iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

17/08 - 12:15

STJD quer explicações de Neymar por declarações no Twitter

A frase polêmica foi: "Juiz ladrão vai sair de camburão", que teria sido postada durante o jogo Vitória x Santos

Gazeta Esportiva

O STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) vai cobrar explicações do atacante Neymar, pelas declarações publicadas em seu Twitter oficial (@njr92), durante a partida em que o Santos foi derrotado pelo Vitória, por 4 a 2, no último domingo, no Barradão. O procurador-geral do STJD, Paulo Schmidt, não gostou do que viu na página pessoal do jogador no site, com uma ofensa ao árbitro daquele confronto, Sandro Meira Ricci, e quer ouvir a versão de Neymar para o caso.

A frase que teria causado polêmica foi: "Juiz ladrão vai sair de camburão". Minutos mais tarde, o próprio camisa 11, que não atuou por conta de uma lesão na coxa direita, apagou a mensagem do Twitter, dizendo que não tinha sido ele quem havia digitado a frase.

Em razão disso, Schmidt pretende ouvir as explicações de Neymar sobre o episódio. "Não quero acreditar que um atleta de seleção brasileira ia escrever uma bobagem dessas. Como foi no mesmo período que ocorreu a invasão do Twitter do Mano Menezes (técnico da seleção), ele tem que provar que isso ocorreu no microblog dele. Se não provar, pode ser enquadrado com a pena mínima de quatro partidas de suspensão", disse o procurador, em entrevista ao "Sportv".

No entanto, Paulo Schmidt garantiu que, por enquanto, o STJD ainda não pode falar em indiciamento de Neymar nesse caso. "O Twitter não é o meio mais eficaz para que o STJD possa punir alguém. A gente ainda não está falando em denúncia, processo e muito menos em punição, mas vamos averiguar o contexto da sequência das conversas e das afirmações no Twitter do Neymar para poder chegar em algum lugar. Vamos aguardar", afirmou.


Leia mais sobre: Neymar Twitter Brasileirão

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Divulgação

Neymar, atacante do Santos, durante treino da equipe no CT Rei Pelé, em Santos, no dia 16/8/2010

Neymar
Atacante disse que não foi ele quem escreveu a frase e, logo depois, a apagou do microblog

Topo
Contador de notícias