iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

18/09 - 22:55

Arrasador, São Caetano bate Ponte Preta e se aproxima do G-4
Nesta sexta-feira, o Azulão derrotou a Ponte Preta por 3 a 1, em pleno estádio Moisés Lucarelli, e se aproximou do G-4 na abertura da 25ª rodada da competição

Redação iG Esporte e Gazeta Esportiva

CAMPINAS - Depois de ter sua reação no Campeonato Brasileiro da Série B freada pelos dois últimos resultados, o São Caetano conquistou uma vitória fundamental para brigar diretamente pelo acesso à Primeira Divisão. Nesta sexta-feira, o Azulão derrotou a Ponte Preta por 3 a 1, em pleno estádio Moisés Lucarelli, e se aproximou do G-4 na abertura da 25ª rodada da competição.

Há dois jogos sem vitória, o São Caetano dominou todo o primeiro tempo e concretizou o resultado positivo nos 45 minutos iniciais. Com Eduardo Ramos inspirado nas bolas paradas e Marcelo Batatais atento nas finalizações, a equipe de Antonio Carlos Zago deixou a Ponte Preta atônita e surpreendida pela atitude dos visitantes.

Os três pontos desta noite em Campinas fizeram o São Caetano atingir os 40 e 'roubar' a quinta colocação da Portuguesa, que poderá retomar o posto neste sábado, caso vença o Ipatinga na Arena Barueri. O time do ABC paulista dormirá apenas a três tentos do G-4, impondo uma pressão no Ceará, quarto colocado.

Em contrapartida, a derrota dentro de casa afastou a Ponte Preta da briga por uma vaga na Série A. A Macaca, estacionada com 36 pontos, está a sete do quarto posto na tabela. Inclusive, a distância na classificação para o algoz desta noite subiu para quatro tentos.

Na próxima rodada, os comandados de Antonio Carlos terão um confronto decisivo para definir o futuro na Série B. Na sexta-feira, o São Caetano recebe o Ceará, às 21 horas, no estádio Anacleto Campanella e, dependendo dos resultados deste final de semana, poderá entrar no G-4.

Por outro lado, a Ponte Preta terá a chance da reabilitação justamente diante do arquirrival Guarani. O Derby Campineiro será no próximo sábado, às 16 horas, no Brinco de Ouro da Princesa. No primeiro turno, mesmo atuando no Moisés Lucarelli, o Bugre superou a Macaca por 1 a 0.


O jogo - veja como foi a partida no lance a lance do Placar iG
Disposto a encerrar a 'seca' de duas partidas sem vitória, o São Caetano apostou nas bolas paradas para ameaçar o goleiro Giovanni. Com uma maior posse de bola, os visitantes agrediram a Ponte Preta no início de jogo e abriram o placar logo aos seis minutos. Eduardo Ramos, ex-Corinthians, cruzou a bola na cabeça do zagueiro Marcelo Batatais, que desviou sem chances para o camisa 1 da Macaca.

O gol do Azulão abalou a Ponte Preta dentro de campo. Dominada e envolvida, especialmente no setor de meio-campo, a Macaca viu o prejuízo aumentar com 19 minutos. O meia Xuxa fez boa jogada pela ponta esquerda e cruzou na medida para Washington. O centroavante dominou com o peito e fuzilou Giovanni de pé esquerdo para anotar o segundo do São Caetano no jogo.

Mesmo com uma confortável vantagem no marcador, o São Caetano seguiu com o seu ritmo cadenciado e dominou a Ponte Preta durante a parte final do primeiro tempo. Somado ao belíssimo jogo coletivo apresentado, o Azulão ainda aumentou o placar. Aos 29 minutos, Eduardo Ramos cobrou escanteio da ponta esquerda para o meio da área e viu Marcelo Batatais antecipar a saída de Giovanni, colocando a bola nas redes dos donos da casa pela terceira vez em meia hora.

O São Caetano diminuiu o ritmo no segundo tempo e viu a Ponte Preta crescer dentro de campo, especialmente pelas entradas de Márcio Mexerica e Lins nos lugares de Evando e Fabiano Gadelha. E a dupla mostrou serviço logo aos quatro minutos, quando Mexerica achou Lins dentro da área. O meia dominou e chutou de pé direito, superando o goleiro Luiz e colocando a Macaca no jogo novamente.

A reação da Ponte quase cresce aos 17 minutos. O atacante Danilo Neco recebeu dentro da área e cabeceou com força, carimbando a trave do goleiro visitante. A resposta do São Caetano veio aos 20, quando Eduardo Ramos cruzou para Marcelo Batatais, que mais uma vez ganhou no alto da zaga ponte-pretana, e o zagueiro acertou o poste.

O ritmo dos donos da casa diminuiu com o passar do tempo. Aparentando cansaço e enfrentando uma equipe muito bem armada por Antonio Carlos, a Ponte Preta não teve forças suficientes para buscar o empate. Em contrapartida, o Azulão mostrou um grande padrão tático e segurou a bola até o apito final de Sálvio Spínola, garantindo três pontos fundamentais para o futuro na Série B.

FICHA TÉCNICA: PONTE PRETA 1 x 3 SÃO CAETANO

Local:
Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Data: 18 de setembro de 2009, sexta-feira
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Sálvio Espínola Fagundes Filho (Fifa-SP)
Assistentes: João Bourgalber Nobre Chaves e Everson Luis Luquesi Soares (ambos de SP)
Cartões Amarelos: Willian, Márcio Mexerica e Lins(Ponte Preta); Luiz, Adriano e Roger (São Caetano)
Cartões Vermelhos: Lins (Ponte Preta) e Adriano (São Caetano

Gols: PONTE PRETA: Lins, aos quatro minutos do segundo tempo; SÃO CAETANO: Marcelo Batatais, aos seis e aos 29 minutos do primeiro tempo, Washington, aos 19 minutos do primeiro tempo

PONTE PRETA: Giovanni; Edilson, Marrom, Dezinho e Vicente; Willian, Guilherme, Fabiano Gadelha (Lins) e Nenê (André); Evando (Márcio Mexerica) e Danilo Neco
Técnico: Márcio Bittencourt

SÃO CAETANO: Luiz; Nego, Douglas, Marcelo Batatais e Bruno Recife; Adriano, Jairo, Eduardo Ramos (Gerson) e Xuxa (Wendell); Roger e Washington (Hugo)
Técnico: Antonio Carlos


Leia mais sobre: São Caetano Ponte Preta Série B

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


AE

ponte preta perde do são caetano marcelo batatais

Marcelo Batatais
Zagueiro marcou dois gols na vitória do São Caetano sobre a Ponte Preta, em Campinas

Topo
Contador de notícias