iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

16/07 - 22:37

Santos perde para Figueirense; Cuca deve pedir demissão

Diretoria decidirá se aceita a demissão nesta quinta; time amarga a vice-lanterna da tabela. André Rizek e Milton Neves comentam

Gazeta Esportiva

FLORIANÓPOLIS - A torcida santista terá que esperar mais uma rodada do Brasileirão para comemorar a tão sonhada vitória. Na noite desta quarta-feira, o Santos (há 55 dias sem vencer) foi derrotado pelo Figueirense por 3 a 0, no Orlando Scarpelli. Com a derrota, o Peixe completou dez jogos sem ganhar de um adversário na competição.

Após a partida, Cuca pediu demissão mas a diretoria recusou. O treinador do clube praiano vai conversar com os diregentes na quinta-feira, para definir seu futuro.

Os gols do Figueirense foram marcados por Edu Sales (duas vezes); um deles de cabeça após cobrança de falta, e o outro em um chute cruzado da entrada da área. Já o outro tento foi anotado por Tadeu, que de peixinho sacramentou mais uma derrota santista.

Foi o oitavo tropeço seguido do técnico Cuca, que não venceu sequer uma partida desde que assumiu a direção técnica da equipe paulista. Já o Figueira, com seu treinador PC Gusmão, alcançou o quinto jogo sem derrotas.

Com o resultado negativo, o Santos segue na zona do rebaixamento, com apenas oito pontos ganhos, na 19ª colocação. Já o Figueirense, com a vitória, ficou mais perto do G-4. A equipe catarinense chegou aos 19 pontos, e subiu para a sétima posição, mas de forma provisória, pois poderá cair pelo menos uma colocação ao término da 12ª rodada.

Na próxima rodada, o Figueirense visita o Fluminense, sábado, no Rio de Janeiro. O Santos, por sua vez, recebe o Sport, domingo, na Vila Belmiro.

O jogo
Para surpreender o Figueirense fora de casa e tentar fazer as pazes com a vitória, o técnico Cuca sacou Tiago Luís e apostou no colombiano Molina para começar a partida. No Figueira, o lateral-esquerdo Leandro, machucado, cedeu lugar a Willians Matheus.

A partida começou, e logo no primeiro minuto o time da casa teve uma excelente oportunidade. Em cobrança de lateral pela ponta esquerda, Tadeu recebeu sozinho, mas chutou torto, desperdiçando o lance. A resposta do Peixe levou perigo. Rodrigo Souto cruzou na medida para Kléber Pereira, que chutou de primeira, e a bola passou perto do travessão.

Apesar de mostrar desorganização em todos os setores do campo, o Santos quase marcou o primeiro. Aos 14 minutos, Molina fez bela jogada pela canhota e tocou dentro da área para Kléber Pereira. O artilheiro passou pelo zagueiro e tocou na saída de Wilson, que desviou para a linha de fundo. A bola tirou tinta da trave.

Aos 26 minutos, o Figueirense inaugurou o placar. Kleber derrubou Claiton Xavier na ponta direita, a um passo da grande área. Na cobrança de Marquinho, os santistas Felipe e Kleber falharam, e Edu Sales cabeceou para o fundo das redes.

O gol desestabilizou o Peixe, que não conseguiu mais jogar no primeiro tempo. A equipe catarinense, então, aproveitou para ampliar. Aos 45 minutos, Magal puxou o contra-ataque e passou para Marquinho, que serviu Edu Sales na entrada da área. O atacante ficou livre para soltar a bomba. A bola morreu no canto esquerdo de Felipe.

As equipes voltaram para o segundo tempo sem modificações, e com o Santos no ataque. No primeiro minuto, o atacante Maykon Leite, pela meia-direita, arriscou de longe e obrigou o goleiro Wilson a fazer difícil defesa. Aos dez minutos, Cuca promoveu a entrada de Lima no lugar de Apodi.

Mas foi o time catarinense que no lance seguinte marcou mais um. Marquinho, que fazia excelente partida, cruzou para Tadeu emendar de peixinho. Aos 12 minutos, o placar já era de 3 a 0 para o Figueira.

O técnico Cuca buscou a reação com duas alterações: Tiago Luís na vaga de Michael, e Wesley no lugar de Molina, mas os jogadores que entraram (a exemplo dos que saíram) tiveram participações apagadas. No final do jogo, o árbitro Jaílson Freitas ainda expulsou o volante Magal após entrada por trás e sem bola em Tiago Luís, mas já era tarde para os santistas.

FICHA TÉCNICA
FIGUEIRENSE 3 X 0 SANTOS


Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Data: 16 de julho de 2008, quarta-feira
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)
Assistentes: Alessandro Álvaro Rocha de Matos (Fifa-BA) e Adaílton José de Jesus Silva (BA)
Cartões amarelos: Diogo e Cleiton Xavier (Figueirense); Michael, Domingos, Molina, Adriano, Fabiano Eller e Wesley (Santos)
Cartão vermelho: Magal (Figueirense)
GOLS: FIGUEIRENSE: Edu Sales, aos 26 e aos 45 minutos do primeiro tempo. Tadeu, aos 12 minutos do segundo tempo

FIGUEIRENSE: Wilson; Anderson Luiz, Bruno Perone, Asprilla e Willian Matheus (Leandro Carvalho); Diogo, Magal, Marquinho e Cleiton Xavier (Rodrigo Fabri); Tadeu e Edu Salles (Ricardinho)
Técnico: PC Gusmão

SANTOS: Felipe; Apodi (Lima), Domingos, Fabiano Eller e Kleber; Rodrigo Souto, Adriano e Michael (Tiago Luís); Molina (Weslei), Maykon Leite e Kléber Pereira
Técnico: Cuca


Leia mais sobre: Santos Figueirense Campeonato Brasileiro

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

Baile do Figueira
Santos decepcionou de novo, não dando a Cuca nem o gostinho de uma única vitória

Topo