Tamanho do texto

Jogador do New York Knicks pode acompanhar Kobe Bryant em solo chinês se locaute persistir na NBA

Stoudemire em ação pelo New York
Getty Images
Stoudemire em ação pelo New York
Kobe Bryant pode ganhar uma importante companhia caso decida atuar na China durante o impasse na questão salarial na NBA. Segundo uma fonte próxima a Amar'e Stoudemire, o craque do New York Knicks pode estar envolvido na excursão em solo chinês organizada pelo agente do jogador do Los Angeles Lakers.

Segundo o jornal norte-americano "The New York Times", Stoudemire cogita reforçar um elenco formado por Rob Pelinka, agente de Bryant, na China. No entanto, o problema estaria em conseguir o seguro de saúde para a participação do jogador do Knicks.

No começo da temporada passada, o New York conseguiu a contratação de Stoudemire. No entanto, a franquia não conseguiu fazer o contrato de seguro para o jogador por conta do problema de deslocamento de retina e uma lesão no joelho que ele tem. Tal fato gerou o pedido de dispensa da seleção norte-americana por parte de Amar'e.

Derrick Williams, jogador do Minnesota Timberwolves, afirmou neste sábado ao jornal norte-americano "Los Angeles Times" que Pelinka está tentando formar equipes para excursionar pela China. O.J. Mayo do Memphis Grizzlies, Carlos Boozer do Chicago Bulls, Chris Kaman e Eric Gordon do Los Angeles Clippers são atletas agenciados pela mesma pessoa e poderiam estar envolvidos.

Pau Gasol foi outro que disse que poderia jogar na China se o locaute persistir . O espanhol classificou a Liga ACB (Campeonato Espanhol) como seu local favorito, mas considera a liga chinesa "com ótimo potencial".

Em sua primeira temporada com o New York, Stoudemire teve média de 25,3 pontos por jogo e classificou sua equipe na sexta colocação. No entanto, com uma lesão nas costas, o jogado pouco pôde ajudar nos playoffs. Assim, o Knicks acabou eliminado pelo Boston Celtics.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.