iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

24/12 - 10:00

Estevam manifesta apoio a Jobson e crê em volta por cima

O treinador negou qualquer arrependimento na contratação do atacante, com quem trabalho no Botafogo

Gazeta Esportiva

O atacante Jobson teve participação fundamental na permanência do Botafogo na Primeira Divisão do futebol brasileiro. Entretanto, quatro dias depois do confronto diante do Palmeiras, que sacramentou a continuidade do Glorioso na Série A, o jogador acabou flagrado no exame antidoping pelo uso de cocaína. Pego também na contraprova, o jovem atleta deverá pegar uma séria punição do tribunal esportivo e, até mesmo, poderá ser excluído do esporte pela reincidência.

Comandante de Jobson no Botafogo, o técnico Estevam Soares manifestou o seu apoio ao jogador, o classificando como mais uma vítima do 'mundo do futebol'. O treinador negou qualquer arrependimento na contratação do atacante, apesar dos problemas revelados após o final do Campeonato Brasileiro, e afirmou crer veementemente na sua volta por cima.

"Resolvemos apostar nesse garoto, e não me arrependo. Tive algumas informações preocupantes antes de contratá-lo, que nos preocuparam. Mas, temos que agradecer muito pelo que ele fez pela gente, ganhamos muito tecnicamente. Agora, temos que dar um apoio muito grande, porque ele nada mais do que uma dessas inúmeras vítimas que temos no futebol", declarou Estevam Soares, em entrevista concedida nesta quarta-feira à Rádio Globo.

Lamentando a situação encontrada pelo atacante após ser flagrado nos exames, Estevam não escondeu a emoção ao falar de Jobson. "Ele é daquele tipo de ser humano que todos gostam, não tem como não gostar dele. Ele é muito simples, muito humilde e irreverente", elogiou o comandante, antes de apostar na volta por cima do jogador.

"O Jobson vai ter que cumprir sua pena, mas ainda é muito jovem, tenho certeza que vai dar a volta por cima e pode vir a ter muito sucesso. O difícil são muitos jogadores por aí que se iludem e terminam uma carreira sem dinheiro, com algum tipo de vício, porque a bebida também é um vício", lamentou o treinador do Botafogo.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias