iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

17/02 - 10:40

Clássicos são os jogos mais violentos dos estaduais

Número de cartões e de faltas de quase todos os grandes clubes cresce nas partidas de maior rivalidade

Por Renan Justi, da Footstats

SÃO PAULO – Os dois últimos domingos marcaram a volta dos grandes confrontos estaduais. E as rivalidades, claro, afloraram sobre os gramados. O iG Esporte avaliou os números de 12 dos maiores times do Brasil e constatou que 8 deles cometeram mais faltas e receberam mais cartões nos clássicos, em comparação aos demais jogos dos estaduais.

O Gre-Nal, uma das mais tensas rivalidades regionais, dessa vez foi calmo. O superclássico não teve cartões vermelhos, mas foi marcado pelo desequilíbrio nas faltas. O Grêmio cometeu 32 infrações no jogo, exatamente o dobro de faltas marcadas contra o Colorado. Apenas D’Alessandro, Alex e Taison receberam 50% da carga total de faltas gremistas.

Um pouco diferente da escola gaúcha, que teve os clubes mais faltosos dos últimos dois Brasileirões (Grêmio, em 2008, e Juventude, em 2007), o clássico paulista entre São Paulo e Corinthians foi a prova de que tudo muda quando as rivalidades entram em campo. Os corintianos, que estavam zerados em cartões vermelhos, acabaram com dois jogadores expulsos; o Tricolor também levou um vermelho e ainda saiu da rodada como o time recordista em amarelos.

A polêmica alimentada pelas diretorias ao longo da semana, a respeito da divisão dos ingressos, aqueceu o jogo dentro e fora de campo. Tanto que, ao final da partida, torcedores do Corinthians entraram em confronto com policiais militares, houve corre-corre e diversos torcedores ficaram feridos.

Outro clássico que fica mais 'pegado' quando os arquirrivais se enfrentam pelo Estadual é Cruzeiro x Atlético. No Brasileirão passado, o Galo nem sequer foi advertido pelo árbitro naquele encontro, que teve um total de apenas 30 faltas. Já no confronto deste domingo, pelo Mineiro, com vitória do Cruzeiro por 2 a 1, foram 15 cartões, sendo 13 amarelos e 2 vermelhos.

Apesar de Fluminense e Vasco ocuparem o posto de times menos faltosos e mais disciplinados nos últimos Brasileiros, o clássico de duas semanas atrás foi o que teve mais infrações marcadas em todo o Brasil: 49 faltas. Muitas vezes, esse alto número tira a beleza do espetáculo. Um exemplo disso foi Roger, atacante do Fluminense, que cometeu mais faltas (5) do que chutou a gol (4).

Confira a média geral dos times comparada à média dos clássicos:

Clubes faltas/cartões (geral) faltas/cartões (clássico)
Palmeiras 25/3 34/5
Santos 16/2,6 13/2
Corinthians 20/3,5 21/8
São Paulo 19/3,5 21/8
Cruzeiro 17/3,2 22/9
Atlético-MG 19/3,2 11/6
Grêmio 22/3,5 32/4
Internacional 19/1,6 16/2
Vasco 22/3,4 25/6
Fluminense 19/3,3 24/3
Flamengo 17/2,7 11/3
Botafogo 22/3,6 27/5


Leia mais sobre: São Paulo Corinthians Flamengo Vasco Inter Grêmio

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Vipcomm

richarlyson tenta lance de efeito

São Paulo x Corinthians
Expulsões, faltas duras e até confusão fora de campo marcaram o clássico paulista

Topo
Contador de notícias