iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

16/06 - 12:28

Novo CT da CBF vai copiar o do Atlético-PR
Estada da seleção no centro de treinamento do clube paranaense serviu para confederação ter espaço como referência para seu novo QG

Altair Santos, especial para o iG

A estada de cinco dias da seleção brasileira no centro de treinamentos do Atlético-PR, em maio, não serviu apenas para a equipe do técnico Dunga se adaptar ao clima da África do Sul. A direção da CBF usou a hospedagem para captar ideias que serão levadas para o CT que a confederação planeja construir na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

Os médicos da seleção José Luís Runco e Serafim Borges são os que mais reivindicam que o novo QG da equipe tenha departamentos iguais aos encontrados no CT do Caju. “Encontramos tudo o que precisávamos em termos de estrutura. O Atlético tem um centro completo de recuperação de atletas e é isso que precisamos em um futuro centro de treinamentos da seleção”, elogiou Runco.

Em seus 220 mil metros quadrados, o CT do Atlético-PR tem a seguinte estrutura: oito campos oficiais com gramas de diferentes tipos, um campo para treinamento de goleiros, uma pista de propriocepção (para recuperação de lesões de joelhos, tornozelos e fraturas), um centro de treinamento físico-muscular, piscinas para práticas de hidroterapia, um avançado centro médico e de avaliações, além de uma sala de convenções, um hotel com 142 quartos, um restaurante de padrão internacional. O local ainda tem sala de jogos, quadra de tênis, quadra poliesportiva, lan house, biblioteca, lago e capela ecumênica.

Divulgação
Complexo contará com a sede da CBF, o Museu do Futebol e uma área ambiental

Na área em que a CBF pretender erguer seu novo “quartel”, na Barra da Tijuca, 104 mil metros quadrados serão reservados apenas para o CT da Seleção. O complexo ainda contará com a sede própria da confederação, o Museu do Futebol e uma área ambiental de 30 mil metros quadrados. Apesar de uma ação popular questionar a obra, alegando que ela será construída em área pública, a CBF esperar ter o novo CT já para a Copa das Confederações, em 2013.

Para o médico José Luís Runco, o importante é que o novo CT da seleção brasileira permita que os jogadores fiquem em regime de concentração absoluta, sem a necessidade de deixar o local para realizar exames, por exemplo. “No CT do Atlético-PR completamos todo o ciclo de exames e testes físicos sem que o time precisasse se deslocar”, disse.

No CT do Caju, a seleção realizou os procedimentos para os exames laboratoriais, avaliação clínica, ortopédica, oftalmológica, otorrino, eletrocardiograma em repouso, Eco Doppler do coração, ergoespirometria e avaliação isocinética. Hoje, com a Granja Comary, em Teresópolis, a CBF não tem como oferecer essa estrutura para a equipe. “Após a Copa, faremos um relatório completo à CBF para que ela tenha referências quando for fazer seu novo CT”, disse Runco, em entrevista coletiva durante a estada da seleção brasileira no CT do Caju.


Leia mais sobre: Matérias especiais CBF Atlético-PR CT do Caju

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Divulgação

Novo CT da CBF vai copiar o do Atlético-PR

Novo QG brasileiro
Na Barra da Tijuca, 104 mil metros quadrados serão reservados apenas para o CT da Seleção

Topo
Contador de notícias