iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

03/08 - 11:00

África do Sul garante que não terá problemas com acomodação durante a Copa

Ministro do turismo do país afirma que a rede hoteleira atual já tem condições de atender as exigências da Fifa e receber torcedores do mundo inteiro

Levi Guimarães, enviado especial iG Esporte

CIDADE DO CABO (África do Sul) - Uma das grandes exigências da Fifa durante o processo de escolha do país sede da Copa do Mundo é em relação à rede hoteleira. E na África do Sul acomodação não deve ser problema. Pelo menos, é o que afirma o ministro do turismo do país, Marthinus van Schalkwyk.

“Nosso país tem acomodação suficiente para receber a Copa do Mundo e esse sempre foi o nosso argumento. O que a Fifa exige são 255 mil quartos reservados”, explicou.

Segundo o ministro, precisa ser feita uma distinção entre o tipo de acomodação exigido para a “família Fifa” (que inclui atletas, árbitros, dirigentes e funcionários da entidade) e aquela necessária para atender a demanda dos torcedores.

Dos 255 mil quartos “oficiais”, 155 mil já estariam reservados nas nove cidades que são sedes oficiais do torneio, e outros 100 mil em cidades-satélites, próximas aos locais de jogos.

A oferta de acomodação no país, de fato, é notável. Os turistas podem encontrar desde albergues e pousadas com diárias abaixo de R$ 30 até alguns dos hotéis mais luxuosos do planeta, como o “The Palace of The Lost City”.

Localizado no resort Sun City, a menos de 50 quilômetros de Rustenburg, cidade que receberá seis jogos do mundial, o hotel seis estrelas tem diárias que vão de R$ 1,6 mil a quase R$ 13 mil por um quarto de casal.

Com essa variedade imensa de opções, a única preocupação é atender o público que estiver no meio termo. Isso porque não parece ideal a oferta de hotéis com conforto maior que o dos albergues e preços acessíveis em comparação aos hotéis de luxo.


Leia mais sobre: África do Sul Copa do Mundo

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Divulgação

Palace of the Lost City

The Palace of the Lost City
O gigantesco hotel, em Sun City, tem quartos que chegam a custar a bagatela de R$ 13 mil por noite

Topo
Contador de notícias