iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

21/06/2009 - 15:40

'Pasmo', Luxemburgo sai em defesa de Muricy Ramalho
"Fiquei pasmo com essa troca do São Paulo, o Muricy é tricampeão brasileiro. O Luxemburgo também tem uma história bonita. Estão metralhando a gente. Está complicado", disse

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - A desclassificação da Libertadores fez uma vítima: Muricy Ramalho deixou o comando do São Paulo. Alvo de pressão parecida no Palmeiras, o técnico Vanderlei Luxemburgo encarou com surpresa a decisão do time do Morumbi. Por isso, mandou uma palavra de apoio ao colega de profissão.

"A análise da diretoria do São Paulo deve ser respeitada, mas eu bancaria o Muricy porque analiso o projeto", afirmou Luxemburgo, após o empate do Palmeiras diante do Atlético-PR, na Arena da Baixada.

"O Telê ficou no São Paulo por cinco, seis anos e montou três times diferentes. Naquela época, os dirigentes entenderam que ele poderia refazer o time. Hoje, entenderam que o Muricy deveria sair", emendou.

Na visão de Luxemburgo, as cobranças sobre os técnicos que perdem a Libertadores são exageradas. No Verdão, representantes de uma torcida organizada exigem a demissão do treinador.

"Fiquei pasmo com essa troca do São Paulo, o Muricy é tricampeão brasileiro. O Luxemburgo também tem uma história bonita. Estão metralhando a gente. Está complicado", disse.

 


Leia mais sobre: Vanderlei Luxemburgo Muricy Ramalho Campeonato Brasileiro

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Reuters

Vanderlei Luxemburgo

Vanderlei Luxemburgo
Treinador acredita que tanto ele como Muricy foram pressionados de maneira errada

Topo
Contador de notícias