iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

01/03 - 18:09

Botafogo bate Resende e conquista Taça Guanabara

Muito superior ao adversário durante todo o duelo, o alvinegro fez 3 a 0 e se classificou para a decisão do Carioca; assista aos gols

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - O Botafogo conquistou a Taça Guanabara ao derrotar o Resende por 3 a 0 em partida disputada na tarde deste domingo, no Maracanã. Foi a quinta vez em sua história que a equipe alvinegra conquistou o troféu que corresponde ao primeiro turno do Campeonato Carioca o que garantiu ao time comandado por Ney Franco a presença nas finais da competição. Se o Botafogo também vencer a Taça Rio, ganhará o título sem necessidade de decisão extra. Os gols do Botafogo foram marcados por Reinaldo, Lucas Silva e Maicosuel.

A vitória do Botafogo foi justa porque o Alvinegro de General Severiano fez um bom primeiro tempo, superando o forte calor e o esquema defensivo do Resende para estabelecer a vantagem e dominou inteiramente na etapa final quando poderia ter estabelecido uma vantagem muito maior. Já o Resende ainda resistiu no início mas vencido pela maior capacidade técnica do Botafogo e pelo grito de mais de 70 mil torcedores, acabou se entregando e se contentando em ser apenas o coadjuvante da grande festa.

Os dois times voltam a jogar pelo Campeonato Carioca no próximo final de semana. Na primeira rodada da Taça Rio, o Botafogo enfrentará o Tigres em Xerem enquanto o Resende vai receber o Macaé.

Assista aos gols de Botafogo 3 x 0 Resende


O jogo - veja como foi a partida no lance a lance do Placar iG
O Resende começou a partida dando a impressão de que repetiria a exibição diante do Flamengo e que lhe garantiu a vaga na decisão. Logo no primeiro ataque, o time do Sul-fluminense chegou com facilidade à área do Botafogo com Fabiano rolando para Márcio Gomes chutar por cima do gol. O lance não assustou o Botafogo que deu a resposta aos três minutos em bola levantada na área que Márcio Gomes cabeceou por cima do próprio gol para evitar a conclusão de Reinaldo.

Os dois times exerciam forte marcação no meio campo e no Botafogo, Leandro Guerreiro era a opção de saída para o ataque, já que os atacantes estavam bem marcados e Lucas Silva não conseguia aparecer para receber as bolas.

A partir dos dez minutos, o Botafogo passou a acionar com frequencia os laterais Alessandro e Thiaguinho, empurrando a equipe do Resende para a sua defesa. Aos 11 minutos, Reinaldo arrisca de longe e a bola passou perto do gol de Cléber. No minuto seguinte, Fahel entra livre pela direita mas fura de forma bisonha ao tentar concluir o lance. Aos 14 minutos foi a vez de Reinaldo aparecer outra vez em cruzamento de Alessandro, mas a cabeçada passou por cima do gol.

O Resende tinha grande dificuldade para sair jogando. Além disso, o artilheiro Bruno Meneghel era bem marcado e quase não tocava na bola. Só aos 27 minutos, o atacante levou perigo ao gol de Renan, após jogada pela direita. Ele cruzou rasteiro mas o atacante Fabiano chegou atrasado.No minuto seguinte, o Botafogo perdeu outra chance de marcar. Maicosuel, um dos destaques do Botafogo, fez ótima jogada pela direita e cruzou rasteiro. Reinaldo tentou concluir de letra e falhou.

O Botafogo continuou pressionando e acabou marcando o primeiro gol aos 34 minutos. Lucas Silva cruzou da direita, Breno chutou em cima de Meneghel e a bola sobrou para Reinaldo que, com muito oportunismo, bateu cruzado sem chances de defesa para o goleiro Cléber. Depois de abrir vantagem, o time de General Severiano ainda criou duas boas oportunidades para ampliar o placar. Aos 40 minutos, com Reinaldo driblando um zagueiro no lado esquerdo da área e chutando para boa defesa do goleiro do Resende. Cléber voltou a aparecer bem aos 44 minutos, agora em chute do zagueiro Emerson que invadiu pela direita e chutou cruzado.

O Resende voltou para o segundo tempo com uma armação mais ofensiva. O técnico Antonio Carlos Roy trocou o zagueiro Márcio Costa pelo meia Beto. E logo aos dois minutos, o time do interior quase chega ao empate em cabeçada de Bruno Meneghel que obrigou o goleiro Renan a fazer uma grande defesa para evitar o empate. O Resende seguiu pressionando e quando o técnico Ney Franco já se preparava para substituí-lo, Lucas Silva foi lançado por Juninho, driblou o goleiro Cléber e colocou a bola nas redes.

Mesmo com a vantagem, o técnico do Botafogo tirou o zagueiro Emerson e o meia Lucas Silva entrando o volante Léo Silva e o atacante Jean Carioca. Com a mudança, Leandro Guerreiro recuou para compor a zaga ao lado de Wellington e Juinho. O Resende também mudou com a entrada dos atacantes Viola e Hiroshi, numa última tentativa de mudar o clima da partida.

Só que o Botafogo continuou com amplo predomínio em campo e perdeu algumas chances por causa do individualismo dos atacantes que tentavam concluir as jogadas sem servir aos companheiros mais bem colocados. Aos 17 minutos, Jean Carioca penetrou pela direita e bateu cruzado mas a bola se chocou com o poste direito de Cléber.

Aos 27 minutos, após boa troca de passes, Thiaguinho recebeu em condições mas foi travado na hora do chute. No Resende, o veterano Viola quase não tocava na bola já que os jogadores do meio de campo do Resende estavam mais ocupados em bloquear os atacantes botafoguenses.

Aos 31 minutos, Léo Silva cruzou da direita e Jean Carioca entrou livre mas perdeu a chance de marcar o terceiro gol ao bater de canela na bola. Aos 33 minutos, Reinaldo fez ótima jogada pela direita mas seu cruzamento acabou bloqueado pela zaga do Resende. O Botafogo passeava em campo e Thiaguinho concluiu de dentro da área para boa defesa de Cléber. Um minuto, o zagueiro Nailton derrubou Reinaldo na entrada da área, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso de campo.

Sem qualquer chance de reação, o Resende passou a se preocupar apenas em não sofrer uma goleada que poderia apagar o brilho da surpreendente campanha.

Aos 41 minutos, o Botafogo chegou ao terceiro gol depois de um verdadeiro bombardeio na pequena área do Resende. A bola acabou sobrando para Maicosuel empurrar a bola para as redes. Reinaldo ainda teve oportunidade de fazer o quarto mas errou o chute e Wellington Júnior que mal tocou na bola, recebeu o segundo amarelo por falta sobre Viola e acabou expulso. No último minuto, Léo Silva acertou o travessão em cobrança de falta o que serviu para aumentar a grande festa que a torcida botafoguense fez no Maracanã para comemorar o título.

Maicossuel comemora o seu gol, terceiro do Botafogo sobre o Resende

FICHA TÉCNICA
RESENDE 0 X 3 BOTAFOGO

Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 1º de março de 2009, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: João Batista Arruda
Assistentes: Ediney Mascarenhas e Wagner dos Santos
Cartão Amarelo: Bruno Leite, Nailton, Marquinhos e Beto(Resende) Wellington Júnior(Botafogo)
Cartão Vermelho: Nailton (Resende) e Wellington Júnior(Botafogo)
Gols: BOTAFOGO: Reinaldo aos 34 minutos do primeiro tempo e Lucas Silva aos 7 minutos e Maicosuel aos 42 minutos do segundo tempo

RESENDE: Cléber, Márcio Costa(Beto), Naílton e Breno; Bruno Leite(Hiroshi( Márcio Gomes, Fred, Marquinhos, Fabiano e Léo(Viola); Bruno Meneghel
Técnico: Antônio Carlos Roy

BOTAFOGO: Renan, Emerson(Léo Silva), Juninho e Wellington; Alessandro, Leandro Guerreiro, Fahel, Maicosuel e Thiaguinho(Wellington Júnior); Lucas Silva(Jean Carioca) e Reinaldo
Técnico: Ney Franco


Leia mais sobre: Botafogo Resende Taça Guanabara

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Photocamera

botafogo campeão da Taça Guanabara

Botafogo campeão
Time de General Severiano levantou o trofeu do 1º turno do Carioca após vitória sobre o Resende

Topo
Contador de notícias