iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

24/07 - 14:15

Ainda líder, Flamengo não se incomoda com jejum
"Temos que analisar o campeonato todo e ainda estamos em primeiro lugar", avalia Fábio Luciano

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - Depois da alegria ao bater o arqui-rival Vasco, o Flamengo não soube mais o que é vencer. Desde aquele triunfo, há 11 dias, a equipe foi batida por Coritiba e Vitória e empatou com a Portuguesa.

A seqüência, porém, não incomoda na Gávea. O motivo: o time pode completar dez rodadas na liderança do Brasileiro caso o Grêmio não vença o Figueirense nesta quinta-feira, em Santa Catarina.

“Temos que analisar o campeonato todo e ainda estamos em primeiro lugar. Então, a equipe está muito bem”, avalia Fábio Luciano, acompanhado por seu técnico. “Estamos na liderança há dez rodadas, temos o melhor número de desarmes, o melhor ataque, a segunda melhor defesa. Tem que ver tudo que conquistamos nesse campeonato já”, pede Caio Júnior.

Demonstrando tranqüilidade, os rubro-negros asseguram que até mesmo o desempenho nas últimas partidas faz com que a confiança não seja abalada. “Contra o Coritiba nós jogamos melhor e contra o Vitória criamos inúmeras chances e não fizemos. Contra a Portuguesa também foi assim. Mesmo com dez em campo, tivemos chance de ganhar”, aponta Caio Júnior.

Capitão flamenguista, Fábio Luciano acredita que nem mesmo a soma de apenas um ponto nos últimos nove disputados é suficiente para que o treinador tenha que fazer uma revolução na equipe, que perdeu Renato Augusto e Marcinho nas últimas semanas, ambos negociados.

“Se o time estivesse muito mal, o Caio tivesse que mexer em muitas peças do time, seria outra coisa. Mas não é isso que tem acontecido. Nós criamos muitas chances contra Coritiba, Vitória e Portuguesa”, reforça o zagueiro. “Temos que assimilar esse momento para nos mantermos na frente, e vamos fazer de tudo para isso. O Flamengo está tranqüilo. O importante é que o time está correndo. Contra a Portuguesa, lutamos pelo resultado até o final”.

De qualquer maneira, a Gávea terá uma quinta-feira de apreensão para “secar” o Grêmio. Porém, os jogadores já se antecipam para relevar um possível triunfo gaúcho. “Procuramos ficar sempre próximos de quem estiver na liderança para que na reta final tenhamos chance de título. Queremos nos manter na liderança, mas sabemos que é difícil. E o importante é que na última rodada a gente seja campeão”, prega Juan.

100 vezes para esquecer? Apesar do jejum de vitórias ser minimizado, o empate dessa quarta-feira no Canindé estragou uma festa especial para Caio Júnior. “Completei 100 jogos como técnico na Série A. Só queria que fosse com uma vitória, pena que não deu”, lamenta o treinador.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo