iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

10/04 - 10:06

Rivais menosprezam, mas "Fiel" quer superar Pelé nos cinemas
São-paulinos e palmeirenses não têm o menor interesse em ver o filme, que espera ter mais de 300 mil espectadores

Bruno Rico, repórter do Último Segundo

SÃO PAULO – Nesta sexta-feira, véspera dos clássicos do final de semana pelas semifinais do Paulistão, estréia o filme “Fiel”, que conta, entre outros momentos, o rebaixamento do Corinthians, em 2007, e a volta por cima, em 2008. O documentário vira as lentes para o torcedor e enaltece sua paixão pelo clube.

Confiantes da "fidelidade" dos corintianos, os produtores acreditam que "Fiel" terá audiência maior que "Pelé, Eterno", que levou cerca de 300 mil espectadores aos cinemas. Apostam, inclusive, que torcedores de outros clubes pagarão para ver o documentário. Será? Fomos às ruas ver a reação dos torcedores.

iG
Hélio, Elvis, Paulo e Waldir: filme sobre o rebaixamento do Corinthians?! Sem chance!

"Corinthians não dá", disse Paulo, que é são-paulino. O atendente acredita que os torcedores tricolores "vão fazer questão de NÃO ir ver". Paulo aposta, ainda, em vitória para o clássico de domingo. "3 a 0, só para começar".

O motoboy corintiano Waldir está ansioso para ver o filme. "Vou no domingo". Mas, assim como Paulo, não acredita que torcedores de outros filmes queiram assisti-lo. "É muita rivalidade. Ao invés de ir ver o filme do Corinthians, as pessoas vão querer assistir a algum outro filme". Ainda assim, aposta que a audiência seja maior que a do filme do Pelé. "O Timão tem torcida no Brasil todo".

O garçom palmeirense Milton confirma a previsão de Waldir. "Claro que não vou assistir a esse filme! Tá louco! Vai ser um fracasso!". Otimista, aposta em vitória por 3 a 0 contra o Santos, na Vila Belmiro.

O balconista corintiano Sebastião brincou com a pergunta. "Todos vão querer assistir ao filme do 'coringão'. Principalmente os são-paulinos".

Mas, contrariando a regra, alguns torcedores de outros times se interessaram pelo documentário alvinegro. Ivo batista, santista e dono de restaurante, disse que quer ver o filme. "Vou assistir porque torço pelo Ronaldo". Informado de que o filme se refere a um período anterior à contratação do Fenômeno, manteve a posição. "Mesmo ele não aparecendo, ainda quero ver".

iG
Sérgio, jornaleiro: "Isso é demagogia. Os não-corintianos não vão aos cinemas"

Elvis, palmeirense daqueles que vão às ruas com a camisa alviverde, surpreendeu e disse que vai assistir ao filme. "Estou curioso", contrariou o vendedor de cartão “zona azul".

O analista são-paulino Hélio foi mais ríspido na resposta. "Não tenho um pingo de curiosidade. Quem vai querer assistir a um filme sobre o rebaixamento?! Para mim, isso é incompetência do time. Nada mais do que isso. Acho até que bate os 300 mil espectadores porque a torcida do Corinthians é fanática, mas eu não vou". Precavido, aposta em empate em 0 a 0 no jogo deste domingo, no Pacaembu.

O jornaleiro palmeirense Sérgio, bem informado, sabia da estreia do filme e comentou a aposta do presidente corintiano sobre a audiência de outros torcedores: "Isso é demagogia. Pode até bater a audiência do filme do Pelé porque o filme não teve muita divulgação, mas duvido que não-corintianos vão aos cinemas assisti-lo". Para ele, Diego Souza vai fazer gol de placa no clássico contra o Santos. E isso vale mais do que qualquer estreia cinematográfica.


Leia mais sobre: Corinthians São Paulo Palmeiras Santos Fiel

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


AE

corintianos filme fiel pre-estreia

Pré-estreia de "Fiel"
No que depender dos rivais do Corinthians, o filme sobre o rebaixamento em 2007 será um fiasco

Topo
Contador de notícias