iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

27/08 - 13:52

Após mea-culpa, Sanchez provoca São Paulo e exibe vídeo com bambi
Presidente do Corinthians diz que sua responsabilidade é não deixar que tenha jogo da Copa do Mundo de 2014 no Morumbi

Gazeta Esportiva

Depois de ensaiar um discurso politicamente correto para uma plateia de estudantes na manhã desta sexta-feira e fazer um mea-culpa, Andrés Sanchez, presidente do Corinthians, voltou a provocar o São Paulo. Além de manifestar o desejo de ver o Morumbi fora da Copa de 2014, ele exibiu um vídeo com o rival representado por um bambi.

No discurso aos estudantes, Sanchez contou rapidamente sua trajetória de vida e como chegou ao cargo de presidente do Corinthians. Durante a palestra, ele se referiu à rixa com o São Paulo e citou o tumulto no setor de visitantes do Morumbi após o empate por 1 a 1, no Campeonato Paulista de 2009.

"Eu me considero corresponsável por aquele pisoteamento. Como dirigente, aprendi naquele dia a ser mais responsável com as minhas atitudes e declarações, porque você não tem controle sobre a massa e ela pode se revoltar. Naquele dia, Deus evitou um massacre", declarou.

Após a partida, os torcedores corintianos entraram em confronto com a PM e mais de 20 pessoas ficaram feridas. Irritado com o incidente nas arquibancadas e com a limitação da carga de ingressos imposta pelo São Paulo nos jogos no Morumbi, Sanchez voltar ao estádio apenas como visitante.

"Todo mundo sabe que eu tenho uma sacanagem com o São Paulo e da minha briga com o Juvenal (Juvêncio, presidente do rival). O Corinthians é grande, mas não existe sem o próximo e o próximo não existe sem o Corinthians", afirmou Andrés Sánchez, antes de apresentar um vídeo institucional.

Desatualizado, o filme mostra o goleiro Felipe vibrando e uma promoção para os jogos da "Libertadores no ano do centenário". Além de exaltar a gestão do atual presidente, o vídeo exibe desenhos de um porco, de uma baleia e de um bambi em posição de derrotados em referência a Palmeiras, Santos e São Paulo, respectivamente.

Esta não é a primeira vez que o Corinthians usa a personagem criada pelos estúdios Disney para provocar o São Paulo. Em um vídeo exibido na festa de 99 anos do clube, um gavião passava a bola entre as pernas de um veado, com calçados rosa, vestido com um uniforme semelhante ao do São Paulo.

Na manhã desta sexta-feira, após a exibição do vídeo, aplaudido pelos estudantes, Andrés Sanchez passou a responder perguntas da plateia e deixou a diplomacia de lado. Questionado por uma jovem sobre suas principais responsabilidades no cargo de presidente do Corinthians, voltou a provocar o São Paulo.

"Em primeiro lugar, é não deixar que tenha jogo da Copa do Mundo de 2014 no Morumbi. Depois, é garantir que (a cidade de) São Paulo não fique fora da Copa do Mundo e receba o jogo de abertura", afirmou Sanchez, que tem laços estreitos com Ricardo Teixeira, presidente da CBF.

O Morumbi surgiu como principal candidato para sediar o jogo de abertura do Mundial de 2014. No entanto, já foi descartado oficialmente pela Fifa. Atualmente, o palco da Copa na capital paulista permanece indefinido e o Canindé foi o último a entrar no páreo.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias