricolor paulista recuperou a bola. Richarlyson levantou para a área, Fernando Henrique saiu do gol e não achou nada. Bem posicionado, Fernandão entrou de cabeça para virar o placar.

O São Paulo ainda teve uma chance de ampliar antes do intervalo. A zaga do Flu bobeou na saída de bola, mas Fernandão não soube aproveitar.

No intervalo, Muricy tratou de fazer correções na equipe, que levava um banho em campo. Rodriguinho entrou na vaga de Belletti, que fez um péssimo primeiro tempo, e mudou o jogo. Com um minuto, o Flu quase empata. Rodriguinho pegou uma sobra e chutou no canto, obrigando Rogério Ceni a fazer excelente defesa.

O segundo tempo era o oposto do primeiro, com o Flu encurralando o São Paulo em busca do empate.

Aos 6, a bola é cruzada na área do São Paulo, a defesa assiste e Conca entra livre de marcação, mas cabeceia para fora. Três minutos depois, Mariano cruza na pequena área e Rodriguinho cabeceia rente ao poste de Rogério Ceni.

A pressão Tricolor rendeu frutos aos 15 minutos. Conca cobra falta e levanta na área. O zagueiro Leandro Euzébio sobe e testa para o fundo das redes, levantando a torcida no Maracanã.

Embalado com o gol, o Flu continuou apertando, e o São Paulo sentiu a reação. Aos 21, Rogério Ceni cometeu falha grosseira na saída de bola e entregou um presente para Rodriguinho. O atacante, entretanto, concluiu mal e perdeu a chance da virada.

Aos 26, o goleiro são-paulino se redime salvando um pênalti. Deco disputa na área com Richarlyson, que toca a mão na bola. Washington vai para a cobrança e Ceni voa no canto esquerdo para fazer a defesa.

Rogério Ceni se consolida como o nome do jogo aos 36, quando salvou o São Paulo mais uma vez. O lateral Júlio césar recebeu de Washington e soltou a bomba, mas o goleirão estava lá para defender.

O São Paulo teve sua chance de voltar à frente no placar aos 41, quando, num contra-ataque, Richarlyson tocou para Marcelinho entrar livre e concluir para fora.

Milton Trajano

FICHA TÉCNICA: FLUMINENSE 2 x 2 SÃO PAULO

Local: Estádio Mário Filho (Maracanã), no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 29 de agosto de 2010, domingo
Horário: 18h30 (de Brasília)
Renda: R$ 702.780,00
Público: 25.518 pagantes (32.804 presentes)
Árbitro: Leandro Vuaden (Fifa-RS)
Assistentes: Carlos Berkenbrock (Fifa-SC) e Roberto Braatz (Fifa-PR)
Cartões amarelos: Mariano (Fluminense); Marcelinho (São Paulo)

Gols: FLUMINENSE: Deco, aos nove minutos do primeiro tempo; Leandro Euzébio, aos 14 minutos do segundo tempo; SÃO PAULO: Rogério Ceni, aos 34, e Fernandão, aos 35 minutos do primeiro tempo

FLUMINENSE: Fernando Henrique, Mariano, Leandro Euzébio, André Luis e Julio César; Diogo, Fernando Bob, Diogo, Belletti (Rodriguinho), Deco e Darío Conca; Washington
Técnico: Muricy Ramalho

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Jean, Xandão, Renato Silva (Jorge Wagner), Miranda e Junior Cesar; Rodrigo Souto, Richarlyson e Marcelinho; Fernandinho (Marlos) e Fernandão (Cleber Santana)
Técnico: Sergio Baresi


Leia mais sobre: Fluminense São Paulo

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Vipcomm

rogério ceni gol de falta fluminense x são paulo

Rogério Ceni
Goleiro marcou seu gol de número 90 na carreira ao fazer o primeiro do São Paulo contra o Flu

Topo
Contador de notícias