iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

13/10 - 20:00

Uruguai x Argentina: vitória e vaga ou torcida pelo Chile

Time de Maradona inicia decisivo duelo um ponto à frente, mas terá de enfrentar pressão no Centenário, pois donos da casa precisam vencer  

Gazeta Esportiva

MONTEVIDÉU (Uruguai) - O estádio Centenário, em Montevidéu, capital uruguaia, será palco de um dos mais emocionantes duelos das Eliminatórias Sul-americanas para a Copa do Mundo de 2010 na noite desta quarta-feira. Detentoras de dois títulos mundiais cada, as seleções de Uruguai e Argentina travarão uma verdadeira batalha a partir das 19 horas (de Brasília), para garantir um lugar na África do Sul.

O clima tenso extrapolou os limites do campo e obrigou a polícia local a aumentar o efetivo para a partida. Os mais de 60 mil torcedores que comparecerem ao estádio passarão por rigorosas revistas - especialmente os visitantes - e terão acompanhamento constante para prevenir incidentes.

Dentro de campo, o vencedor do duelo deixará o embate aliviado e com o passaporte carimbado para o Mundial. O derrotado, no entanto, terá de aguardar o término do jogo entre Chile e Equador, que acontecerá no mesmo horário em Santiago, para saber se terá ou não a chance de disputar com o quarto colocado da Concacaf (Honduras ou Costa Rica) a repescagem por um lugar na Copa, ou se chorará o fim das esperanças de lutar pelo tricampeonato em 2010.

Apesar de jogar em território inimigo, a Argentina iniciará o confronto em vantagem, já que soma 25 pontos contra 24 dos uruguaios, podendo se garantir na repescagem até mesmo com uma derrota, desde que o Chile segure ao menos um empate com o Equador, que soma 23 pontos e ocupa a sexta colocação.

Ciente disso, o comandante da Celeste, Óscar Tabárez, não pensa em outro resultado que não seja a vitória diante de Messi e companhia. "O Uruguai buscará os três pontos. Nossa expectativa é unicamente pela classificação e sabemos que a conquista da vaga passa por uma vitória. Não vamos nos preocupar com o que acontece no Chile", garantiu o treinador, prometendo 'olhos e ouvidos' totalmente dentro do Centenário.

Referência ofensiva da equipe, o atacante Diego Forlán fugiu um pouco da 'ordem' do técnico. Para o goleador do Atlético de Madri, um possível anúncio de uma vitória parcial dos chilenos sobre o Equador tranquilizará tanto uruguaios quanto argentinos.

"As duas seleções querem a classificação direta para a Copa, mas, se o Chile estiver vencendo o Equador, saberemos que tanto Uruguai quanto Argentina já estarão classificados. Restará apenas definir quem vai direto e quem vai pela repescagem", afirmou, dando como certo o êxito sul-americano sobre Honduras ou Costa Rica, que ficarão com a quarta vaga da Concacaf.

Hermanos jogam a 'vida'
Acostumado aos dramáticos tangos argentinos, o técnico Diego Maradona não economizou nas palavras exageradas quando questionado sobre a importância do confronto contra os uruguaios. Ainda extasiado pela emocionante - e polêmica - vitória sobre o Peru, conquistada no minuto final, com o discutido gol de Martín Palermo, El Diez mandou o aviso aos seus comandados:

"Vamos buscar a classificação no Uruguai e jogaremos a vida por ela, com todo o nosso orgulho e força", prometeu o emotivo treinador, que segue se esgueirando das incessantes críticas sobre seu trabalho à frente do time nacional.

"Eu sempre olhei para a frente e vou continuar agindo desta forma", disparou o ex-craque do Boca Juniors, sem sequer considerar a possibilidade de ver o time fora da Copa do Mundo, fato que não acontece desde 1970, no México.

Salvador da equipe no jogo contra os peruanos, Martín Palermo iniciará o confronto contra os uruguaios no banco de reservas. O ataque seguirá formado por Higuaín e por Messi, cada vez mais contestado pelos torcedores pro seu baixo rendimento no time nacional.

No meio-campo, a volta do veterano Verón é garantia de qualidade no abastecimento ao setor ofensivo, enquanto na defesa o grandalhão Heinze, do Marseille, reforçará o jogo aéreo da equipe, substituindo Ínsua.

FICHA TÉCNICA:
URUGUAI X ARGENTINA

Local: Estádio Centenário, em Montevidéu (Uruguai)
Data: 14 de outubro de 2009, quarta-feira
Horário: 19 horas (de Brasília)
Árbitro: Carlos Amarilla (PAR)
Assistentes: Nicolas Yegros e Emígdio Ruiz, ambos paraguaios

URUGUAI: Fernando Muslera; Scotti, Lugano e Cáceres; Pereira, Diego Pérez, Gargano, Rodríguez e Alvaro Pereira; Suárez e Diego Forlán
Técnico: Óscar Tabárez

ARGENTINA: Romero; Otamendi, Schiavi, Demichelis e Heinze; Mascherano, Rodrigo Braña, Gutiérrez e Verón; Higuaín e Messi
Técnico: Diego Armando Maradona


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias