iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

08/06 - 14:14

Cuca é o novo treinador do Cruzeiro
Comandante substituirá Adílson Batista, que pediu demissão na última quinta-feira; contrato vai até dezembro de 2011

Gazeta Esportiva

A diretoria do Cruzeiro confirmou, no início da tarde desta terça-feira, a contratação do técnico Cuca para a sequência do Campeonato Brasileiro. O comandante substituirá Adílson Batista, que pediu demissão na última quinta-feira. Cuca fechou acordo com o time de Belo Horizonte até dezembro de 2011 e deve chegar à capital mineira para assinar contrato na quarta-feira.

O técnico já comandará o Cruzeiro na excursão que será feita nos Estados Unidos, mas não embarcará com o restante do elenco nesta quarta-feira, já que ainda não obteve visto de viagem. Alexi Stival volta ao estado onde iniciou a carreira de treinador - o ex-volante treinou o Uberlândia em 1998, dois anos após abandonar os gramados.

Seu último trabalho foi no Fluminense, clube no qual liderou a impressionante reação que salvou a equipe do rebaixamento no Campeonato Brasileiro, mas não conseguiu resistir à ausência de resultados no Campeonato Carioca. Cuca também já treinou Santos, Grêmio, Flamengo, Botafogo, São Paulo e Goiás, entre outros.

O treinador não era a única opção da diretoria do Cruzeiro. O clube confirmou que também procurou Luiz Felipe Scolari, Abel Braga e Carlos Alberto Parreira. Nenhum deles, no entanto, pôde dar a resposta imediata que a diretoria esperava. Cuca estava à disposição e aguardava uma posição do clube.

Isso porque o treinador negociava para comandar um clube dos Emirados Árabes. A prioridade do Cruzeiro era até esta terça-feira. Desta forma, um acordo foi firmado. Em entrevista ao siteSuperesportes, Cuca manifestou o desejo de trabalhar no clube mineiro e até minimizou as dificuldades de adaptação com o elenco.


Leia mais sobre: Cuca Cruzeiro

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

Cuca, treinador de futebol

Cuca
Último clube do treinador foi o Fluminense. Ele foi demitido da equipe carioca em abril deste ano

Topo
Contador de notícias