iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

15/11 - 22:13

Apatia e sonolência justificam derrota no Santo André
Depois de dominar a etapa inicial, Santo André permitiu a virada do esmeraldino no segundo tempo

 

Gazeta Esportiva

GOIANIA - Quem assistiu apenas ao primeiro tempo da partida entre Goiás e Santo André poderia não entender o porquê da virada sofrida pelo time paulista, que foi derrotado por 3 a 1. A explicação, segundo o elenco, foi a apatia demonstrada no retorno do intervalo, quando o time vencia parcialmente no Serra Dourada.

"O time voltou apático. Tínhamos conversado no vestiário sobre a jogada aérea deles, que era a única chance de empatarem e virarem, porque no chão eles não estavam conseguindo vencer nossa marcação", destacou o meio-campista Marcelinho Carioca, autor do gol do Santo André em Goiânia.

Depois de dominar a etapa inicial e ter tido oportunidade para ampliar a vantagem, além de arrancar vaias da torcida esmeraldina para o Goiás, a equipe voltou irreconhecível para o segundo tempo. Com um gol e duas assistências para Fernandão, o atacante Iarley definiu a vitória de virada.

"Jogamos bem no primeiro tempo, mas não fizemos prevalecer produtividade em gol. No segundo, tivemos dez minutos de sonolência, e o Goiás tirou proveito. Com a expulsão (de Renato Dias), ficou difícil", lamentou o técnico Sérgio Soares, também abatido por ter deixado escapar o resultado positivo.


Leia mais sobre: Santo André Goiás

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias