iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

22/09 - 21:00, atualizada às 09:58 23/09

Em BH, Palmeiras desafia jejum para recuperar 'gordura'

Se vencer o Cruzeiro no Mineirão, Verdão abre três pontos de vantagem na liderança da classificação do Brasileiro

Redação iG Esporte e Gazeta Esportiva

BELO HORIZONTE - No jogo isolado que fecha a 25ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras pode dar uma prova importante de sua força na briga pelo título. A ordem no Palestra Itália é vencer o Cruzeiro, nesta quarta-feira, às 21h50, no Mineirão, e abrir uma gordura de três pontos de vantagem na liderança da classificação.

Ao seu favor, o Verdão conta com a motivação de ter visto os tropeços de Internacional e São Paulo no final de semana. Mas há um fator contra: o time do técnico Muricy Ramalho está sem vencer fora de casa desde o dia 1º de agosto, no triunfo sobre o Sport, na Ilha do Retiro.

"Fizemos uma boa preparação, trabalhamos muito bem, o professor mostrou o que queria de nós em campo. Agora esperamos colocar em prática", afirmou o zagueiro Marcão, resumindo o longo período de dez dias de treinos para o compromisso na capital mineira.

Com o grande tempo de preparação, Muricy Ramalho pôde testar o Palmeiras com dois ou três zagueiros - Danilo é o desfalque na defesa por conta do terceiro cartão amarelo. Ainda por cima, Robert ganhou a posição de Obina no ataque. "O importante é que estamos preparados para mudar a forma de jogar durante a partida sem mudar nenhum atleta", comemorou o treinador, que tem o volante Edmílson como única dúvida.

O melhor aproveitamento nos passes é outra exigência da comissão técnica alviverde. Na Academia de Futebol, Muricy Ramalho treinou insistentemente o fundamento durante três dias seguidos após a péssima atuação do time no revés contra o Vitória, em Salvador.

No gramado do Mineirão, os passes terão peso fundamental para segurar o ímpeto do Cruzeiro, considerado um adversário extremamente perigoso pelos paulistas. "O Muricy falou para manter a posse de bola. Se errarmos passes e dermos o contra-ataque para o Cruzeiro ficamos mais próximos da derrota", alertou Marcão.

O encontro desta quarta-feira também envolve uma polêmica. Um dos destaques do Cruzeiro, o atacante Kléber foi cobrado por participar de uma confraternização de uma torcida organizada do Palmeiras durante sua folga na capital paulista. O Gladiador vai enfrentar pela primeira vez o time pelo qual já anunciou ter um carinho especial.

"É uma situação muito particular, o Kléber tem amizade com o pessoal. Em minha opinião, não há problema. Ele nunca escondeu a paixão pelo Palmeiras, mas acredito que vai fazer de tudo para levar o Cruzeiro a uma vitória", alertou Marcão.

O Gladiador, que disse a amigos palmeirenses que não iria tirar o pé e ainda marcaria dois gols, não adiantou se vai comemorá-los ou não: "Ainda não sei. Vamos ver só na hora", afirmou o atleta, totalmente recuperado de dores no púbis.

Sobre a escalação do Cruzeiro, o técnico Adílson Batista pretende colocar Kléber no ataque ao lado de Thiago Ribeiro. Outro jogador que também retorna de contusão é Wellington Paulista, artilheiro celeste no Campeonato Brasileiro, com oito gols. Em função do bom momento vivido por Thiago Ribeiro, Wellington deve ficar como opção no banco de reservas.

A única dúvida do time está na lateral-direita. O antigo titular, Jonathan, se recuperou de contusão na coxa direita, voltou a treinar na semana passada, mas ainda não está confirmado, por estar sem ritmo de jogo e fora de suas melhores condições físicas. Elicarlos está de sobreaviso.

Se vencer, o Cruzeiro se torna o melhor time do returno (13 pontos) e mantém o sonho de uma vaga na Libertadores de 2010.

FICHA TÉCNICA:
CRUZEIRO x PALMEIRAS


Local: Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 23 de setembro de 2009, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Evandro Rogério Roman (Fifa-PR)
Assistentes: Roberto Braatz e Carlos Berkenbrock

CRUZEIRO: Fábio; Jonathan (Elicarlos), Leonardo Silva, Gil e Diego Renan; Fabrício, Henrique, Marquinhos Paraná e Gilberto; Thiago Ribeiro e Kléber
Técnico: Adílson Batista

PALMEIRAS: Marcos; Maurício Ramos, Edmilson (Jumar) e Marcão; Wendel, Souza, Cleiton Xavier, Diego Souza e Armero; Robert e Vagner Love.
Técnico: Muricy Ramalho


Leia mais sobre: Palmeiras Cruzeiro

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Vipcomm

Kléber

Kléber
Após ter participado de uma festa de torcedores rivais, atacante celeste virou o pivô do duelo

Topo
Contador de notícias