Tamanho do texto

Palmeiras, Santos e Corinthians não venceram na quarta e na quinta. O Tricolor não jogou...

Não foi uma rodada legal para Palmeiras, Santos e Corinthians, os gigantes paulistas. O Verdão tropeçou pela Copa do Brasil. Tinha vencido o primeiro jogo por dois a um e apenas empatou com o América Mineiro, no Allianz Parque. Saiu atrás, como se não bastasse. E teve a vaga ameaçada. Mas deu certo.

Leia também: Casa da seleção, Granja Comary se tornou paraíso após aportes milionários da CBF

Santos empatou em casa pela Libertadores
Reprodução
Santos empatou em casa pela Libertadores

O Santos tentou, tentou, tentou. E não acertou. Errou todas as finalizações e ficou no zero a zero com o Real Garcilaso. O fraco Real Garcilaso, que se diga. Todo zero a zero da história da humanidade é chato. O Peixe, um dos gigantes paulistas , porém, ficou na primeira posição do grupo na Libertadores. Deu certo.

O Corinthians perdeu na estreia de Osmar Loss. Um a zero para o fraco Millonarios, em Itaquera. Brilhou Carillo no adeus do Carille. Desculpa o trocadilho com o autor do gol e do agora antigo técnico do Timão, mas não teve como. Não resisti. Sei que foi tão ruim quanto o jogo do alvinegro nessa quinta. Os brasileiros ficaram com o primeiro lugar da chave por conta do saldo de gols. Deu certo.

Leia também: Os brasileiros que não torcem para o Brasil na Copa: quem são essas pessoas?

Semana de azar para os paulistas . Boa apenas para o São Paulo, que nem jogou. Como diz meu amigo Raphael Chiummo, em seu momento filosófico: "quem não joga, não perde e nem empata". Ele tem razão. Ficou no lucro o Tricolor, já eliminado da Copa do Brasil. Não precisou rodar. Nem gastar gasolina.

    Leia tudo sobre: Futebol