iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

12/07/2009 - 18:00

Com um a menos, São Paulo supera erros e empata com Fla
Adriano marca e não comemora contra ex-time; equipes reclamam de supostos erros de arbitragem no Morumbi

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - O São Paulo esteve perto da derrota na tarde deste domingo, mas conseguiu superar seus erros no estádio do Morumbi e assegurou o empate por 2 a 2 com o Flamengo, pelo Campeonato Brasileiro. Mesmo com um atleta a menos durante todo o segundo tempo (Renato Silva foi expulso), o Tricolor evitou mais um resultado negativo em casa, no reencontro com o atacante Adriano.

A primeira falha dos donos da casa saiu no começo do jogo. O goleiro Denis deu a bola de presente para Fierro marcar. Borges empatou, mesmo com os evidentes problemas táticos do Tricolor. Ainda no primeiro tempo, Adriano venceu a zaga são-paulina para sofrer pênalti. O Imperador fez a cobrança para o Rubro-negro pular à frente.

Mesmo assim, o São Paulo teve um pênalti ao seu favor na etapa complementar e igualou a contagem. Com o placar, o Tricolor chegou aos 11 pontos e continua perto da parte de baixo. Já o time rubro-negro se distanciou do G-4, pois fica com 15. Assista aos gols da partida

O jogo - veja como foi a partida no lance a lance o Placar iG
A partida começou com um ritmo impressionante no Morumbi, e a falha feia do goleiro Denis ajudou o Flamengo a mexer rapidamente no placar. Logo aos três minutos, o arqueiro tricolor saiu jogando errado, a bola desviou em Fierro e caiu nos pés de Adriano, que mandou de volta para o chileno, responsável por finalizar para as redes.

O time visitante continuou perigoso, aproveitando a desorganização dos donos da casa. Foi assim que o Imperador recebeu com liberdade na área, mas tocou fraco e permitiu a ótima defesa de Denis. A partir daí, o São Paulo se lançou com mais afinco ao ataque, abrindo também espaços para os contragolpes flamenguistas.

Porém, a zaga dos visitantes também demonstrou insegurança e não conseguiu evitar a igualdade no placar. Aos 17 minutos, Miranda lançou na esquerda para Marlos, que girou na frente do zagueiro Ronaldo Angelim e cruzou no meio da área, onde apareceu Borges para empatar o confronto.

Mesmo com o gol, o São Paulo continuou com dificuldades em campo, sem elaborar jogadas perigosas na busca pela virada. Assim, o Flamengo aproveitou um rápido contra-ataque para pular novamente à frente na contagem. Adriano recebeu pela esquerda, fez ótimo drible sobre Jean Rolt, invadiu a área e foi derrubado por Renato Silva. Pênalti marcado, aos 20 minutos.

O próprio Imperador cobrou para anotar o segundo gol da equipe visitante. Em função da trajetória que teve no ano passado no Morumbi, o atacante não comemorou o tento, mesmo cercado pelos demais jogadores do Rubro-negro.

Com a vantagem dos cariocas, o jogo passou a ficar mais faltoso no meio-campo e sem emoção dos dois lados. O Flamengo, inclusive, foi atrapalhado pela quantidade de erros dos alas Everton Silva e Everton nos momentos dos contra-ataques.

Milton Trajano
Milton Trajano


Mesmo sem chegar com perigo novamente à meta de Denis, o clube visitante teve motivo para comemorar nos minutos finais da etapa. O zagueiro Renato Silva levou o segundo cartão amarelo ao interromper contra-ataque e, consequentemente, foi expulso de campo, deixando o time da casa com um a menos.

Apesar da exclusão de seu jogador, o técnico Ricardo Gomes não alterou o Tricolor para o segundo tempo, e Cuca também manteve os titulares depois do intervalo. No primeiro lance de ataque da etapa, Welinton bateu de longe e observou a defesa de Denis.

Como o Rubro-negro continuou melhor em campo, Ricardo Gomes fez duas alterações para tentar mudar o panorama da partida. Hernanes e Hugo deixaram o gramado para as entradas de Jorge Wagner e Eduardo Costa. Porém, o Tricolor precisou da ajuda de um zagueiro para chegar ao empate. Ao estilo de um atacante, Miranda fez fila na zaga adversária e foi derrubado por Willians. O árbitro apontou para a marca do pênalti. Assim, aos 20, Jorge Wagner tocou no canto oposto ao do goleiro para igualar a contagem.

Depois do gol, Cuca tirou Welinton de campo para colocar Erick Flores. Do outro lado, Ricardo Gomes mandou Washington ao gramado para a vaga de Borges. A desvantagem no número de jogadores não impediu o São Paulo de atuar melhor na parte final do jogo, mas sem conseguir furar o bloqueio para tentar a vitória. Antes do apito, os dois lados pediram pênaltis, mas o árbitro encerrou a partida.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 2 x 2 FLAMENGO

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 12 de julho de 2009 (Domingo)
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Assistentes: Carlos Berkenbrock (Fifa-SC) e Erich Bandeira (Fifa-PE)
Cartões amarelos: Jorge Wagner (São Paulo). Fierro, Willians, Bruno, Leonardo Moura, Adriano, Everton Silva, Everton e Welington (Flamengo)
Cartão vermelho: Renato Silva (São Paulo)
Público: 21.648 pagantes
Renda: R$ 507.690,00
GOLS: SÃO PAULO: Borges, aos 17 minutos do primeiro tempo. Jorge Wagner, aos 20 minutos do segundo tempo
FLAMENGO: Fierro, aos 3, e Adriano, aos 20 minutos do primeiro tempo

SÃO PAULO: Denis; Jean Rolt, Renato Silva e Miranda; Arouca, Jean, Hernanes (Jorge Wagner), Marlos e Junior Cesar; Hugo (Eduardo Costa) e Borges (Washington)
Técnico: Ricardo Gomes

FLAMENGO: Bruno; Welinton (Erick Flores), Fabrício e Ronaldo Angelim; Everton Silva, Willians, Leonardo Moura, Zé Roberto e Éverton (Petkovic); Fierro (Jorbison) e Adriano
Técnico: Cuca


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Vipcomm

Adriano

Adriano
Atacante pediu para companheiros do Fla se afastarem após fazer o segundo gol do time

Topo
Contador de notícias