iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

29/06/2009 - 20:07

Douglas comemora boa atuação no clássico com o Palmeiras

Goleiro espera seguir ganhando a confiança do técnico Vagner Mancini, no próximo jogo do Peixe, contra o Sport

Gazeta Esportiva

SANTOS - Substituto do titular Fábio Costa neste domingo, no empate do Santos com o Palmeiras, por 1 a 1, no Palestra Itália, o goleiro Douglas deixou o gramado satisfeito com a sua atuação. Feliz por ter feito boas defesas no clássico, o arqueiro espera dar seguimento ao seu trabalho, ganhando a confiança do técnico Vagner Mancini, no próximo jogo do Peixe, contra o Sport, sábado, na Vila Belmiro.

Firme em suas intervenções na partida, especialmente no primeiro tempo, Douglas destacou duas defesas como as mais importantes para ele no jogo. "Teve o lance do Obina, no segundo tempo. Ele tinha várias opções, como seguir ou tentar o drible, mas arriscou um chute, difícil de defender. E a do Diego Souza, na primeira etapa, que ele podia tocar do lado e finalizou. Essas duas foram as mais importantes para mim", disse Douglas, em entrevista à Rádio Cultura.

Segundo o goleiro, para que a sua alegria fosse completa, só faltou a vitória, que ele espera que venha contra o Sport, na próxima rodada. "Contra o Palmeiras, pude ajudar a equipe, apesar de, infelizmente, não termos vencido. Vou procurar fazer um trabalho bem feito durante a semana, para confirmar a boa fase no final de semana. Espero que no sábado eu possa estar bem, assim como os meus companheiros. Tomara que eles joguem bem, façam os gols e desta vez a gente possa sair de campo com um resultado positivo", disse.

Dono do gol santista por pelo menos mais duas rodadas, uma vez que o titular da posição, Fábio Costa, está se recuperando de uma lesão no joelho e tornozelo direitos, além de ter que cumprir o segundo jogo da punição imposta pelo STJD diante do Sport, Douglas se diz confiante e assegura não se sentir pressionado a ter boas atuações.

"Isso (pressão) não me abala. O (Vagner) Mancini é um cara transparente, que tem nos dado força e passado bastante tranquilidade nesse momento. Estou ciente que, para jogar no Santos, com essa camisa gloriosa, você precisa estar se firmando no grupo a cada oportunidade. Ainda mais para o goleiro, que é uma posição diferente. Por isso, o jogador que atua ali (no gol) precisa passar segurança ao time. E é isso que vou procurar fazer contra o Sport. Estarei atento para não dar nenhuma brecha ao adversário", concluiu.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias