iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

22/09 - 22:17

Cruzeiro não aplica multa, diz que Kléber foi ingênuo e nega traição
Zezé Perrella até brincou sobre a polêmica em que o atacante da Raposa se envolveu ao participar de comemoração de torcedores do Palmeiras

Redação iG Esporte e Gazeta Esportiva

BELO HORIZONTE - O presidente do Cruzeiro, Zezé Perrella, concedeu entrevista coletiva na noite desta terça-feira, a respeito da ida do atacante Kléber a um evento de torcida organizada do Palmeiras no último fim de semana. De acordo com o site oficial do clube mineiro, o dirigente disse que o atleta não imaginou que o episódio geraria polêmica com a torcida celeste e reiterou que a advertência verbal foi em função de o jogador ter disputado uma partida de futebol com amigos na ocasião.

Bem-humorado, o dirigente até comparou a relação de Kléber com dois clubes com a de alguém com o coração dividido entre dois amores. "Eu gostaria de ter mais uns dez Kléber aqui. O torcedor tem que entender esse namoro dele com a torcida do Palmeiras. Ele namora as duas, é um bígamo. A gente tem que saber entender isso", brincou.

"Temos um conjunto de normas aqui que às vezes o jogador não quer ler. É um livreto com várias orientações, seria um manual de comportamento", disse o dirigente, para quem o episódio não merecia a repercussão que teve. "Para a diretoria o maior erro dele foi ele ter entrado em campo aqueles dois, três minutos. Ele desrespeitou um conjunto de normas do clube que não permite isso", acrescentou, na véspera do duelo entre Cruzeiro e Palmeiras pelo Campeonato Brasileiro, em Belo Horizonte.

Perrella entende como normal o fato de jogadores cultivarem amizades com colegas e torcedores de outros clubes, até mesmo do rival. E lembrou que o próprio Kléber nunca deixou de dizer que tinha carinho pelo Palmeiras, time que defendeu em 2008. "Eu vi esse episódio nada mais do que um ato de ingenuidade do Kléber. Nós não somos ingênuos de acreditar que um jogador do Cruzeiro, quando sai, se encontra com jogador do Atlético-MG. O torcedor às vezes tem dificuldade de entender isso", afirmou.

"O Kléber nunca negou o carinho dele e as amizades que tem no Palmeiras. E já deu várias entrevistas de que só joga em dois clubes no Brasil, Palmeiras e Cruzeiro. O torcedor não tem o direito de se sentir traído porque o Kléber nunca negou essa relação afetiva com o Palmeiras e alguns integrantes da torcida organizada que são amigos dele", concluiu.

O dirigente revelou ainda que o próprio atacante se disse desapontado com o fato de torcedores do Palmeiras terem divulgado fotos do encontro na Internet. O atleta avaliou que o fato foi explorado de maneira a conturbar o ambiente dele no Cruzeiro.

"Acabou que o Kléber ficou chateado com as pessoas da torcida (do Palmeiras). Ele entendeu que alguns membros da torcida usaram isso para tentar desestabilizar a relação dele com a nossa torcida, levar vantagem e conseqüentemente levar o Kléber para lá. Foi a leitura que o Kléber fez. Ele já se desculpou com os próprios torcedores (celestes)", relatou.

Exemplo de dedicação
Zezé Perrella fez uma defesa do jogador, lembrando que a pubalgia que o tirou dos últimos cinco jogos do Cruzeiro o incomoda não é de hoje. E por mais de uma vez o Gladiador enfrentou a dor e pediu para entrar em campo, mesmo desaconselhado.

"O torcedor pode estar chateado, mas ninguém sabe que o Kléber entrou no sacrifício em muitos jogos da Libertadores, querendo jogar e ajudar o Cruzeiro. Poucos jogadores fazem isso. Ele é autêntico e eu prefiro valorizar o lado profissional dele", destacou.

Kléber teve uma trajetória vitoriosa pelo Palmeiras e conquistou o Campeonato Paulista de 2008. Mesmo com o desejo de renovar com o Verdão e obtendo uma grande identificação com o clube, a Traffic, empresa de marketing esportivo e parceira dos paulistas, se recusou a investir no Gladiador. Consequentemente, o atacante deixou o atual líder do Brasileirão no início do ano e assinou com o Cruzeiro para disputar a atual temporada.

Com a camisa da Raposa, Kléber comandou o time vice-campeão continental, derrotado pelo Estudiantes na decisão da Copa Libertadores da América. Entretanto, nas quartas de final da competição, quando o Cruzeiro eliminou o São Paulo, o jogador dedicou a classificação aos palmeirenses, eliminados um dia antes do torneio continental pelo Nacional (Uruguai), e manifestou todo o seu carinho pelo Verdão.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Vipcomm

Treino da Raposa

Kléber
Infeliz em visita a palmeirenses, atacante corre o risco de ser hostilizado na partida de quarta

Topo
Contador de notícias