iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

21/07 - 07:30

Com Jorginho, Palmeiras aplica a marcação mais forte do Brasileirão
Time lidera ranking de desarmes e faltas cometidas no campeonato, com destaque para Pierre; essa é a primeira vez que o goleiro Marcos atua pela defesa menos vazada desde 2003

Por Renan Justi, da Footstats


SÃO PAULO - Dono de um aproveitamento superior ao de qualquer técnico efetivado no Brasil, Jorginho segue à frente do Palmeiras numa invencibilidade de cinco jogos. Nessa série sem reveses, uma característica da equipe chama a atenção: a marcação implacável.

Sob o comando do ainda interino treinador, o Palmeiras tem média de 25,8 faltas e 32 desarmes por partida, marcas superiores às de qualquer time da Série A. Nem o mesmo grupo de jogadores conseguiu tais números quando dirigidos por Vanderlei Luxemburgo.

Nas sete rodadas em que Luxemburgo dirigiu o atual vice-líder, a única vez que o time conseguiu se equiparar à ‘pegada’ dos tempos de Jorginho foi na vitória por 3 a 1 sobre o Cruzeiro, no Palestra Itália. Nessa rara ocasião, os atletas totalizaram 27 faltas e 31 desarmes.

Uma prova da eficiência defensiva da equipe com Jorginho foi o duelo com o Avaí. Disparado na liderança do ranking de finalizações do Brasileiro, o time catarinense arriscou 20 conclusões ao gol, mas sem sucesso. Quem mais vibra com isso é o goleiro Marcos, que joga na defesa menos vazada da competição (com 12 gols sofridos) pela primeira vez na era dos pontos corridos.

O “escudo” de todo o esquema de marcação não começa na sua dupla de zaga, mas em seu aguerrido meio-campo. O “cão de guarda” Pierre, volante de talento único para obstruir jogadas, mantém sua hegemonia nos desarmes. A cada oito bolas divididas por Pierre, em sete ele leva a melhor. Quando não rouba a bola, é certo de que impedirá o ataque rival com falta.

E atingir a posição de time mais faltoso do campeonato veio logo após a chegada de Jorginho no comando interino da equipe paulista. Os palmeirenses já cometeram 285 vezes faltas desde o início do campeonato – e os dois jogadores mais faltosos do Brasileirão jogam de verde e branco: Pierre (39) e Diego Souza (37).

O Palmeiras tem apenas uma derrota no Brasileirão, com Luxa no banco de reservas. Outros 11 adversários colocaram seu melhor jogo à prova, mas não tiveram êxito – são sete vitórias e quatro empates até aqui. A campanha atual já supera em quatro pontos a classificação do clube na mesma rodada do ano passado.


Leia mais sobre: Palmeiras Brasileirão

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

Marcos

Marcos
É a 1ª vez que o goleiro joga na melhor defesa do Brasileirão na época dos pontos corridos

Topo
Contador de notícias