iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

22/02 - 20:00

Fábio Costa e Fabiano Eller fizeram as pazes no vestiário antes do jogo
O arqueiro e o defensor ainda não haviam se desculpado pelo ocorrido e por isso resolveram se entender antes do confronto no Pacaembu

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - O goleiro Fábio Costa e o zagueiro Fabiano Eller, que foram afastados do elenco do Santos por terem brigado no intervalo da partida contra o Marília, no dia 12 de fevereiro, fizeram as pazes neste domingo. Afastados do jogo contra o Guarani e fora do duelo contra o Rio Branco-AC, pela Copa do Brasil, os dois atletas voltaram ao time neste domingo, contra o Botafogo-SP.

O arqueiro e o defensor ainda não haviam se desculpado pelo ocorrido e por isso resolveram se entender antes do confronto no Pacaembu, no vestiário, momentos antes de a equipe entrar em campo.

"Eles deram um abraço e isso deu uma energia positiva muito boa para todo mundo. É isso que nós precisamos para levantar uma ou duas taças esse ano. Sem energias nada dá certo. E hoje essa energia foi tremenda", disse o zagueiro Fabão.

O camisa 1 do Peixe admitiu ter feito as pazes com Fabiano Eller. "Não faço nada para agradar ninguém, faço as coisas quando eu acho que devo fazer. Seja qual for problema, independente de quem está certo ou errado, ficou comprovado dentro de campo que não tem mais nenhum resquício do que aconteceu", afirmou, antes de reconhecer que esse tipo de problema não pode mais acontecer.

"Lamento, pois foram dois jogadores experientes, líderes do grupo, brigando, e isso nunca poderia ter acontecido. Mas aconteceu, paciência. Peço desculpas à torcida, porque a imagem do Santos é que ficou manchada, mas já conversamos e está tudo resolvido. Não há mágoas", afirmou.

Capitão do time neste seu retorno, Fábio Costa rejeitou a hipótese do presidente do clube, Marcelo Teixeira, ter interferido a seu favor junto à comissão técnica. "Não estou sabendo disso. Não sou o homem do presidente, sou o homem da minha mulher (risos). Tenho uma admiração muito grande por ele (Teixeira), mas o Santos é muito grande e está acima de tudo isso", finalizou.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias