iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

10/08 - 09:24

No rúgbi ou no futebol, clima de festa e paz marca o esporte da África do Sul

Em fim de semana com clássicos dos dois esportes, organização e alegria das torcidas impressionam e deixam diferenças raciais em segundo plano

Levi Guimarães, enviado especial iG Esporte

CIDADE DO CABO (África do Sul) – "O rúgbi é um esporte para hooligans apreciado por cavalheiros. E o futebol é um esporte para cavalheiros apreciado por hooligans".

A definição, dada por um torcedor sul-africano no último sábado, pode até fazer sentido quando lembramos de algumas cenas de violência nos estádios brasileiros e em outros lugares do mundo. Mas, na África do Sul, não importa o esporte, a torcida só quer festa, sem violência.

Levi Guimarães
Rúgbi, que lotou o estádio no sábado, é o esporte mais popular na Cidade do Cabo

Essa, pelo menos, foi a impressão após um fim de semana de jogos importantes tanto no rúgbi quanto no futebol, ambos realizados na Cidade do Cabo e no estádio de Newlands.

No sábado, os Springboks, como é conhecida a seleção de rúgbi da África do Sul, enfrentaram os Wallabies, a seleção australiana da modalidade, e levaram mais de 48 mil torcedores ao local.

Já no domingo, 15 mil pessoas acompanharam o confronto do Ajax Cape Town, equipe da cidade, contra um dos times mais populares do país, o Orlando Pirates, de Soweto, favela com cerca de três milhões de habitantes em Joanesburgo. Dessa vez, um jogo de futebol.

"O futebol não é tão popular na Cidade do Cabo. Aqui o rúgbi realmente é o esporte número um, sem qualquer dúvida", afirma Wesley Petersen, editor de esportes da EW News, uma das principais redes de rádios do país.

A diferença entre os dois esportes, claro, é marcante. Tanto dentro quanto fora de campo, o rúgbi é o "esporte dos brancos", e o futebol é o "esporte dos negros". No jogo de sábado, dos 30 jogadores que começaram a partida, apenas quatro eram negros. E, no domingo, entre 22 atletas, apenas dois eram brancos. Coincidentemente, os dois goleiros.

Levi Guimarães
Futebol não teve tanto público, mas não faltou alegria no clássico de domingo

Nas arquibancadas, a tendência é a mesma. Mas a situação, ao contrário do que se poderia pensar, não acarreta em qualquer tipo de conflito. Tanto a minoria negra no rúgbi quanto a minoria branca no futebol convivem sem qualquer problema com a maioria.

E mais: a união dos torcedores é um ingrediente de destaque nas duas partidas, seja durante a emocionante execução do hino sul-africano, antes do confronto contra a Austrália, seja pela mistura de cores, uniformes e bandeiras nas imediações do estádio antes do jogo de futebol.

Talvez a melhor maneira para exemplificar o clima de festa seja descrever uma situação impensável na maioria dos estádios brasileiros: embora o jogo de domingo fosse entre Ajax e Pirates, torcedores de outras equipes também compareceram em grande quantidade ao estádio.

Reuters
África do Sul venceu a seleção australiana por 29 a 17, para alegria da torcida local

Além de camisas e bandeiras dos times que estavam em campo, as arquibancadas foram coloridas por representantes de pelo menos mais quatro times: o Kaiser Chiefs, maior rival do Pirates, o Bloemfontein Celtics, o Santos e o Sundowns. E, apesar de não haver qualquer divisão nas arquibancadas, nenhuma ameaça de confusão aconteceu.

Se o país-sede da próxima Copa do Mundo ainda enfrenta problemas estruturais sérios, principalmente em relação a segurança, transporte e construção dos estádios, pelo menos já pode se orgulhar de ser um bom exemplo em relação à festa nas arquibancadas.

Festa tão espontânea que até deixa os resultados do fim de semana em segundo plano. No sábado, Springboks 29 x 17 Wallabies. No domingo, Ajax Cape Town 0 x 1 Orlando Pirates.


Leia mais sobre: África do Sul Copa 2010 Austrália

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Reuters

rugbi africa do sul australia

África do Sul x Austrália
"Esporte dos brancos", o rúgbi teve mais público que o clássico do futebol sul-africano

Topo
Contador de notícias