iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

03/09 - 02:20

Dentinho nega maldade contra Fabão e rebate ameaças

"A cotovelada não foi intencional. Abri os braços para pegar impulsão na jogada e acabou tendo o choque com o Fabão", explicou corintiano

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Dentinho não incomodou os jogadores do Santos somente com rapidez e habilidade. No primeiro tempo do clássico desta quarta-feira, vencido por 2 a 1 pelo Corinthians, o atacante acertou o rosto do zagueiro Fabão com o braço e causou revolta nos adversários.

"A cotovelada não foi intencional. Abri os braços para pegar impulsão na jogada e acabou tendo o choque com o Fabão. Não tive maldade nenhuma", garantiu Dentinho. Na jogada em questão, o árbitro Guilherme Cereta de Lima assinalou falta para o Corinthians.

Os santistas não aceitaram a explicação de Dentinho. "Falaram que iriam me pegar, quebrar a minha perna, essas coisas. Mas é normal. Já estou acostumado. Eles acharam que ganhariam o jogo falando mais grosso", ironizou o atacante.

O prata da casa do Corinthians teve mais um motivo para comemorar além da vitória sobre o Santos. "Foi uma honra vestir a camisa 99, em homenagem aos 99 anos do clube. Sou corintiano desde pequeno. Isso vai ficar marcado na minha vida", festejou Dentinho.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias