iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

23/07 - 23:57

Nilmar marca dois e garante vitória do Inter sobre o São Paulo
Além de quebrar a série invicta do time de Muricy, Inter ainda encostou no rival na tabela de classificação; Milton Neves comenta

Gazeta Esportiva

 
PORTO ALEGRE - O atacante Nilmar foi o grande nome da vitória do Internacional por 2 a 0 sobre o São Paulo na noite desta quarta-feira, em partida realizada pelo Campeonato Brasileiro no Beira-Rio. Foram do atacante, um em cada tempo, os dois gols que decretaram o resultado, e que colocaram os gaúchos mais perto da zona de classificação para a Copa Libertadores de 2009.

As duas equipes chegaram embaladas pelos resultados recentes anteriores à partida. Enquanto o São Paulo havia conseguido três vitórias consecutivas (Palmeiras, Vitória e Botafogo), o Colorado escalava a tabela do Brasileirão graças a seis jogos invictos. A série gaúcha, porém, chega agora a sete, sendo quatro vitórias e três empates.

E além de quebrar a série invicta do time de Muricy Ramalho, o Inter ainda encostou no rival da partida desta quarta-feira na classificação. Com o resultado, os gaúchos chegaram a 22 pontos e saltaram da oitava para a sexta colocação – atrás do São Paulo, que segue em quinto com 23. Os comandados de Tite, porém, ainda podem perder uma posição nesta quinta, desde que o Palmeiras vença o Santos no clássico paulista e chegue a 24.

A partida parecia se anunciar ruim para o Inter, que perdeu o lateral-direito Ricardo Lopes por contusão logo nos primeiros minutos do jogo. No entanto, o time gaúcho conseguiu vencer o melhor volume de jogo inicial do São Paulo para criar as primeiras boas chances. Primeiro com Taison, que mandou por cima do gol aos oito minutos. Depois com Nilmar, que arriscou uma boa cabeçada aos 12 minutos, obrigando Rogério Ceni a fazer uma grande defesa à queima-roupa.

O Tricolor, porém, iniciou uma reação, equilibrando as ações no meio-campo. E apesar de não assustar com perigo, o time de Muricy Ramalho chegou a abrir o placar aos 21 minutos. Após escanteio e rebote da zaga colorada, Jorge Wagner cruzou pela direita. Dagoberto saiu de trás da defesa e cabeceou para o gol de Clemer. O árbitro Heber Roberto Lopes, no entanto, marcou impedimento e invalidou o lance.

Apesar do bom momento são-paulino, o Inter saiu da defesa e marcou seu gol aos 35 minutos. O lateral Ângelo – que substituiu Ricardo Lopes – cruzou pela direita e viu a bola desviar em Richarlyson. Juninho se atrapalhou na área e deixou Nilmar livre para bater para o gol de Rogério Ceni, inaugurando o marcador. Os gaúchos ainda foram pressionados, mas quase fizeram 2 a 0 aos 45 minutos, em lance rápido de Alex que o goleiro do time paulista precisa novamente interceder para evitar o pior.

Mas o intervalo não conseguiu diminuir a desvantagem do São Paulo em campo. Tanto que, logo aos cinco minutos, o mesmo Nilmar recebeu passe na entrada da área, que Rogério precisou sair com coragem para desarmar – no rebote, Taison tentou cobrir o goleiro são-paulino, que recuou e fez a defesa. Porém, aos 17, o novo contra-ataque vermelho deu mais certo, passando pelos pés de Guiñazu e de Andrezinho, antes de terminar nos pés de Nilmar. Entrando na área, o camisa nove bateu e fez seu segundo gol na partida – sétimo no Campeonato Brasileiro.

Nos minutos finais, o jogo caiu de rendimento e ficou mais truncado. Com 28 minutos, o jovem Taison aproveita a sobra de bola na direita, passa por Hugo e Richarlyson e bate para o gol – mas longe. O São Paulo ainda tentou responder, mas ficou restrito aos chutes de longe, que não passavam pela defesa gaúcha e pelo experiente Clemer.

Na próxima rodada, o Inter vai ao interior de Minas Gerais, onde enfrenta o Ipatinga para continuar sua ascensão – o jogo é no sábado, a partir das 18h20, no Ipatingão. No dia seguinte, às 18h10, o São Paulo abre as portas do Morumbi para fazer o clássico paulista contra a Portuguesa.

FICHA TÉCNICA (veja como foi lance a lance)
INTERNACIONAL-RS 2 X 0 SÃO PAULO

Local: Estádio do Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data: 22 de julho de 2008, quarta-feira
Horário: 21h50 (horário de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-PR)
Assistentes: Gilson Bento Coutinho (PR) e Ivan Carlos Bohn (PR)
Cartões amarelos: Ramon, Guiñazu, Ângelo e Índio (INT); Joilson (SPO)
Gols: INTER: Nilmar, aos 35 minutos do primeiro tempo e aos 17 minutos do segundo tempo

INTERNACIONAL: Clemer; Ricardo Lopes (Ângelo), Índio, Danny Morais e Ramon; Edinho, Guiñazu, Andrezinho e Taison (Walter); Alex e Nilmar
Técnico: Tite

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Jancarlos (Jean), Juninho, André Dias e Richarlyson; Joilson, Zé Luis, Hugo (Sérgio Mota) e Jorge Wagner; Éder Luis (Aloísio) e Dagoberto
Técnico: Muricy Ramalho

Leia também:


Leia mais sobre: Internacional São Paulo Campeonato Brasileiro

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo