iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

22/08 - 20:39

Na estreia de Deco, Flu empata com o Vasco e segue líder

Com o empate, equipe comandada por Muricy Ramalho chegou aos 33 pontos e viu vantagem para o Corinthians cair para dois

Gazeta Esportiva

Vasco e Fluminense empataram por 2 a 2 em partida disputada na noite deste domingo, no Maracanã, diante de 80 mil pessoas, recorde de público do Campeonato Brasileiro. O resultado manteve o time das Laranjeiras, que não perde há 12 jogos, na liderança da competição com 33 pontos ganhos, enquanto o Vasco chegou a 21 pontos na nona posição. O time de São Januário manteve uma invencibilidade de nove partidas.

Deco entrou aos 20 minutos do segundo tempo, teve uma atuação discreta e conseguiu desperdiçar uma chance incrível para marcar, quando recebeu na pequena área e chutou por cima. O placar fez justiça ao empenho demonstrado pelas duas equipes, principalmente na primeira etapa. No segundo tempo, os times começaram correndo muito mas depois de se acomodaram com o empate.

Na próxima rodada, o Vasco vai encarar o São Paulo no Morumbi, enquanto o Fluminense enfrentará o Goiás no Serra Dourada.

Veja os gols

O jogo
O clássico começou em alta velocidade principalmente por parte do Fluminense, que tentava explorar a lateral esquerda onde Felipe reencontrava a posição que lhe consagrou no início da carreira. E logo aos 2 minutos, Fernando Prass teve trabalho para defender uma cabeçada de Emerson.

Aos 6 minutos, o Fluminense marcou seu primeiro gol. Em cobrança de escanteio provocado por jogada de Mariano, Conca colocou a bola na cabeça de Gum que testou com violência, Prass defendeu parcialmente e o mesmo Gum apareceu para pegar o rebote e chutar para colocar a bola nas redes vascaínas.

O gol desnorteou o Vasco, que quase sofreu o segundo gol aos 10 minutos, quando Washington escorou de cabeça e Conca entrou batendo de primeira. O goleiro vascaíno fez grande defesa, mandando a bola para escanteio.

O Vasco adiantou suas linhas para pressionar a defesa adversária, e PC Gusmão tirou Felipe da lateral e colocou Nilton mais recuado para vigiar as arrancadas de Mariano.

Aos 27 minutos, o Vasco teve sua primeira chance em chute de Felipe que foi desviado para escanteio. Na cobrança, Carlos Alberto, livre na pequena área, perdeu grande oportunidade.

O time dirigido por Muricy Ramalho passou a errar muito na saída de bola e Conca, encarregado de municiar o ataque, quase não conseguia receber bolas para armar as jogadas.

Aos 37 minutos, Carlos Alberto dominou na intermediária e fez um passe perfeito para Eder Luís que entrou entre os zagueiros e tocou na saída do goleiro Fernando Henrique, empatando a partida.

O Fluminense voltou para o segundo tempo em cima da defesa vascaína. Logo no primeiro minuto, Júlio César bateu forte de esquerda e Fernando Prass mandou para escanteio.

Quando tudo indicava que o Fluminense chegaria ao segundo gol, o Vasco desempatou aos 4 minutos. Em outra grande jogada, Carlos Alberto ganhou dividida de Diguinho e lançou Fagner no meio da zaga para penetrar e fuzilar no canto direito de Fernando Henrique.

Em desvantagem no marcador, o Fluminense partiu para o ataque, mas apelava muito para as jogadas aéreas, facilitando o trabalho da dupla Dedé e Fernando. Aos 14 minutos, Felipe estava com a bola dominada na grande área, mas bobeou e perdeu a bola para Emerson. Ele cruzou, Zé Roberto demorou a aliviar e foi desarmado por Júlio César, que chutou para empatar a partida.

O time de Muricy Ramalho voltou a se motivar na partida, enquanto o Vasco encontrava dificuldades em fazer a bola chegar ao ataque por causa dos erros de passes dos volantes Rafael Carioca e Nilton. Carlinhos e Alan entraram na equipe vascaína para tentar dar mais força ao meio-campo.

Aos 28 minutos, Muricy decidiu promover a estreia de Deco, só que foi o Vasco quase chegou ao gol: aos 29, quando Fagner demorou demais a chutar e acabou desarmado. Depois dos 30 minutos, os dois times pareciam satisfeitos com o resultado e passaram a procurar as jogadas com mais lentidão. Com a entrada de Deco, Conca recuou um pouco no meio-campo.

Aos 40 minutos, Deco perdeu ótima chance de dar a vitória ao Fluminense ao chutar por cima quando estava livre na pequena área. No último lance importante do clássico, Carlos Alberto driblou toda a defesa adversária e tocou no canto. A bola acabou saindo.

Milton Trajano

FICHA TÉCNICA
VASCO 2 x 2 FLUMINENSE

Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 22 de agosto de 2010, domingo
Público: 80.080 presentes(66.757 pagantes)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (Fifa-RJ)
Assistentes: Dibert Pedrosa (Fifa-RJ) e Rodrigo Joia (RJ)
Cartão Amarelo: Fernando, Zé Roberto, Carlinhos(Vas); Leandro Euzébio, Gum, Diogo, Emerson(F);
Gols:
VASCO: Eder Luís aos 37 minutos do primeiro tempo; Fagner aos quatro minutos do segundo tempo
FLUMINENSE: Gum aos seis minutos do primeiro tempo, Júlio César aos 14 minutos do segundo tempo.

VASCO: Fernando Prass, Fagner, Dedé, Fernando e Felipe (Carlinhos); Rafael Carioca, Nilton, Rômulo (Allan) e Carlos Alberto; Zé Roberto (Jonathan) e Eder Luís
Técnico: Paulo César Gusmão

FLUMINENSE: Fernando Henrique; Gum, Leandro Euzébio e André Luis; Mariano, Diogo, Diguinho (Deco), Conca e Julio Cesar; Emerson e Washington (Fernando Bob)
Técnico: Muricy Ramalho


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

deco

Deco
Recém-contratado pelo Fluminense, meio-campista jogou pela primeira vez pelo time

Topo
Contador de notícias