iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

31/07 - 22:55

Atlético-GO vence Guarani fora de casa e dispara na liderança

Nesta sexta-feira, o Dragão derrotou o Guarani, fora de casa, pelo placar de 3 a 1 e abriu vantagem na primeira colocação sobre o rival

Gazeta Esportiva

CAMPINAS - Líder no Campeonato Brasileiro da Série B, o Atlético-GO conquistou uma vitória fundamental para se estabilizar na ponta da competição. Nesta sexta-feira, o Dragão derrotou o Guarani, fora de casa, pelo placar de 3 a 1 e abriu vantagem na primeira colocação sobre o rival.

O resultado positivo em Campinas fez o Atlético-GO alcançar os 32 pontos e subir para quatro a vantagem sobre o Guarani, que liderou a competição com muita tranqüilidade, mas devido à queda de produção nas últimas rodadas, já observa outras equipes chegarem perto da segunda colocação na tabela.

Acumulando quatro partidas sem vitória, o Guarani buscará a reabilitação na próxima sexta-feira, às 21 horas, quando terá pela frente o Ipatinga fora de casa. Em contrapartida, o Atlético-GO tentará manter a liderança tranquila apenas no dia 8 de agosto contra o Ceará, às 16h10, no estádio Castelão.


O jogo - veja como foi a partida no lance a lance do Placar iG 
Embalado na competição, o Atlético-GO começou melhor a partida e logo aos dois minutos criou sua primeira grande chance de gol. O atacante André Leonel invadiu a área, driblou o zagueiro e tocou com categoria por baixo das pernas de Douglas, mas Márcio Alemão evitou o gol rival ao salvar a bola em cima da linha.

Mesmo atuando em casa, o Guarani pareceu não ter se recuperado da virada frente a Portuguesa e atuava de forma apática, dessa forma, o Dragão aproveitava a má atuação do Bugre para dominar a partida e levar perigo ao gol de Douglas.

A movimentação do ataque goiano, especialmente com o avanço do meia Elias, confundia a marcação do Guarani e dificultava o trabalho dos zagueiros campineiros. Assim, aos 20 minutos, o camisa 10 do Atlético-GO subiu mais alto que a defesa rival e abriu o placar para os visitantes em pleno Brinco de Ouro da Princesa.

Depois de sofrer o tento, o Guarani melhorou no setor de meio-campo e reequilibrou a partida. Com a vantagem no marcador, os goianos valorizavam a posse de bola e administraram o placar favorável até o final da primeira etapa.

As broncas de Vadão nos vestiários surtiram efeito logo início do segundo tempo em Campinas. Logo aos três minutos, Walter Minhoca arriscou de fora da área e exigiu grande defesa de Márcio, que espalmou para o lado. No rebote, o lateral direito Maranhão chutou novamente e o goleiro do Dragão salvou com os pés o empate do Bugre.

Mais exposto e ofensivo, o Guarani chegou ao gol com 20 minutos da segunda etapa após grande tabela entre sua dupla de ataque. Ricardo Xavier recebeu dentro da área e tocou de primeira para Caíque, o camisa 11 ficou à frente do goleiro e foi derrubado por Fábio Gomes.

Na cobrança da penalidade assinalada por Carlos Eugênio Simon, Ricardo Xavier enganou Márcio com a 'paradinha' e tocou sem problemas no canto esquerdo para decretar a igualdade no confronto direto entre os líderes da Série B.

Apesar de melhorar seu rendimento da segunda etapa e empatar a partida, o Guarani se mostrava muito exposto na defesa e cedia muitos espaços para o contra-ataque do Atlético-GO. Dessa forma, os goianos chegaram com velocidade à meta de Douglas e passaram à frente no marcador.

Aos 27 minutos, o atacante Marcão recebeu um cruzamento da esquerda completamente livre, dentro da área. Com muita tranquilidade, o jogador dominou à frente de Douglas e tocou com categoria por baixo das pernas do camisa 1 do Bugre, colocando o Dragão na liderança.

Consciente na partida e administrando a posse de bola, a equipe de Mauro Fernandes dominou os instantes finais da partida. Logo após passar à frente no placar, Lindomar recebeu passe de Marcão, invadiu a área e chutou com perigo ao gol de Douglas.

A facilidade encontrada pelo ataque do Atlético-GO acabou sendo premiada nos acréscimos. Destaque da partida no segundo tempo, o atacante Marcão recebeu belo passe e, sem marcação alguma dentro da área, finalizou na saída do goleiro Douglas e concretizou a vitória goiana em Campinas.

O Guarani sentiu o revés sofrido e pouco atacou depois de ficar em desvantagem. Depois de alcançar a campanha do Corinthians de 2008 com 11 jogos de invencibilidade na Série B, o Bugre jogou quatro partidas e não venceu. A queda de rendimento que tirou a liderança de Campinas já ameaça a segunda colocação da equipe de Vadão.

FICHA TÉCNICA: GUARANI 1 x 3 ATLÉTICO-GO

Local:
Estádio Brinco de Ouro da Pricensa, em Campinas (SP)
Data: 31 de julho de 2009, sexta-feira
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Carlos Eugênio Simon (Fifa-RS)
Assistentes: José Javel Silveira e Carlos Henrique Selbach (ambos do RS)
Cartões Amarelos: Glauber, Caíque, Márcio Alemão, Bruno Aguiar e Walter Minhoca (Guarani); Anaílson, Róbston, Marcão e Fábio Gomes (Atlético-GO)
Cartões Vermelhos: Glauber (Guarani)

Gols: GUARANI: Ricardo Xavier, aos 20 minutos do segundo tempo; ATLÉTICO-GO: Elias, aos 27 minutos do primeiro tempo, e Marcão, aos 28 e 46 minutos do segundo tempo

GUARANI: Douglas; Maranhão, Bruno Aguiar, Márcio Alemão e Andrezinho; Cléber Goiano (Nei Paraíba), Glauber, Nunes (Fabinho) e Walter Minhoca (Luciano Santos); Caíque e Ricardo Xavier
Técnico: Oswaldo Alvarez

ATLÉTICO-GO: Márcio; Rafael Cruz, Leandro Amaro, Jairo e Chiquinho; Leandro Carvalho, Pituca (Fábio Gomes), Robston e Elias (Lindomar); Anaílson (Marcão) e André Leonel
Técnico: Mauro Fernandes


Leia mais sobre: Guarani Atlético-GO Série B

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

atlético-go vence guarani e dispara na ponta

Atlético-GO
Time goiano venceu o Guarani, em Campinas, e disparou na ponta da Série B

Topo
Contador de notícias