iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

13/08 - 14:03

Especial: conheça os 20 times do Campeonato Espanhol
Difícil prever uma Liga espanhola sem o tradicional protagonismo de Barcelona e Real Madrid polarizando a briga pelo título. Em compensação, a disputa pelas vagas nos torneios europeus costuma ser garantia de emoção entre boas equipes. Embora seja o atual bicampeão, o clube catalão ostenta bem menos conquistas nacionais do que o grande rival da capital: 31 a 20

Bruno Pessa, iG São Paulo

BRIGAM PELO TÍTULO

Barcelona

Cidade: Barcelona
Fundação: 1899
Títulos: 20
Colocação em 2009/10:

Manteve a base comandada pelo ex-jogador Josep Guardiola nas duas últimas temporadas, embora Ibrahimovic estivesse envolvido em especulações de saída. A perda mais significativa foi de Touré, que vinha jogando com muito mais freqüência do que Márquez e Henry. E trouxe nada mais nada menos do que um dos artilheiros da última Copa do Mundo, Villa. Queria muito tirar Fábregas do Arsenal, mas talvez só consiga trazer Mascherano, do Liverpool, em troca da cessão de Hleb. Favorito ao tri.

Time-base: Valdés; Daniel Alves, Piqué, Puyol e Abidal (Adriano); Busquets, Xavi e Iniesta; Messi, Ibrahimovic (Pedro) e Villa. Técnico: Josep Guardiola

Brasileiros: Daniel Alves (LD), Maxwell (LE), Adriano (LE)

Transferências:
Chegaram: David Villa (A, Valencia), Adriano (LE, Sevilla), Martín Cáceres (Z, Juventus-ITA), Victor Sánchez (Z, Xerez), Aliaksandr Hleb (M, Stuttgart-ALE)
Saíram: Yaya Touré (V, Manchester City-ING), Thierry Henry (A, New York Red Bulls-EUA), Rafa Márquez (Z, New York Red Bulls-EUA), Dmitro Chygrynskiy (Z, Shakhtar Donetsk-UCR), Henrique (Z, Racing Santander), Keirrison (A, Santos)

_____________________________________

Real Madrid

Cidade: Madri
Fundação: 1902
Títulos: 31
Colocação em 2009/10:

Desta vez não contratou nenhum jogador galáctico, depois do estardalhaço criado em torno de Kaká e Cristiano Ronaldo no ano passado. A mais nova estrela está no banco de reservas e se chama José Mourinho. Cabe a ele desbancar o Barça e recolocar os merengues no caminho dos títulos, sem as referências dos últimos anos Raúl e Guti, mas com uma base entrosada e os bons reforços de Khedira, Ricardo Carvalho e Di María. Depois de tentar trazer Maicon e Thiago Silva, ainda não desistiu de ter Ozil.

Time-base: Casillas; Sérgio Ramos, Ricardo Carvalho, Pepe e Marcelo; Xabi Alonso, Özil (Khedira), Dí Maria (Van der Vaart) e Kaká; Cristiano Ronaldo e Higuaín (Benzema). Técnico: José Mourinho

Brasileiros: Kaká (M), Marcelo (LE)

Transferências:
Chegaram: José Mourinho (T, Inter de Milão-ITA), Sami Khedira (V, Stuttgart-ALE), Ricardo Carvalho (Z, Chelsea-ING), Angel Di María (M, Benfica -POR), Sergio Canales (M, Racing Santander), Pedro León (M, Getafe), Antonio Adán (A-Real Madrid B), Özil (M, Werder Bremen-ALE).
Saíram: Christoph Metzelder (Z, Schalke-ALE), Raúl González (A, Schalke-ALE), Guti Hernandez (V, Besiktas-TUR)

_____________________________________

COADJUVANTES

Athletic Bilbao

Cidade: Bilbao
Fundação: 1898
Títulos: 8
Colocação em 2009/10:

Fiel à tradição de contar apenas com jogadores do País Basco, a equipe fez um bom Campeonato Espanhol 2009/2010. Mas para esta temporada, terá de conviver com a ausência do artilheiro Etxeberría pela primeira vez em 15 anos.

Time-base: Iraizoz; Iraola, San José, Murillo e Koikili; Javi Martínez, Gurpegi, Susaeta e Muniain; Igor Martínez e Llorente. Técnico: Joaquín Caparroz

Brasileiros: nunca tem

Transferências:
Chegaram: Mikel San José (Z, Liverpool-ING), Mikel Balenziaga (Z, Numancia), Igor Martínez (M, Alavés), Iker Muniain (A)
Saíram: Joseba Etxeberría (A), Fran Yeste (M, Al Wasl-EAU), Iñaki Muñoz (M, Cartagena), Iban Zubiaurre (Z, Albacete)

_____________________________________

Atlético de Madri

Cidade: Madri
Fundação: 1898
Títulos: 9
Colocação em 2009/10:

Busca uma temporada menos oscilante, depois de começar a última muito mal, caindo na fase de grupos da Liga dos Campeões, e se recuperar na reta final, conquistando o título da Liga Europa. Conseguiu o que parecia mais difícil: segurar o uruguaio Diego Forlán, eleito pela Fifa o melhor jogador da Copa 2010. Com Godín e Filipe Luís como boas novidades, tem tudo para buscar um lugar entre os quatro primeiros, para voltar à Champions.

Time-base: De Gea; Ujfalusi, Perea, Domínguez (Godín) e Filipe Luís; Raúl García, Mario Suárez, Agüero e Forlán; Simão e Jurado. Técnico: Quique Sánchez Flores

Brasileiros: Filipe Luís (LE), Paulo Assunção (V), Diego Costa (A)

Transferências:
Chegaram: Filipe Luís (LE, La Coruña), Diego Godin (Z, Villarreal), Fran Mérida (M, Arsenal-ING), Mario Suárez (M, Mallorca), Diego Costa (A, Valladolid)
Saíram: Germán Pacheco (A, Independiente-ARG), Roberto Jiménez (G-Benfica), Pablo Ibáñez (Z, West Bromwich-ING), Mariano Pernía (Z)

_____________________________________

Deportivo La Coruña

Cidade: La Coruña
Fundação: 1906
Títulos: não tem
Colocação em 2009/10: 10º

Com campanha mediana na última liga nacional, tenta reaparecer entre os seis primeiros para retornar ao cenário europeu – no início da década, teve bons desempenhos na Liga dos Campeões da Europa. Perdeu um dos dois brasileiros que continha no elenco, o lateral-esquerdo Filipe Luís, cujas boas atuações o levaram par a seleção brasileira dirigida por Dunga antes da última Copa do Mundo.

Time-base: Aranzubia (Munúa); Manuel Pablo, Lopo, Diego Colotto e Stopira; Antonio Tomás (Juca), Guardado (Míchel), Valerón e Juan Rodríguez; Adrián e Rubén Castro. Técnico: Miguel Ángel Lotina

Brasileiros: Juca (V)

Transferências:
Chegaram: Rubén Pérez (M, Atletico de Madri), Saul (M, Elche), Urreta (M, Benfica-POR), Michel (Z, Valencia)
Saíram: Filipe Luís (LE, Atlético de Madri), Iván Pérez (M, Ponferradina), Alex Bergantiños (M, Granada), Brayan Angulo (Z, Leixões-POR)

_____________________________________

Españyol

Cidade: Barcelona
Fundação: 1900
Títulos: não tem
Colocação em 2009/10: 11º

Principal rival do Barcelona dentro do território catalão, o tradicional clube azul-grená tenta ficar na metade de cima da tabela de classificação. Contratou o brasileiro Felipe Mattioni, revelação do Grêmio que não se firmou no Milan, e o argentino Jesús Dátolo, que teve algumas oportunidades na seleção comandada por Diego Maradona. No entanto, não conta mais com o maior artilheiro de sua história, Raúl Tamudo, agora no Real Sociedad.

Time-base: Kameni; Felipe Mattioni (Jordi Amat), Moisés, Victor Ruíz e David García; De la Peña, Verdú, Jesús Dátolo e Luís García; Osvaldo e Iván Alonso. Técnico: Mauricio Pochettino

Brasileiros: Felipe Mattioni (LD)

Transferências:
Chegaram: Felipe Mattioni (LD, Mallorca), Jesús Dátolo (M, Napoli-ITA), Osvaldo (A, Bolonha-ITA), Galán (Z, Girona)
Saíram: Facundo Roncaglia (Z), Iván Pillud (D), Roman Martínez (M, Tigre-ARG), Raúl Tamudo (A, Real Sociedad)

_____________________________________

Getafe

Cidade: Getafe (grande Madri)
Fundação: 1983
Títulos: não tem
Colocação em 2009/10:

Jovem clube, fez ótima campanha para o time do qual dispunha na última temporada, alcançando a Liga Europa. A meta deve ser repetir o feito e alcançar a fase de grupos do torneio europeu, o que pode motivar o elenco, carente de nomes que se sobressaiam após a saída do artilheiro Soldado. Destaque para o meia ganês Derek Boateng, que fez parte da boa campanha do país africano na Copa do Mundo.

Time-base: Codina, Miguel Torres, Cata Díaz, Marcano e Mané; Casquero, Jaime Gavilán, Mosquera e Derek Boateng; Arizmendi e Colunga (Manu). Técnico: Miguel González (Míchel)

Brasileiros: não tem

Transferências:
Chegaram: Javier Arizmendi (A, Zaragoza), Adrián Colunga (A, Recreativo Huelva), Pedro Mosquera (M, Real Madrid), Borja Fernández (V, Valladolid)
Saíram: Joffre Guerrón (A, Atlético-PR-BRA), Pedro León (M, Real Madrid), Roberto Soldado (A, Valencia), David Belenguer (Z, Betis), Miguel Pallardó (V, Levante)

_____________________________________

Mallorca

Cidade: Palma de Mallorca
Fundação: 1916
Títulos: não tem
Colocação em 2009/10:

Deposita suas esperanças no banco de reservas, onde agora está o dinamarquês Michael Laudrup, que volta a treinar um clube espanhol. Além do ex-jogador, que fez história no país, chegou apenas o volante holandês De Guzmán, o que parece muito pouco. Tem interesse nos brasileiros Rivaldo, veterano que se desligou do Bunyodkor (Uzbequistão), e Thiago Alcântara, filho de Mazinho e destaque da seleção espanhola sub-19. Fora de campo, tenta voltar à Liga Europa, depois de ter sido excluído pela Uefa por problemas financeiros.

Time-base: Aouate; Josemi, Nunes, Ramis e Ayoze; Martí, Mario Suárez, De Guzmán e Castro; Victor e Webó. Técnico: Michael Laudrup

Brasileiros: não tem

Transferências:
Chegaram: Michael Laudrup (T), Jonathan de Guzmán (V, Feyenoord-HOL)
Saíram: Felipe Mattioni (LD, Espanyol), Mario Suárez (M, Atlético de Madri), Borja Valero (M-Villarreal)

_____________________________________

Sevilla

Cidade: Sevilha
Fundação: 1905
Títulos: 1
Colocação em 2009/10:

O maior feito foi manter a base da boa equipe, com a valorização do futebol espanhol após a Copa do Mundo. Tenta segurar Luís Fabiano, assediado primeiro pelo Milan e mais recentemente pelo Olympique de Marselha. O time se conhece há um bom tempo, tem nomes experientes e uma dupla eficiente de atacantes. Repetir a colocação na zona de classificação para a Liga dos Campeões parece um desafio palpável. No plano europeu, tenta ir além das oitavas da Champions, marca obtida em 2009/2010.

Time-base: Palop; Dabo, Squillacci, Escudé e Dragutinovic; Zokora, Renato, Jesús Navas e Capel (Romaric); Kanouté e Luís Fabiano. Técnico: Antonio Álvarez

Brasileiros: Renato (V), Luís Fabiano (A)

Transferências:
Chegaram: Javier Chevanton (A, Atalanta), Luca Cigarini (M, Nápoli-ITA), Alejandro Alfaro (M, Tenerife), Mouhamadou Dabo (Z, Saint Etienne-FRA), Tiberio Guarente (M, Atalanta-ITA)
Saíram: Adriano (LE, Barcelona), Tom de Mul (M, Standard Liège-BEL), José Ángel Crespo (Z, Padova-ITA), Emiliano Armenteros (Z, Rayo Vallecano), Marius Stankevicius (Z, Sampdoria-ITA)

_____________________________________

Valencia

Cidade: Valencia
Fundação: 1919
Títulos: 6
Colocação em 2009/10:

Deve encontrar dificuldade para repetir a última campanha e terminar como “o melhor do resto”, na terceira colocação. A janela do verão europeu lhe rendeu importantes perdas, como os selecionáveis e campeões do mundo Villa, Silva e Marchena, além do atacante Zigic e do volante Baraja. Das várias contratações que fez, poucos nomes são conhecidos e muitas apostas ainda precisam provar seu valor. Não vai ter vida fácil na Liga dos Campeões.

Time-base: César; Miguel, Del Horno, Ricardo Costa e Alba; Mehmet Topal, Alberto Costa, Pablo Hernández, Joaquín e Mata; Soldado (Aduriz). Técnico: Unai Emery

Brasileiros: não tem

Transferências:
Chegaram: Ricardo Costa (Z, Wolfsburg-ALE), Mehmet Topal (M, Galatasaray-TUR), Alberto Costa (V, Montpellier-FRA), Roberto Soldado (A, Getafe), Sofiane Feghouli (A, Grenoble-FRA), Hugo Viana (M, Braga-POR), Sunny (M, Betis), Aritz Aduriz (A, Mallorca), Asier Del Horno (Z, Valladolid)
Saíram: David Villa (A, Barcelona), David Silva (M, Manchester City-ING), Nikola Zigic (A, Birmingham-ING), Carlos Marchena (Z, Villarreal), Rubén Baraja (V), Renan (G, Inter-BRA), Michel Herrero (M, La Coruña)

_____________________________________

Villarreal

Cidade: Villarreal
Fundação: 1946
Títulos: não tem
Colocação em 2009/10:

Fez menos do que o elenco poderia produzir na temporada passada, alcançando o sétimo lugar, embora esteja ganhando, até aqui, a vaga que o Mallorca perdeu na Liga Europa por problemas financeiros. Não conta mais com o meia francês Pires, depois de várias temporadas, nem com os uruguaios Godín e Eguren, que estiveram com a seleção celeste terceira colocada no Mundial sul-africano. Recebeu, voltando de empréstimo, o norte-americano Altidore, que deve brigar por uma vaga no ataque com o brasileiro Nilmar.

Time-base: Diego López; Ángel López, Gonzalo, Marchena e Capdevilla; Marcos Senna, Bruno, Cani e Cazorla (Borja Valero); Rossi e Nilmar (Altidore). Técnico: Juan Carlos Garrido

Brasileiros: Marcos Senna (V), Nilmar (A)

Transferências:
Chegaram: Jozy Altidore (A, Hull City-ING), Borja Valero (M, Mallorca), Dorian Dervite (Z, Tottenham-ING).
Saíram: Robert Pires (M), Sebastián Eguren (V, Sporting Gijón), Damián Escudero (V, Boca Juniors), Diego Godín (Z, Atlético de Madri), Ariel Ibagaza (M, Olympiacos-GRE)

_____________________________________

Zaragoza

Cidade: Saragoça
Fundação: 1932
Títulos: não tem
Colocação em 2009/10: 14º

Vice-campeão espanhol em 1974/1975 e campeão da Recopa Europeia em 1994/1995, conquistou seis Copas do Rei e participou de vários torneios continentais. Porém, atualmente não deve ir além de uma posição mediana no campeonato, na melhor das condições. Conta com o veterano Edmilson, campeão mundial pelo Brasil em 2002.

Time-base: Leo Franco (Doblas); Diogo, Pavón, Contini e Babic (Obradovic); Edmilson, Gabi (Songo'o), Ander, Lafita e Jorge López; Braulio (Marco Pérez). Técnico: José Aurelio Gay

Brasileiros: Edmilson (V)

Transferências:
Chegaram: Alex Sánchez (G, Barcelona B), Leo Franco (G, Galatasaray-TUR), Franck Songo’o (V, Real Sociedad)
Saíram: Javier Arizmendi (A, Zaragoza), Abel Aguillar (M, Hércules)

_____________________________________

BRIGAM PARA NÃO CAIR

Almería

Cidade: Almería
Fundação: 1989
Títulos: não tem
Colocação em 2009/10: 13º

Com apenas 21 anos de idade, terá muita dificuldade para superar a melhor campanha de sua história no Campeonato Espanhol, o oitavo lugar da temporada 2007/2008. Tem dois brasileiros que devem ser titulares: o goleiro Diego Alves e o lateral-esquerdo Michel Machado.

Time-base: Diego Alves; Michel Macedo, Carlos García, Acasiete e Jakobsen; Corona, Mbami e Valeri (Luque); Piatti, Ulloa e Crusat. Técnico: Juan Manuel Lillo

Brasileiros: Diego Alves (G), Michel Machado (LD)

Transferências:
Chegaram: Marcelo Silva (Z, Danubio-URU), Valeri (M, Porto-POR), Luque (M, Barcelona B) e Jakobsen (LE, Aalborg-DIN)
Saíram: Chico (Z, Genoa-ITA), Guilherme (LE, Valladolid), Esteban Solari (A)

_____________________________________

Hércules

Cidade: Alicante
Fundação: 1914
Títulos: não tem
Colocação em 2009/10: Vice-campeão da 2ª divisão

Promovido após 13 anos na divisão de acesso do futebol espanhol. Tem como maior êxito na liga espanhola principal a quinta colocação na temporada 1974/1975. Vai ter que suar bastante para se manter na primeira divisão em 2011/2012.

Time-base: Calatayud; Juanra, Abraham Paz, Rodríguez e Peña; Farinós, Fritzler, Tote e Sendoa (Abel Aguillar); Thomert e Portillo. Técnico: Esteban Vigo

Brasileiros: não tem

Transferências:
Chegaram: Abel Aguillar (M, Zaragoza), Fritzler (M, Lanús-ARG)
Saíram: Jorge Alonso (M, Valladolid)

_____________________________________

Levante

Cidade: Valencia
Fundação: 1909
Títulos: não tem
Colocação em 2009/10: 3º colocado da 2ª divisão

Acumula apenas cinco participações na primeira divisão espanhola, em pouco mais de 100 anos de história, tendo obtido uma 10ª colocação como melhor desempenho de sempre. Na última temporada, conseguiu o acesso na derradeira rodada, marcando o mesmo número de pontos que o Bétis, que acabou em quarto lugar e não subiu. Não deve ter vida fácil contra os times mais fortes do país.

Time-base: Manolo Reina; Cerra, Robusté, Héctor Rodas e Juanfran; Pallardó, Marc Mateu, Juanlu, Xavi Torres e Xisco Nadal; Rafa Jordá (Stuani). Técnico: Luis García Plaza

Brasileiros: não tem

Transferências:
Chegaram: Miguel Pallardó (V, Getafe), Xavi Torres (M, Málaga), Christian Stuani (A, Reggina-ITA).
Saíram: Dani Carril (LE, Las Palmas)

_____________________________________

Málaga

Cidade: Málaga
Fundação: 1948
Títulos: não tem
Colocação em 2009/10: 17º

No máximo, conseguiu dois sétimos lugares em sua história na liga espanhola. Foi o último time a escapar do rebaixamento na temporada passada, somando apenas um ponto a mais do que Valladolid e Tenerife, relegados à segunda divisão. A vinda do técnico português Jesualdo Ferreira, além dos brasileiros Galatto e Sandro Silva, dá a esperança de um ano menos preocupante.

Time-base: Arnau (Galatto); Jesús Gámez, Manu Torres, Iván González e Mtiliga; Sandro Silva, Fernando, Apoño e Juanito; Rondón e Eliseu. Técnico: Jesualdo Ferreira

Brasileiros: Galatto (G), Sandro Silva (V)

Transferências:
Chegaram: Galatto (G, Litex Lovech-BUL), Sandro Silva (V, Botafogo), Jesualdo Ferreira (T, Porto-POR), Eliseu (A, Lazio-ITA), Rondón (A, Las Palmas)
Saíram: Xavi Torres (M, Levante), Miguel Ángel (M), Pere Martí (M, Castellón)

_____________________________________

Osasuña

Cidade: Pamplona
Fundação: 1920
Títulos: não tem
Colocação em 2009/10: 12º

Seus melhores desempenhos de sempre na elite espanhola, em 90 anos de história, aconteceram nas temporadas 1990/1991 e 2005/2006, quando ficou na quarta colocação. Mas se permanecer na primeira divisão por mais um ano, já pode se dar por satisfeito.

Time-base: Ricardo (Riesgo); Damiá, Sergio, Miguel Flaño e Monreal; Rúper, Puñal, Juanfran, Soriano e Calleja; Camuñas (Lekic). Técnico: José Antonio Camacho

Brasileiros: Rovérsio (Z)

Transferências:
Chegaram: Lekic (A, Estrela Vermelha-SÉR), Damiá (Z, Betis), Soriano (M, Almería), Asier Riesgo (G, Real Sociedad)
Saíram: César Azpilicueta (LD, Olympique de Marselha-FRA), Dady (A, Bucapsor-TUR)

_____________________________________

Racing Santander

Cidade: Gijón
Fundação: 1913
Títulos: não tem
Colocação em 2009/10: 16º

Vice-campeão no longínquo campeonato de 1930/1931, mais recentemente foi semifinalista da Copa do Rei por duas ocasiões (2007/2008 e 2009/2010). Conseguiu a renovação do contrato de empréstimo do zagueiro brasileiro Henrique, ex-Coritiba e Palmeiras, que pertence ao Palmeiras e fez parte da primeira convocação de Mano Menezes na seleção brasileira. Tenta não sofrer com a zona do rebaixamento.

Time-base: Coltorti (Toño); Francis, Torrejón, Henrique e Christian (Cisma); Lacen, Diop, Arana e Bakircioglu; Munitis e Tchité (Ariel). Técnico: Miguel Ángel Portugal

Brasileiros: Henrique (Z)

Transferências:
Chegaram: Cisma (Z, Almería), Bakircioglu (M, Ajax-HOL), Ariel Nahuelpan (A, Coritiba-BRA)
Saíram: Sergio Canales (M, Real Madrid), Juanjo Expósito (A, Wattford-ING)

_____________________________________

Real Sociedad

Cidade: San Sebastián
Fundação: 1909
Títulos: não tem
Colocação em 2009/10: Campeão da 2ª divisão

Outro time basco, permaneceu 40 anos seguidos na primeira divisão, até que caiu em 2006/2007 e agora está de volta à elite. Tem no goleiro chileno Bravo, que esteve na Copa do Mundo, seu líder em campo e maior destaque. Com reforços de boa rodagem no futebol espanhol (Tamudo e Llorrente) e promessas como o francês Griezmann, tem boas chances de seguir entre os principais clubes do país.

Time-base: Claudio Bravo (Zubikarai); De la Bella, Ansotegi, Mikel González e Carlos Martínez; Rivas, Aranburu, Zurutuza e Paco Sutil; Tamudo (Griezmann) e Joseba Llorente. Técnico: Martín Lasarte

Brasileiros: não tem

Transferências:
Chegaram: Raúl Tamudo (A, Espanyol), Joseba Llorente (A, Villarreal), Paco Sutil (M, Elbar)
Saíram: Franck Songo’o (V, Zaragoza), Asier Riesgo (G, Osasuña)

_____________________________________

Sporting Gijón

Cidade: Gijón
Fundação: 1905
Títulos: não tem
Colocação em 2009/10: 15º

Vai para sua terceira participação seguida na primeira divisão, depois de dez participações consecutivas na divisão de acesso. Historicamente, já conseguiu um vice-campeonato espanhol, assim como dois vices na Copa do Rei e seis presenças em competições continentais. Entretanto, não aspira a algo muito distante do que evitar uma nova queda. Destaque para o uruguaio Eguren, que esteve na Copa 2010, e o experiente Nacho Novo.

Time-base: Juan Pablo; Sastre, Botía, Gregory e Canella (José Ángel); Portilla, Eguren, Luis Morán, Rivera (Ayoze) e De las Cuevas (Sangoy); Nacho Novo. Técnico: Manolo Preciado

Brasileiros: não tem

Transferências:
Chegaram: Sebastián Eguren (V,Villarreal), Nacho Novo (A-Glasgow Rangers-ESC)
Saíram: Francisco Maldonado (A, Cartagena), Gerard Autet (Z)


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias