iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

02/08 - 17:55

Flamengo só empata com o Náutico no Maracanã

Os cariocas ficaram atrás no placar por quase todo o jogo e foram vaiados pela torcida; o gol de empate foi marcado por Leonardo Moura, um dos jogadores mais criticados

Redação iG Esporte e Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - Em atuação muito abaxo da média, Flamengo não passou de um empate por 1 a 1 com o Náutico, neste domingo, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro. O time carioca ficou atrás no placar quase toda a partida e foi muito vaiado pela torcida.

Com o resultado, o rubro-negro chegou a 24 pontos e perdeu a chance de encostar no G-4. Já a equipe pernambucana chegou a 12 pontos e segue na zona de rebaixamento na competição.

Assista aos gols do empate:

                Assista também aos melhores momentos do jogo

O jogo - veja como foi a partida no lance a lance do Placar iG
O Flamengo iniciou a partida buscando logo o primeiro gol. No entanto, o time carioca esbarrou na retranca feita pelo Náutico, que só avançava nos contra-ataques. A primeira boa chance de gol aconteceu somente aos 12 minutos, quando o zagueiro Fabrício ajeitou a bola para Zé Roberto, que chutou por cima do gol de Gledson.

A partir dai, a partida ficou muito concentrada na intermediária do Náutico, com o Flamengo buscando uma brecha na defesa pernambucana. Já os visitantes, tentavam o ataque, principalmente em bolas lançadas para Gilmar. Em um dos poucos ataques, aos 23 minutos, o Náutico foi quem abriu o placar. Gilmar recebeu na entrada da e chutou entre dois zagueiros. O goleiro Bruno pulou atrasado e viu a bola ir nas redes.

A resposta do Flamengo veio no minuto seguinte. Após cruzamento, Adriano não conseguiu finalizar e a bola sobrou para Zé Roberto, que perdeu o gol. No entanto, o time carioca sentiu o gol e passou a ficar nervoso com as reclamações da torcida. Com isso, o Náutico passou a atacar mais e tentar o segundo gol.

A partida seguiu sem muitos lances de perigo, mas muito equilibrada. As duas equipes passaram a buscar o ataque, mas esbarravam nos erros de passe, principalmente do Flamengo. Na melhor chance, aos 27 minutos, Derley fez boa jogada individual e tocou para Juliano, que chutou para fora, com perigo para o gol de Bruno.

Nos minutos finais da etapa inicial, o Flamengo voltou a dominar a partida e passou a criar mais jogadas no ataque, mas finalizava muito mal. A torcida vaiava a equipe, principalmente o lateral-direito Leonardo Moura. No apito do árbitro, os torcedores pediram raça aos jogadores que desciam para o vestiário.

Com Petkovic no lugar de Fabrício, o Flamengo começou o segundo tempo pressionando o Náutico em busca do gol de empate. Quase conseguiu logo dois minutos, quando Leonardo Moura cabeceou com perigo, para fora, após cruzamento. No entanto, em um contra-ataque, os pernambucanos quase ampliaram três minutos depois. Gilmar fez boa jogada individual e chutou com perigo ao gol de Bruno.

A partir dai, a partida ficou mais movimentada, com o Flamengo no ataque e dando espaço para o Náutico armar os contra-ataques. No entanto, as duas equipes não conseguiam criar chances de gol. A situação começou a melhorar para o rubro-negro aos 15 minutos, quando o zagueiro Vagner Silva foi expulso e deixou os pernambucanos com um homem a menos.

Os lances de gol começaram a aparecer do lado do Flamengo. Aos 19 minutos, Éverton cruzou pela esquerda para Adriano. O atacante cabeceou para grande defesa de Gledson. Seis minutos depois, Leonardo Moura fez boa jogada e chutou, a bola desviou e quase enganou o goleiro pernambucano.

A medida que o tempo passava, o Náutico recuava mais e dava espaço para o Flamengo chegar mais perto da área e levar perigo. Aos 30 minutos, Kléberson arriscou de fora da área e obrigou Gledson a fazer grande defesa. De tanto insistir, o Flamengo conseguiu o empate aos 36 minutos. Após boa jogada de Petkovic, o sérvio chutou a bola foi rebatida pelo goleiro e sobrou para Leonardo Moura, que colocou para as redes.

O gol animou o time e a torcida do Flamengo, que pressionou o Náutico nos minutos finais em busca da virada. No entanto, os cariocas se preocupavam com os contra-ataques pernambucano. No entanto, os donos da casa não conseguiram transpor a defesa visitante e teve que se contentar em sair de campo com o empate.

FICHA TÉCNICA: FLAMENGO 1 x 1 NÁUTICO

Local:
Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 2 de agosto de 2009, domingo
Horário: 16h00 (de Brasília)
Renda: R$ 687.068,00
Público: 41.772 pagantes
Árbitro: Sandro Meira Ricci (DF)
Assistentes: Ênio Ferreira de Carvalho (DF) e Antônio Carlos de Oliveira (ES)
Cartões amarelos: Willians e Toró (FLA); Cláudio Luiz, Nilson, Juliano e Anderson Santana (NAU)
Cartões vermelhos: Vagner Silva (NAU)

Gols: FLAMENGO: Leonardo Moura, aos 36 minutos do segundo tempo; NÁUTICO: Gilmar, aos 23 minutos do primeiro tempo

FLAMENGO: Bruno; Welinton, Ronaldo Angelim e Fabrício (Petkovic); Leonardo Moura, Toró (Camacho), Willians, Kléberson e Everton; Zé Roberto (Bruno Paulo) e Adriano
Técnico: Andrade

NÁUTICO: Gledson; Vagner Silva, Asprilla, Cláudio Luiz e Patrick; Nilson, Derley, Juliano (Douglas) e Anderson Santana; Márcio Barros (Michel) e Gilmar
Técnico: Geninho


Leia mais sobre: Flamengo Náutico Campeonato Brasileiro

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Vipcomm

flamengo de adriano só empata com náutico

Flamengo
Na estreia de Andrade como efetivo, time apenas empatou com o Náutico, que deixou a lanterna

Topo
Contador de notícias