iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

01/08 - 20:40

Com reservas e fora de casa, Santos derrota Prudente. Veja gols

Equipe do interior de São Paulo perdeu dois pênaltis contra o Santos e acabou sendo derrotada por 2 a 1; Rodriguinho e Danilo marcaram belos gols para os santistas - assista no vídeo abaixo

Gazeta Esportiva

De olho na final da Copa do Brasil - contra o Vitória, quarta-feira, no Barradão -, o Santos enfrentou o Prudente, neste domingo, no Estádio Prudentão, pelo Campeonato Brasileiro, com uma equipe quase que totalmente reserva. As únicas exceções ficaram por conta do goleiro Rafael e do lateral esquerdo Léo. E, mesmo assim, os santistas fizeram uma grande partida e contaram com a sorte também, pois os prudentinos perderam dois pênaltis, para vencer por 2 a 1.

Com mais esse triunfo, o seu segundo consecutivo, o Santos chegou aos 18 pontos e pulou para a sétima posição do Brasileirão. Já o Prudente permanece com 14 pontos ganhos, na 14° colocação.

Agora, antes de pensar no seu próximo compromisso pelo Brasileirão, contra o Internacional, no próximo domingo, às 16 horas (horário de Brasília), na Vila Belmiro, os santistas terão antes a oportunidade de garantir a sua vaga na próxima Copa Libertadores da América. Isto porque, o Santos - que pode perder até por um gol de diferença para ser campeão - decide o título da Copa do Brasil contra o Vitória, quarta-feira, às 21h50, no Barradão.

Já os prudentinos voltam a campo no próximo domingo pela Série A do Brasileiro, quando visitam o Cruzeiro, às 18h30, na Arena do Jacaré.


O jogo
- veja como foi a partida, lance a lance, no Tempo Real
Mesmo jogando com um time composto na sua maioria por reservas, o Santos começou pressionando os donos da casa. E, após assustar com um chute de longa distância de Zezinho, o Santos chegou ao seu gol logo no início da partida. Aos cinco minutos, Danilo recebeu uma bola na entrada da área, depois de um rebote de cobrança de escanteio, e bateu no lado direito de Giovanni, sem chances para o goleiro do Prudente: 1 a 0.

Com a vantagem no marcador, os santistas passaram a ter o contra-ataque como arma. Em um deles, aos 13, Zé Eduardo foi lançado pela direita, invadiu a área e bateu forte, para boa defesa de Giovanni.

Bem em campo, Zé Eduardo esteve mais uma vez perto de fazer o segundo tento de sua equipe. Aos 28, aproveitando cruzamento da direita, o meia-atacante cabeceou com categoria, dentro da pequena área, exigindo grande defesa de Giovanni.

Aos 31, o time santista poderia ter ampliado o placar em uma cobrança de falta de Bruno Aguiar. O zagueiro soltou a bomba da entrada da área e Giovanni, atento, mandou a bola para escanteio, no reflexo.

Pouco depois, aos 38, o Santos assustou o arqueiro prudentino em mais uma cobrança de falta. Marquinhos se concentrou e mandou a bola por cima na barreira. No entanto, o meia não levou sorte na finalização, pois a bola bateu no travessão e saiu.

No começo do segundo tempo, o Santos quase marcou o segundo. Aos oito, em rápida jogada, Léo recebeu de Maranhão, invadiu a área e chutou. Fraca, a bola bateu na trave e não entrou. Na sequência, o Prudente respondeu e quase empatou no contra-ataque.

Só que aos 21, os santistas deram um grande passo para conquistar a vitória. Isto porque, Marquinhos levantou com precisão a bola para o volante Rodriguinho, que surgiu como elemento surpresa na entrada da área adversária e acertou uma finalização no ângulo esquerdo de Giovanni, que nada pôde fazer.

Em desvantagem no placar, os prudentinos tentaram modificações para tentar alterar o panorama do jogo. Se no intervalo Diego Giaretta havia saído para a entrada de Róbson, aos 23, Deyvid Sacconi deixou o gramado para a entrada de Araújo. O volante Anderson também saiu para a entrada do atacante Henrique Dias. No time santista, pouco depois, Alan Patrick substituiu Marquinhos.

Aos 38, as substituições feitas pelo técnico do Prudente, Toninho Cecílio, surtiram efeito. O lateral Marcelo Oliveira levantou a bola na área, Róbson se antecipou à zaga do Santos e, de cabeça, diminuiu a diferença no marcador.

Aproveitando o bom momento, os prudentinos quase empataram, no minuto seguinte. Após cruzamento na área, a bola sobrou para Róbson, que com um forte arremate, exigiu grande defesa de Rafael.

Sufocando os santistas, o time da casa teve uma grande chance para empatar, aos 42, quando Léo fez pênalti em Henrique Dias. E foi o lateral direito Paulo César que pediu para cobrar a penalidade, mas parou nas mãos de Rafael, que fez uma grande defesa.

Na pressão, os prudentinos não desistiram e tiveram mais um pênalti a seu favor. No último minuto, Róbson cobrou e acertou o travessão, desperdiçando a oportunidade de empatar o confronto.

FICHA TÉCNICA
PRUDENTE 1 X 2 SANTOS

Local: Estádio Prudentão, em Presidente Prudente (SP)
Data: 1° de agosto de 2010, domingo
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Gutemberg de Paula Fonseca (Asp.Fifa-RJ)
Assistentes: Gilson Bento Coutinho (PR) e Márcio Luiz Augusto (SP)
Cartões amarelos: Anderson Luis, Paulo César, Wesley, João Vitor, Marcelo Oliveira, Leonardo (Grêmio-SP); Bruno Aguiar, Zezinho, Léo e Danilo (Santos)

GOLS: PRUDENTE: Róbson, aos 38 minutos do segundo tempo

SANTOS: Danilo, aos 5 minutos do primeiro tempo; Rodriguinho, aos 21 minutos do segundo tempo

PRUDENTE: Giovanni; Paulo César, Anderson Luís, Leonardo e Marcelo Oliveira; Anderson (Henrique Dias), João Vitor, Diego Giaretta (Róbson) e Deyvid Sacconi (Araújo); Wesley e Wanderley.
Técnico: Toninho Cecílio

SANTOS: Rafael; Maranhão, Bruno Aguiar, Vinícius Simon e Léo; Rodriguinho, Danilo, Marquinhos (Alan Patrick) e Zezinho (Rafael Caldeira); Madson (Dimba) e Zé Eduardo.
Técnico: Dourival Júnior


Leia mais sobre: Santos Prudente Campeonato Brasileiro

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


AE

Santos

Santos
Jogadores comemoram o primeiro gol do Santos, marcado pelo volante Danilo

Topo
Contador de notícias