iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

15/08 - 17:54

Fluminense vence fácil reservas do Inter e dispara na liderança

Com gols de Mariano, Washington e Emerson, time comandado por Muricy Ramalho venceu o Inter e colocou quatro pontos de vantagem na lideranças

Gazeta Esportiva

No duelo entre o líder do Brasileirão e o quase campeão da Libertadores, o Fluminense aproveitou o fato de o Inter atuar com apenas dois titulares e venceu fácil por 3 a 0. Os gols da vitória tricolor foram marcados por Mariano, Washington e Emerson. Quase 60 mil pessoas compareceram ao Maracanã, segundo maior público do Campeonato Brasileiro até agora.

Com esse resultado, o Fluminense, que apresentou o meia Deco à sua torcida minutos antes do jogo, dispara na liderança do Brasileirão, chegando a 32 pontos. O time gaúcho, que tem um jogo a menos, estacionou nos 20 pontos.

O próximo compromisso do Flu é domingo, contra o Vasco. Já o Inter enfrenta o Atlético-GO, no mesmo dia, e não terá Rafael Sobis, expulso. Quarta-feira, o Colorado decide a Libertadores contra o Chivas. Ambos os jogos serão no Estádio Beira-Rio.

Assista aos gols do Fluminense no jogo


O jogo - veja como foi, lance a lance, a partida no Maracanã 
O técnico Celso Roth surpreendeu e escalou o meia Tinga desde o início da partida, já para dar-lhe ritmo jogo visando ao segundo jogo da final da Libertadores, contra o Chivas, quarta-feira que vem.

Com isso, o Inter entrou no esquema 3-6-1, com o meio-campo bastante povoado. Everton ficou de fora inclusive do banco, e Rafael Sobis foi o único atacante colorado em campo. A ideia era liberar Tinga e Andrezinho para juntarem-se a Sobis sempre que possível.

A estratégia funcionou nos primeiros minutos. Com superioridade numérica no meio-campo, o Colorado teve mais posse de bola. A primeira grande chance veio aos 10 minutos, quando Andrezinho aproveitou erro da zaga e tentou encobrir Fernando Henrique com um chute de longe, mas o goleiro fez grande defesa de mão trocada.

Aos poucos, porém, o Flu foi crescendo no jogo. Através de boas jogadas criadas por Emerson, passou a ameaçar o gol de Renan. Aos 19 minutos, Mariano recebeu lançamento longo e arriscou de fora da área. A bola desviou em Fabiano Eller e enganou o goleiro do Inter, abrindo o placar no Maracanã.

Três minutos depois, Fabiano Eller e Renan se atrapalharam, e o Flu ganhou escanteio. Na cobrança de Conca, Washington subiu entre Glaydson e Eller e, num testaço, ampliou: 2 a 0. Empurrado pela torcida inflamada, o Fluminense quase marcou o terceiro aos 24: Conca, num só toque, tirou toda a zaga do Inter e ingressou na área. Ronaldo Alves conseguiu se recuperar a tempo e evitou o gol.

Com grande vantagem no placar, o Tricolor diminuiu o ritmo. Sem qualidade e entrosamento, o Inter pouco ameaçou o gol de Fernando Henrique, esfriando o jogo. Aos 35 minutos, o meia Tinga, com dores no músculo posterior da coxa, foi substituído por Oscar, ex-São Paulo, que fez sua estreia pelo time gaúcho.

Para o segundo tempo, Celso Roth manteve a estrutura com três zagueiros, apenas trocando Fabiano Eller, de má atuação e sob ameaça de expulsão, por Juan. O jogo continuou no mesmo ritmo do fim da etapa inicial, com os gaúchos tentando tomar a iniciativa e os cariocas fazendo apenas o suficiente para manter a vantagem.

Mesmo precisando do gol, Roth colocou o volante Derley em campo aos 12 minutos, no lugar de Oscar, que havia entrado bem e melhorado a ligação do meio com o ataque. Dois minutos depois, o castigo: Conca puxou contra-golpe e deixou Emerson na cara de Renan para fazer o terceiro e matar o jogo.

Após este duro golpe, o Internacional, desprovido de capacidade de criar, se viu dominado pelo Fluminense, que poderia ter ampliado após sucessivas chances de gol. O time de Muricy Ramalho chegou a protestar um pênalti aos 24 minutos, quando Juan tocou involuntariamente com a mão na bola dentro da área. O árbitro Wilson Luiz Seneme ignorou as reclamações.

No finalzinho do jogo, Rafael Sobis entrou de forma violenta em Leandro Euzébio e foi expulso por Seneme. Será desfalque para a próxima rodada, quando o Inter receberá o Atlético-GO, em Porto Alegre.

Milton Trajano

FICHA TÉCNICA: FLUMINENSE 3 x 0 INTERNACIONAL

Local: Estádio Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data: 15 de agosto de 2010, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (Fifa-SP)
Assistentes: Ednilson Corona (Fifa-SP) e Herman Vani (SP)
Público: 59.056
Renda: R$ 1.062.990,00
Cartões amarelos: Diogo (Fluminense); Fabiano Eller, Juan, Wilson Mathias e Sorondo (Internacional)
Cartão vermelho: Rafael Sobis (Internacional)

Gols:
FLUMINENSE: Mariano, aos 19 minutos, e Washington, aos 22 minutos do primeiro tempo. Emerson, aos 14 minutos do segundo tempo;

FLUMINENSE: Fernando Henrique; Gum, Leandro Euzébio e André Luís; Mariano, Diogo (Equi González), Diguinho, Conca (Marquinho) e Júlio César; Emerson (Rodriguinho) e Washington.
Técnico: Muricy Ramalho

INTERNACIONAL: Renan; Ronaldo Alves, Sorondo e Fabiano Eller (Juan); Daniel, Glaydson, Wilson Mathias, Tinga (Oscar) (Derley), Andrezinho e Leonardo; Rafael Sobis.
Técnico: Celso Roth


Leia mais sobre: Fluminense Internacional

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Photocamera

fluminense vence inter

Mariano
Lateral marcou o primeiro gol do time carioca na partida, e abriu caminho para a vitória por 3 a 0

Topo
Contador de notícias