Tamanho do texto

Manchester City irá oferecer proposta de compra do jogador ao Milan em janeiro

Além de convencer o Milan a liberar Ronaldinho Gaúcho, o Grêmio terá de uma concorrência de peso para contratar o craque brasileiro. O inglês Manchester City, um dos clubes mais ricos do mundo, apresentará uma proposta de compra ao clube italiano em janeiro.

Só no período da janela de transferências para a temporada 2011 o City gastou 76 milhões de libras (R$ 200 milhões). O poder de investimento vem da fortuna no xeque Mansour bin Zayed Al, dono de 90% do petróleo dos Emirados Árabes Unidos, avaliada em US$ 31,8 bilhões (R$ 52 bilhões) pela revista Four Four Two.

De acordo com reportagem do site inglês Caught Offside, a contratação de Ronaldinho foi solicitada pelo técnico Roberto Mancini. Apesar de admitir o mau momento do meia, que é reserva no Milan, o treinador italiano tem certeza que o brasileiro irá recuperar o seu futebol no City.

A reportagem não fala em valores do provável negócio. O contrato de Ronaldinho, que chegou na noite deste domingo a Porto Alegre, com o Milan termina no dia 30 de junho de 2011. A partir de 1º de janeiro, o jogador pode assinar um pré-contrato com qualquer outro clube.

O presidente do Grêmio, Paulo Odone não teme a concorrência – o Palmeiras, a pedido do técnico Luiz Felipe Scolari, também tem interesse em repatriar o atleta.

“Ele quer voltar ao Brasil. Aqui, vem para o Grêmio. Nós estamos preparados”, disse o dirigente.

A ideia de contratar Ronaldinho surgiu em outubro, após a eleição de Odone. O projeto consiste em reunir um grupo de empresas que bancaria a contratação. Estima-se que a contratação dele custe R$ 20 milhões.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.