iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

21/02 - 20:14

Saldo do clássico no Palestra: brigas e feridos

"Aqueles que estavam sem ingressos realmente não tinham boa intenção hoje. Vimos atos de violência, infelizmente é um crime comum", disse o promotor Paulo Castilho

Gazeta Esportiva

A violência voltou a fazer parte da rotina de um clássico do futebol paulista. A partida deste domingo entre Palmeiras e São Paulo foi marcada por muitas confusões nas imediações do estádio do Palestra Itália, em outras regiões da capital e até no ABC paulista.

O promotor Paulo Castilho se mostrou extremamente irritado com as confusões, principalmente com o entrevero nas proximidades do palco do espetáculo, que deixou cinco feridos (dois são-paulinos e três palmeirenses). "Eu havia dito ao coronel responsável pela segurança que o clima não estava normal, não víamos as pessoas caminhando pelas ruas, parecia um clássico para 5 mil pessoas", observou.

Durante o jogo e até no intervalo do clássico, policiais foram obrigados a agir contra os brigões das duas equipes. Segundo Paulo Castilho, muitos torcedores foram ao Palestra com o objetivo apenas de brigar.

"Aqueles que estavam sem ingressos realmente não tinham boa intenção hoje. Vimos atos de violência, infelizmente é um crime comum", reforçou o promotor.

Apesar de todos os incidentes, o público ficou longe de empolgar neste domingo. Apenas 13.590 torcedores pagaram ingresso na vitória alviverde por 2 a 0.


Leia mais sobre: Palmeiras

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias